DESCUBRA 6 TENDÊNCIAS PARA O MERCADO DE ENERGIA RENOVÁVEL!

HCC Energia Solar

Tempo de leitura: 

8 minutos

A geração de energia por métodos convencionais fica cada vez mais cara e ineficiente no Brasil. Paralelamente, uma solução vem sendo cada vez mais utilizada para substituir tais métodos. Já pensou em investir em energias renováveis?

Esse mercado cresce de forma exponencial por aqui e já conquista uma legião de investidores. Pensando nisso, desenvolvemos um post com as principais tendências para esse mercado.

A partir de agora, você vai descobrir o que vem de novidade por aí e por que deve investir nesse setor. Então, aproveite a leitura e embarque em um dos segmentos mais lucrativos do país!

Por que é importante investir no mercado de energia renovável?

Além de se tornar um método de geração de eletricidade mais barato, o investimento em energia renovável contribui com o meio ambiente, pois não gera poluentes. Assim, com o passar do tempo, podemos reverter os danos causados à natureza.

Mas as vantagens não param por aí, já que o crescimento do setor representa um motivo forte para investir. Estamos seguindo as tendências internacionais de adoção dessa prática e há muito espaço para ser explorado no Brasil.

Confira, a seguir, uma série de razões para investir em energias renováveis.

Sustentabilidade

As energias renováveis são ecologicamente corretas e sustentáveis e isso não é novidade. Ao fazer uma análise sobre todo o cenário mundial de produção de energia, podemos observar que as fontes mais utilizadas pela sociedade são provenientes de recursos não renováveis.

Ou seja, são insumos ou fontes limitadas e que, além de ter uma previsão de esgotamento, seu consumo desenfreado causa uma série de impactos ambientais. Assim, afetam toda a vida na Terra, seja pela emissão de poluentes na atmosfera que aceleram o efeito estufa, causando o aquecimento global, seja pela poluição de rios e mares.

Já as energias de fontes renováveis não agridem a natureza e tampouco se esgotam com o tempo. Outro ponto que vale mencionar é que, com a sustentabilidade, no caso da energia fotovoltaica, por exemplo, os equipamentos de instalação podem ser reciclados.

Na era em que vivemos, em que cada vez mais as pessoas se preocupam com o meio ambiente, ser uma empresa "green friendly" pode ser uma ótima maneira melhorar a imagem da marca diante do mercado e obter um bom diferencial competitivo.

Criação de novas tecnologias e desenvolvimento econômico

À medida que fontes de energia renováveis recebem reconhecimento como sustentáveis e ecologicamente corretas, mais investimentos em estudos e desenvolvimento de alternativas são realizados. A tendência é que esse tipo de energia seja mais consumido no futuro.

Por isso, há um amplo interesse das empresas em converter energias renováveis em outros tipos de energia, como a elétrica. Falaremos mais sobre isso adiante, no conteúdo.

Ao investir em energias renováveis, você também contribui com a geração de empregos, em especial em países como o Brasil, onde a composição da matriz energética conta com uma grande variedade de fontes renováveis.

Além disso, as fontes sustentáveis garantem que áreas remotas recebam geração de eletricidade. Isso também contribui com o desenvolvimento econômico de toda a sociedade.

Ótimo ROI

A instalação de painéis fotovoltaicos, assim como a implementação de sistemas de energia solar, são ações que têm uma relação de custo-benefício muito positiva. Afinal, mesmo com os custos de investimentos iniciais, em médio e longo prazo, os valores são revertidos em lucro.

Para que você tenha uma ideia, a instalação dos equipamentos é paga em cerca de seis anos. Já o tempo de vida útil pode se estender por até 25 anos.

Redução de gastos

Você sabia que é possível reduzir o valor da conta de luz em até 95%, ao investir em energias renováveis? Vale destacar, ainda, que os equipamentos para geração de energia solar costumam necessitar de manutenção apenas uma vez por ano.

Isso significa que tanto uma empresa quanto uma residência que investe nesse tipo de solução verá uma redução de gastos exponencial com o decorrer dos anos.

Prioridade de financiamento pelo BNDES

Se você está considerando investir em energias renováveis, aqui vai uma notícia que pode ser decisiva: organizações que optam por recursos e projetos de fontes de energia limpa e sustentável, como a solar e a eólica, têm prioridade nos financiamentos fornecidos pelo BNDES.

Para que você tenha uma dimensão, o órgão pode financiar até 80% do investimento. Além do mais, a participação dos investimentos em outras fontes de energia foi aumentada pelo BNDES, como a biomassa.

Quais são as tendências para o mercado de energia renovável?

Com base na evolução das tecnologias e métodos de geração de energia renovável, separamos 6 tendências que devem impactar fortemente o mercado nos próximos anos, tornando-o ainda mais atrativo aos olhos dos investidores. Confira!

1. Uso de baterias para o armazenamento de energia

Os fabricantes de baterias estão melhorando a qualidade e a durabilidade de seus produtos para atender a uma demanda energética cada vez maior no mundo. Baterias maiores e com capacidades de armazenamento elevadas e duradouras devem chegar ao mercado a partir de 2020 e serão amplamente utilizadas nos veículos elétricos e híbridos.

