Como descobrir o faturamento de energia solar ao investir em franquia?

Como descobrir o faturamento de energia solar ao investir em franquia?

Tempo de leitura: 

5 minutos

Em 2012, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) regularizou as regras para a geração e produção de energia solar. Desde então, esse mercado não parou mais de crescer no Brasil. Com o aumento da demanda por essa tecnologia, muitas pessoas viram a oportunidade de investir nesse negócio. Mas você sabe de quanto pode ser o faturamento em energia solar?

Quem está em busca de empreendimento com resultados rápidos e expressivos, o modelo de franquia de energia solar é a alternativa mais adequada. Produzir a própria energia ajuda a economizar até 95% nas contas de luz, valoriza o imóvel, favorece o meio ambiente, além de oferecer um rápido retorno do investimento.

Empreender no mercado de energia solar é uma oportunidade lucrativa e que está em expansão. Quer saber mais sobre esse assunto? Leia este post até o final e descubra qual é o faturamento médio de uma franquia e como encontrar as melhores opções!

O que é uma franquia de energia solar?

O setor de energia solar é bastante democrático e não é preciso nenhum investimento milionário para entrar no mercado. Um dos melhores modelos para quem deseja empreender no setor são as franquias de energia fotovoltaica. Esse é um mercado que está em constante evolução e oferece boas oportunidades de retorno financeiro e com ótima margem de lucro.

Esse modelo de negócio, também conhecido como franchinsing, oferece serviços de energia solar desde a orientação de aquisição de um equipamento ou aparelho específico para as demandas do imóvel até o serviço completo de instalação de um sistema de energia fotovoltaica em residências, comércios, indústrias e em propriedades rurais.

Os sistemas de energia solar são distribuídos e instalados em telhados ou coberturas já existentes e conectados a redes de distribuição. Para a implantação dos painéis solares, não é preciso fazer grandes obras, já que os telhados são usados como base para as placas fotovoltaicas. Também é necessário ter conhecimento sobre a operação e funcionamento do sistema de energia solar para fazer as instalações e venda dos painéis.

Existem treinamentos e cursos que podem, e muito, auxiliar os interessados em empreender nesse mercado. As principais modalidades são: microfranquia, franquias unitárias, de desenvolvimento de área, master, de conversão, shop in shop e combinada.

Qual é o investimento e o faturamento médio de franquia de energia solar?

O mercado de energia solar é muito promissor. A procura pela instalação dos painéis fotovoltaicos está em elevação tanto nos setores privados, como em restaurantes e indústrias, quanto em lugares públicos, como em prédios estatais. Conforme o tipo de investimento realizado, o faturamento médio pode chegar a R$ 1,5 milhão no primeiro ano de negócio.

Para empreender nas principais modalidades de franquia de energia solar, é preciso um investimento médio de R$280 mil, já levando em consideração os custos de instalação, capital de giro e taxa da franquia.

É importante destacar que os empreendedores visam o lucro como um dos principais motivos para investir em energia solar. Esse mercado cresceu consideravelmente nos últimos anos no Brasil, fazendo dele o caminho mais promissor para a ascendência financeira. Mas o retorno total do investimento vai depender da estratégia usada pelo empreendedor para a venda do sistema fotovoltaico.

O que fazer para aumentar o faturamento?

Algumas dicas podem ajudar a aumentar o faturamento da franquia de energia solar. O primeiro passo é estudar e conhecer os sistemas fotovoltaicos para, assim, obter profundo conhecimento sobre a área que pretende atuar. O processo para geração e produção de energia solar envolve várias etapas que passam pela engenharia, desenvolvimento das tecnologias das placas fotovoltaicas, até a instalação propriamente dita.

Por isso, é fundamental escolher o modelo que mais interessa trabalhar e buscar o máximo de conhecimento técnico possível na área de atuação. Boas parcerias também são outra forma de aumentar os lucros da franquia de energia solar. Existem empresas de energia fotovoltaica que são capazes de auxiliar nos processos que os novos empreendedores ainda não dominam e até podem se responsabilizar por eles.

Além disso, é importante analisar bem a viabilidade financeira do negócio e buscar investir em parcerias que se mostrem seguras para aumentar os lucros da sua franquia de energia solar. Manter a qualidade dos serviços prestados também aumenta a credibilidade e, consequentemente, os lucros da franquia.

Para isso, é preciso que o franqueador mantenha um canal direto de suporte com o franqueado, que podem oferecer estratégias que favorecem o impulsionamento da marca. É preciso também que o fraqueado proporcione serviços de qualidade aos seus clientes, além de disponibilizar atendimento pós instalação. Esse canal de suporte é uma forma de acolher o cliente e agregar valor ao negócio.

Como encontrar uma boa franquia no mercado de energia solar para investir?

Nos modelos de negócios de franquia, o proprietário da marca disponibiliza o direito de uso ao investidor e, desta forma, replica o formato de uma marca já reconhecida, e bem vista no mercado, para diversas outras regiões da cidade. Algumas dicas ajudam a identificar as franquias mais rentáveis, então veja a seguir quais são elas.

Avalie o mercado

Uma das principais dicas para avaliar a rentabilidade de uma franquia é analisar as condições de mercado. Mesmo que a franquia pareça um bom negócio, é fundamental verificar com cautela se o momento é favorável para o investimento, a fim de evitar prejuízos.

Franquias já saturadas no mercado podem não ser uma boa opção, por exemplo. A principal recomendação é avaliar os dados do negócio e consultar especialistas para entender as tendências do momento.

Verifique as taxas envolvidas

Antes de abrir uma franquia de energia solar, avalie todos os custos para manter o negócio, como aluguel e contas de água e luz. Taxas de publicidade e royalties também devem ser contabilizadas e colocadas no papel. Essa é um forma de assegurar que a proposta possibilite uma boa margem de lucro.

Entenda os custos do investimento

Outra dica fundamental é analisar o custo total do empreendimento. Isso não significa apenas contabilizar o investimento inicial, mas também todos os outros custos para a qualidade do negócio. Aluguel, mão de obra e IPTU são pontos essenciais para a verificação da rentabilidade de uma franquia de energia solar.

Portanto, o faturamento de energia solar é bastante promissor, já que esse mercado está em ascensão no Brasil. A HCC Energia Solar é referência no setor de energia fotovoltaica o trabalha com os melhores sistemas. Conheça nossos modelos de negócios e abra seu empreendimento.

Quer saber mais sobre nossos produtos? Entre em contato com os consultores da HCC Energia Solar e tire todas as suas dúvidas!