Energia Solar em Escolas: Conheça os benefícios

Energia Solar em Escolas: Conheça os benefícios

Tempo de leitura: 

2 minutos

A energia solar vem crescendo muito nos últimos anos, a forma que ela mais difunde na nossa matriz energética é através da geração distribuída. Segundo dados da ANEEL de novembro de 2020 o Brasil chegou a potência de 7GW de usinas solares no país, sendo que 4GW são de usinas distribuídas em telhados de todas localidades do território. Nesse contexto, o Brasil é uma país abençoado pelo excesso do recurso natural que é o combustível dessa energia, o sol.

Somado a essa condição climática temos aqui uma das tarifas de energia mais cara do mundo. As grandes linhas de transmissão e distribuição, somados ao uso constante de termoelétricas e também os encargos e impostos cobrados em toda a operação, tornam a conta para o consumidor final muito pesada.

Nesse sentido a energia solar fotovoltaica distribuída acaba conectando consumidores de energia que pagam valores altos de energia elétrica com a tecnologia, por que o investimento sempre fica no tamanho da economia, ou seja, o retorno é imediato, redução de custos, transparência para essa conta, segurança orçamentária e uma contribuição imensa com o meio ambiente.

As instituições de ensino, são hoje no país um grupo da economia que mais sofre com o custo da energia elétrica. Esse tipo de consumidor paga os maiores impostos sobre o valor da energia e normalmente não conseguem acessar o mercado livre de energia, onde há uma oferta maior para a parcela de Energia dessa conta. Além disso, o consumo de energia elétrica vem aumentando muito nesse tipo de instalação, quer seja por necessidade de climatização, ou então pela própria digitalização das informações, trazendo cada vez mais o uso de computadores, laptops e outros dispositivos.

Mesmo nesse período de incertezas provocado pela pandemia COVID-19, há no horizonte uma retomada de consumo e um acréscimo de gastos em função do potencial aumento na conta de energia provocado pelo socorro bilionário dado as distribuidoras no período mais crítico da crise.

Outra vantagem para a implantação de projetos de energia solar em escolas está associada ao ganho cultural e de aprendizado dos alunos e professores. A energia solar é limpa, não polui e é renovável e contribui muito com o meio ambiente. O legado de propósito ambiental irá colaborar com a sociedade e ajudará na sobrevivência das novas gerações.

Atualmente temos cases em todo Brasil de Universidades, Instituições de ensino e até mesmo escolas municipais/estaduais, que estão aderindo a energia solar, um dos casos mais emblemáticos é da rede ICM de ensino que implementou 23 projetos em seus colégios e unidades socioassistenciais. Somente nesse projeto a rede além de economizar mais de 90% o seu gasto com energia, irá colaborar com a redução de 362 toneladas de CO2 na atmosfera, correspondente ao impacto de mais de 9000 árvores plantadas.

Quer conhecer alguns dos projetos elaborados pela HCC para Rede de Ensino? Clique aqui e baixe o nosso portfólio de obras.