Pegando carona nessa tendência, o uso de baterias também deve ser fortemente implementado na geração de energia renovável para empresas, residências e, principalmente, no meio rural. A eficiência dos sistemas vai melhorar, aumentando a produtividade.

Essa prática deve promover a autossuficiência energética individual e anular a necessidade de abastecimentos pela rede pública. A animação abaixo explica exatamente como funciona um sistema de armazenamento de energia em baterias.

2. Ampliação do uso de painéis fotovoltaicos

No Brasil, há, basicamente, duas formas de gerar energia renovável: por meio de aerogeradores (energia eólica) e painéis fotovoltaicos(energia solar).

O primeiro modelo exige um investimento maior, já que depende da instalação de grandes torres com hélices, e demanda vento para funcionar. O segundo é mais barato e fácil de instalar, pois fica no telhado ou no chão, ocupando apenas alguns metros quadrados, e só precisa de luz do sol.

Considerando que é um dos países com maior incidência solar no mundo e que os custos de aquisição e manutenção dos sistemas fotovoltaicos seguem caindo, há uma previsão de adoção muito maior para a geração desse tipo de energia no futuro.

3. Geração de créditos de energia

A demanda energética é cada vez maior no Brasil e as concessionárias estão no limite da produção. Nesse cenário, uma solução encontrada é comprar energia de quem investe na produção própria.

Essa prática deve se estender por aqui em breve. Então, seja uma residência, seja uma empresa, será possível vender os Watts excedentes armazenados para as concessionárias de distribuição do país, por meio de uma ligação de retorno.

Entenda como funciona o sistema de créditos fazendo o download do nosso guia! É só clicar na imagem abaixo.

4. Redução dos custos para investir em energias renováveis

Os dois tipos de energia renovável mais comumente usados são a eólica e a solar. De acordo com um levamento do relatório New Energy Outlook, juntas, devem representar cerca de 34% de toda a energia gerada no planeta até 2040.

Além disso, elas são totalmente isentas de emissões de gases poluentes, o que causa impactos sociais e ambientais diretos — sequer há risco de poluição visual e sonora na eólica, por causa da rotação constante das hélices.

Outro ponto interessante é que, à medida que as energias renováveis estão se popularizando, ocorre uma queda nos preços de instalação dos equipamentos. Isso é resultado de fatores como os incentivos fiscais para sua utilização e o aumento da demanda.

5. Crescimento da geração distribuída

Uma das tendências que têm atraído muitos olhares para o setor de energias sustentáveis é o fato de que, com o crescimento da geração distribuída, o consumidor reduz o consumo de fontes tradicionais, ao mesmo tempo que usufrui do abatimento nos valores das contas, se a quantidade consumida for inferior à gerada.

Com as mudanças nas regras, previstas para 2020, a consequência natural será que cada vez mais empresas invistam em energias renováveis. Afinal, a relação de custo-benefício para implementar esse tipo de solução é altamente positiva e rentável em médio e longo prazo.

6. Aumento da demanda por energia solar

O Brasil é um dos países que têm a maior área que permite a possibilidade de instalação de energias renováveis no mundo. Isso garante a obtenção de energia limpa e sustentável, graças às inúmeras alternativas e fontes seguras.

A informação foi levantada em um estudo realizado pela Bloomberg New Energy Finance (BNEF), em 2017. Significa que há maior chance de adaptação para que os brasileiros incluam fontes renováveis em suas matrizes elétricas e possam usufruir ao máximo do potencial de recursos naturais.

O estudo também afirma que, nos próximos 20 anos, aproximadamente US$10,2 trilhões serão investidos em fontes de energia renováveis. Deste montante, 82%, isto é, US$7,4 trilhões, devem ser investidos em energia fotovoltaica e eólica.

Por que investir em uma franquia de energias renováveis?

Como você pôde conferir, investir em uma franquia de energias renováveis pode ser uma ótima alternativa de empreendimento. Esse é um mercado que está em ascensão e, com as mudanças no comportamento de consumo, a tendência é que cada vez mais fontes de energia sustentável façam parte do cotidiano das pessoas e das empresas.

Além disso, ao escolher uma franqueadora com credibilidade no setor, você pode contar com:

●suporte técnico e comercial;

●profissionais capacitados;

●os melhores equipamentos do mercado;

●atendimento ágil;

●melhores condições de pagamento para seus clientes;

●modelo e know-how testados e aprovados.

Sem mencionar o fato de que você estará investindo em uma marca pioneira no segmento de energias renováveis no Brasil e que já está consolidada na área.

Como esse mercado deve alavancar a economia brasileira?

O Brasil segue se recuperando da crise econômica e o mercado de energia renovável é um dos maiores responsáveis por gerar emprego e renda. O setor quase não sentiu a crise, já que foi enxergado pelas grandes empresas como um investimento para reduzir custos.

Além disso, resolve o problema da crise energética e diminui a emissão de gases poluentes, permitindo que os investidores usem isso como uma vantagem competitiva aos negócios.

Agora que você já conhece as principais tendências para o mercado de energia renovável, pode iniciar um planejamento de investimento para aproveitar as oportunidades. Mas lembre-se: tenha sempre o apoio de uma empresa especializada no assunto para ter sucesso.

Quer receber mais conteúdos sobre o mercado de energias renováveis? Então, siga a nossa página no Facebook para acompanhar todas as nossas postagens!