Os impactos da pandemia no setor de energia solar e as perspectivas pós-crise!

Os impactos da pandemia no setor de energia solar e as perspectivas pós-crise!

Tempo de leitura: 

4 minutos

Os impactos da pandemia no setor de energia solar e as perspectivas pós-crise!

Como sabemos, praticamente não há setores no mercado que não estejam sofrendo com a crise da pandemia do coronavírus. Com o isolamento social obrigatório para indústrias, empresas e cidadãos, todas as atividades econômicas caíram drasticamente. Porém, o setor de energia solar pode contribuir para nossa recuperação, mesmo na crise.

Segundo a Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), a solução poderá diminuir surpreendentemente os gastos empresariais com energia. Sem contar a ampliação das possibilidades para investir nessa tecnologia e uma nova demanda empregatícia. Confira, a seguir, os impactos e as soluções pertinentes ao assunto!

Veja os impactos da COVID-19 no setor de energia solar

O consumo de energia implica o fornecimento de serviços primordiais. Os investimentos empresariais e residenciais no setor da energia solar e outras também renováveis só aumentaram nos últimos anos. Com a crise, houve diminuição na demanda dos projetos e contratação de profissionais. Além do encarecimento de seus equipamentos.

As consequências negativas da pandemia e do isolamento nesse setor podem ser separadas em dois aspectos. Um deles se refere à brusca queda na oferta. Grande parte da tecnologia envolvida vem da Ásia, onde a pandemia teve seu início. A China instaurou várias restrições que afetaram fortemente as produções e comércio dessa tecnologia.

O segundo aspecto envolve a procura. Com a situação econômica alarmante, naturalmente, sofreu também altos impactos. Consequências que atingem, ainda, praticamente todos os mercados no Brasil e no mundo.

Saiba como vinha crescendo o setor antes da crise atual

Oito anos atrás, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estabeleceu suas normas para o setor de energia solar. De lá para cá, esse mercado teve crescimentos anuais médios de 200%! Hoje, mais de 200 mil residências, empresas e indústrias brasileiras geram esse tipo de energia por meio dos painéis solares.

A fim de suprir essas demandas, o segmento se desenvolveu proporcionalmente. No fim de 2019, tínhamos mais de 14 mil empreendimentos lidando com energia solar. Mais de 160 mil pessoas foram empregadas na área até 2020, no Brasil. No começo do ano, eram previstos mais R$16 bilhões investidos nessa tecnologia.

Confira as quedas nas compras ocorridas devido à crise

Os impactos iniciais, relativos à menor oferta no setor, encontram-se consideravelmente superados. O que deixa o mercado da energia solar sob tensão, atualmente, são as baixas demandas. O isolamento social e queda de atividades empresariais reduziram grandemente a quantidade dos pedidos relacionados a esse segmento.

A redução nessas demandas passou a variar, desde março, entre 30% e 90%. A oscilação se deve, em parte, ao fato de que certas cidades são mais ou menos atingidas pela COVID-19. Assim como pelas restrições impostas pelos governos e prefeituras. Logo, trata-se de um quadro bem difícil para o mercado em questão.

Conheça os efeitos na logística e estoque dos produtos

O setor de energia solar vem sofrendo impactos diversos com a pandemia, como você percebe. Mas eles são de natureza distinta, conforme a empresa e a região do país. Grande parte das preocupações se refere às limitações profissionais e sociais do momento. O que envolve idas e vindas a instalações e clientes, além de dificuldades de locomoção, em geral.

Muitas dessas empresas também sofrem efeitos da crise na logística e na estocagem dos equipamentos e outros produtos. Existe urgência na retomada das atividades, o quanto antes, respeitando as condições de proteção vigentes. São cruciais, ainda, estímulos e investimentos governamentais na área. A crise pode e deve gerar economias sustentáveis.

Descubra como a energia solar ainda é a melhor solução

Apesar da crise, o setor apresenta, no Brasil, quantidade considerável de projetos que devem ser realizados ainda em 2020. Em muitas ocasiões, as economias em contas de luz acabam cobrindo os custos de financiamentos desses projetos.

Investir em energia solar, atualmente, é uma das melhores opções econômicas para residências ou empresas. Afinal, os retornos são claramente evidentes, em longo prazo. Quanto aos juros dos financiamentos, em nosso país, há uma queda considerável atualmente. A energia solar pode trazer um ágil retorno sobre seu investimento!

Os brasileiros desfrutam de um quadro privilegiado, no que se refere ao setor de energia solar. É de nosso conhecimento, já, que ela gera alta redução nos consumos de energia domésticos e empresariais. Sem contar a propensão a um mercado mais competitivo e os incentivos fiscais por parte do governo.

HCC Energia Solar

Fique por dentro das expectativas no período pós-crise

O segmento da energia solar representará um grande empurrão na economia brasileira. A geração de empregos dele proveniente é bem considerável. Há, também, nossa grande possibilidade de atrair investimento, devido ao baixo nível de barreiras para a entrada da tecnologia.

Em 2020, essa área representaria cerca de R$5 bilhões gerados por impostos. Nós passamos por outras crises em que o segmento da energia solar mostrou ser um grande impulsionador de desenvolvimento. Durante quedas relevantes do PIB, de cinco anos atrás, esse mercado mostrava crescimentos anuais superiores a 300%.

Entenda outros aspectos relacionados à energia solar

Aqueles que estavam prontos para receber a tecnologia fotovoltaica estão esperando a hora apropriada para isso — em termos de isolamento e também econômicos. Com a preocupação dos empreendimentos em diminuir gastos, o recurso da energia solar será bem propício. Isso devido, ainda, à necessidade de retomar a competitividade no mercado.

O setor de energia solar precisa também, atualmente, de mais incentivos governamentais. Esse aspecto é igualmente fundamental para que seja viável o conjunto de benefícios e vantagens originados por essa tecnologia. O planeta busca agora a recuperação de uma grave crise na saúde e economia. É hora de enxergar possibilidades.

As escolhas que devem ser feitas no momento são muitas. Uma das oportunidades que se apresentam como soluções para o problema é oferecida pelo setor de energia solar. Ou será que a humanidade regredirá em direção a velhas e nada sustentáveis alternativas de negócios? Sem dúvida, a resposta é evidente e deve ser considerada mais seriamente!

Gostou de saber mais a respeito da energia solar e seu mercado? Cadastre-se na nossa newsletter. Fique sempre por dentro das novidades que o setor apresenta!