Armazenamento de energia como alternativa para agronegócios

Armazenamento de energia como alternativa para agronegócios

Tempo de leitura: 

3 minutos

O armazenamento de energia tem um papel fundamental no atual panorama do sistema elétrico, onde fontes de energia renovável com características intermitentes (estocásticas) estão cada vez mais presentes. Quer entender um pouco mais sobre essa alternativa energética? Então, acompanhe o texto que fizemos especialmente para você!

Sabemos que a energia é um insumo fundamental para a manutenção e o progresso da economia, da qualidade de vida, da comunicação, da mobilidade, dentre outros. Atualmente, grande parte dos brasileiros tem acesso à eletricidade e usufrui dos seus benefícios. Uma considerável parcela dessa população reside no meio rural, ligada direta ou indiretamente às atividades agrícolas. Entretanto, a energia elétrica no Brasil, além de cara, possui qualidade questionável, especialmente em se tratando dessas localidades.

O armazenamento tem justamente o objetivo de compatibilizar disponibilidade e demanda de energia, e pode ser realizado de diversas formas. Dentre elas, a principal, é a utilização de baterias para aplicações associadas com geração distribuída. Mas como essa alternativa pode auxiliar os produtores rurais brasileiros? Entenda abaixo!

Problemas energéticos enfrentados pelo empreendedor rural no Brasil

Hoje em dia, o meio rural é o que mais sofre com faltas de energia. Nas épocas de temporais, algumas localidades ficam até 15 dias sem energia elétrica. A situação também é crítica porque falta qualidade e capacidade na energia oferecida, visto que a maior parte da rede disponibilizada no interior é monofásica e não possibilita o crescimento da carga. Além disso, nessa configuração energética, as perdas são muito maiores, o que acarreta em problemas sistêmicos no fornecimento. Praticamente todas as atividades do agronegócio dependem da energia elétrica. Um tambo de leite, por exemplo, pode ter prejuízos superiores a R$ 15.000,00 por dia sem energia, o que compromete drasticamente o sustento do empreendedor do campo.

Tudo isso torna a energia do campo cada vez mais cara. Nesse contexto, a utilização de energia solar passa a ser muito competitiva, visto que ela é mais barata que a energia da distribuidora, mesmo quando o sistema é abastecido por cooperativas de energia. Mas como se dá a utilização de energia solar no meio rural? Entenda a seguir.

Como funciona o armazenamento de energia?

No sistema energético atual, o produtor rural, que depende da energia tanto quanto qualquer atividade industrial, fica refém da rede das concessionárias. E mesmo com os programas de eletrificação rural, a qualidade de energia nesses locais ainda encontra grandes desafios, como faltas de energia constantes, níveis de tensão, etc. Nesse contexto, a aplicação de sistemas de armazenamento de energia ganha cada vez mais força. Esses sistemas têm como principal objetivo oferecer um backup de confiança em momentos de falta de energia e possibilitar uma energia de qualidade em momentos de oscilação. Durante o dia, apoiado ao sistema fotovoltaico, um sistema de armazenamento simples pode suportar até 10kW de energia num período de 5h.

Sistema off-grid como solução no meio rural

O sistema off-grid também é uma alternativa para projetos no meio rural. Por vezes, a distância da rede trifásica é tão grande que vale a pena utilizar um sistema de armazenamento combinado com um sistema fotovoltaico para o atendimento de cargas específicas. Outro ponto relevante nessa conta é que, com a adesão a um sistema fotovoltaico, há a tendência de diminuição das tarifas às quais os consumidores rurais estão submetidos, tais como:

  • ICMS;
  • tarifa subsidiada para a irrigação;
  • dentre outros.

Quais as linhas de financiamento disponíveis para a utilização de energia solar no campo?

O BNDES possui linhas de financiamento extremamente viáveis para o segmento rural, com taxas que variam entre 2 e 6% ao ano e com prazos de mais de 10 anos para pagamento. Com isso, quem paga mais de R$ 600,00 de conta de energia, pagará uma parcela de financiamento menor do que a economia de energia, obrigatoriamente.

Diante disso tudo, vemos um cenário promissor para a utilização da energia solar distribuída pelos consumidores rurais. Eles podem se beneficiar do armazenamento de energia para melhorar a qualidade energética, aumentar sua produção e o melhor de tudo: pagando muito pouco ou até mesmo nada por isso.

É produtor rural e quer aderir a essa tecnologia para a sua propriedade? Então solicite um orçamento gratuito conosco!