Os benefícios das Energias Renováveis no Meio Ambiente

Os benefícios das energias renováveis para o meio ambiente

Tempo de leitura: 

2 minutos

O impacto das energias renováveis no meio ambiente é um assunto muito polêmico, uma vez que toda forma de geração de energia deixa um rastro de dano ao meio ambiente, o que efetivamente se discute é o tamanho desse rastro e sua relação com a energia que será gerada.

O mundo está cada vez mais necessitado de energia, estima-se que esse acréscimo seja superior a 2% a.ano, segundo a Agência Internacional de Energia. No geral, a predominância é da matriz não renovável, principalmente carvão, gás e petróleo. As energias renováveis começam a ganhar força principalmente nesses últimos anos, mas ainda representam um valor muito pequeno dentro da matriz energética mundial.

Se comparado com o restante do mundo, o Brasil possui uma matriz predominantemente renovável, isso passa fundamentalmente pela grande quantidade de hidroeletricidade gerada. No entanto, o acréscimo de consumo torna cada vez maior a dependência do carvão, do gás e da energia nuclear.

Nesse sentido, aumentar a expansão da geração de energia renovável traz inúmeros benefícios ao meio ambiente, abaixo citarei os principais:

  • Descarbonização: No momento que geramos energia limpa, deixamos de queimar combustível fóssil, isso é fato. A queima do combustível fóssil gera gâs carbônico (CO2) que vai para a atmosfera e traz inúmeros prejuízos para a camada de ozônio, que é o protetor natural da superfície da terra dos raios do sol.
  • Geração de empregos: As energias renováveis, fundamentalmente a cadeia produtiva da energia solar, geram muito mais empregos que investimentos de geração de energia não-renovável. Esse impacto social movimenta a economia e traz riqueza para áreas até então pouco desenvolvidas economicamente.
  • Pouco gasto para produção: Embora ocorra certo gasto energético para produção dos módulos fotovoltaicos e equipamentos, esse gasto e o impacto decorrente dessa fabricação são infinitamente inferiores aos impactos de uma fonte não-renovável, ou até mesmo de usinas hidroelétricas.
  • Menor impacto ambiental: Sem dúvida, o rastro do impacto ambiental de uma geração renovável é muito inferior as outras fontes, além disso, aproveita-se uma energia infinita que está disponível de maneira abundante e com pouco recurso financeiro.
  • Menor degradação da fauna e flora: Ainda que as usinas hidroelétricas sejam consideradas renováveis, este tipo de geração agride muito o meio ambiente, a fauna e a flora durante a execução da obra e também após, quando impacta o ecossistema natural e o regime climatológico da região.

Decerto, as fontes renováveis, principalmente a energia solar e eólica, trouxeram para o mundo uma outra perspectiva para se gerar energia e impactar o mínimo possível o meio ambiente. É claro que sua característica de intermitência traz um desafio para o sistema elétrico com um todo, no entanto, combinadas com outras fontes de energia, estáveis ou com estruturas de armazenamento, poderão revolucionar o uso da energia no mundo e diminuir o impacto ambiental decorrente do constante crescimento do consumo.