Saiba como escolher uma franquia de energia solar fotovoltaica

Saiba como escolher uma franquia de energia solar fotovoltaica

Tempo de leitura: 

10 minutos

Você quer ser dono do próprio negócio, mas não sabe muito bem por onde começar? Percebeu que uma franquia fotovoltaica pode ser uma opção, só que ainda tem dúvidas sobre o funcionamento desse negócio? Então você precisa ler este artigo!

O mercado de franquias, no Brasil, tem se revelado uma ótima opção para investimento. Segundo alguns dados divulgados pela Associação Brasileira de Franshising (ABF), o número de redes de franquias e o faturamento das unidades cresceu significativamente em 2018.

No entanto, mesmo com um mercado tão promissor, é preciso saber como escolher uma franquia e, diante das diversas opções, a energia solar é uma das melhores oportunidades para que você realize o sonho do próprio negócio. Continue a leitura, descubra como está o mercado nesse setor e como escolher uma franquia de energia solar fotovoltaica!

Qual a situação do mercado de franquias no Brasil?

Se o mercado brasileiro está em crise, as franquias estão na contramão das tendências e previsões. Isso é o que indicam os números das últimas pesquisas realizadas no setor: o faturamento das franquias tem mantido o crescimento por 20 anos.

Segundo o último relatório liberado pela ABF, o setor cresceu 6,9% em 2019, bem mais do que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, que cresceu menos de 1% no último trimestre do ano. O número de empregos gerados pelo setor de franquias também cresceu, totalizando 1.361.630 empregos diretos — um crescimento de 4,8%.

A expectativa é que esse mercado continue aquecido. Em 2020, a previsão é de um crescimento de 8% no faturamento. Também há uma expectativa de que haja maior número de empregos, com um crescimento de 6%, enquanto a abertura de novas franquias também deve aumentar em 6%.

Como funciona uma franquia fotovoltaica?

Diante de um mercado tão promissor, é importante lembrar que existem franquias nas mais diversas áreas, incluindo construção civil, varejo, alimentação, etc. No entanto, uma das áreas que merece destaque é a tecnologia — e as franquias de energia solar fotovoltaica são uma das opções nesse ramo. Mas você sabe como funciona esse tipo de negócio?

Em primeiro lugar, é importante entender que ela funciona como qualquer outra franquia: há um franqueador, uma marca que já testou um produto ou serviço no mercado e está disposta a disponibilizar seu know-how, infraestrutura e produtos para que outra pessoa replique o modelo em um outro lugar.

A franquia fotovoltaica também é uma forma de negócio que funciona nesse mesmo estilo. A particularidade, aqui, é que o produto que você vai comercializar na sua franquia são equipamentos para geração de energia solar e serviços de planejamento, instalação e manutenção na área.

No geral, o procedimento para ser um franqueado tem inúmeras etapas, que envolvem:

  • preenchimento de formulário de interesse;
  • envio de ficha de pré-qualificação;
  • análise da ficha;
  • entrevista com o franqueador;
  • entrega da Circular de Oferta de Franquia (COF);
  • assinatura da minuta do contrato;
  • instalação física do negócio;
  • início das operações.

Quais são os benefícios de investir em uma franquia de energia solar?

Agora que você já sabe como está o mercado de franquia e como funciona uma franquia fotovoltaica, pode estar se perguntando: vale a pena investir nesse tipo de negócio? Com as constantes ameaças de uma crise energética, os aumentos das taxas para uso da eletricidade proveniente da rede pública, o aquecimento global e a busca por fontes sustentáveis de energia, podemos afirmar que sim! Por todas essas razões, os sistemas fotovoltaicos têm conquistado consumidores no mundo todo, inclusive no Brasil.

A energia solar tem se tornado cada vez mais atrativa não só para os investidores, mas também para os consumidores. Afinal, com a constante expansão do mercado, a possibilidade de sucesso do investimento é altíssima, sobretudo nos casos de franchising, uma vez que o empreendedor se beneficia do know-how do franqueador.

Diante de um cenário como esse, já se pode imaginar que existem muitas vantagens. Entenda agora quais são os principais benefícios de investir em uma franquia nesse setor!

Mercado em expansão

Não é apenas o mercado de franquias que apresenta ótimos índices de crescimento, mas também o de energia fotovoltaica. Os problemas enfrentados pelo setor de abastecimento energético tradicional e a necessidade de investir em energias sustentáveis faz com que a energia solar apareça como protagonista.

Credibilidade e suporte do franqueador

Quando você escolhe um bom franqueador para investir, com uma marca conhecida e consolidada no mercado, já inicia o negócio com credibilidade e confiança por parte dos seus clientes. Além disso, o franqueador traz experiência e um modelo de negócio que já foi testado, o que significa que você vai receber todo o suporte e auxílio necessário — tanto em relação ao conhecimento do negócio quanto na hora de gerenciar a sua empresa.

Capacitação na área

Uma das grandes dúvidas de quem pretende entrar no setor de energia solar é relacionada à capacitação técnica. Afinal, muitas pessoas têm interesse em abrir uma franquia fotovoltaica, mas nunca trabalharam nesse setor.

É aí que o modelo de franquia se mostra como uma ótima oportunidade. Isso porque o franqueador oferece treinamentos constantes ao franqueado. Vale ressaltar que a capacitação de qualidade é imprescindível para que você ofereça serviços de qualidade para os seus clientes e, dessa forma, garanta o sucesso no mercado energético.

Elimina a necessidade de testes de equipamentos

A qualidade dos equipamentos utilizados no setor de energia solar também é outro diferencial muito importante para garantir o sucesso do negócio. Porém, quando você inicia uma empresa sozinho, precisa investir tempo e recursos financeiros para comprar e testar diversos equipamentos, até descobrir qual é o melhor.

No caso de uma franquia fotovoltaica, isso não é necessário. O franqueador já apresenta experiência no mercado e, por isso, já testou esses equipamentos. Dessa forma, é ele quem escolhe e disponibiliza para você as informações sobre os melhores dispositivos a serem utilizados.

Baixo risco de investimento

Um dos grandes medos de quem escolhe abrir o próprio negócio é investir o dinheiro e não obter retorno satisfatório. Entretanto, a franquia, quando bem escolhida, reduz muito esse risco. Isso porque a marca já é consolidada no mercado, o que significa que já conta com uma base de clientes e uma boa reputação.

Além disso, o empreendimento conta com todo o know-how e modelo de negócio do franqueador, o que dá ainda mais segurança nesse aspecto. Isso também faz com que o retorno sobre o investimento realizado seja muito mais rápido do que um negócio próprio — podendo acontecer em menos de um ano.

Você conquista independência

Apesar de o franqueador oferecer a marca, expertise e ter grande ingerência sobre a franquia, principalmente no que se refere ao modelo de negócio, você tem total independência financeira e jurídica.

Como você pode perceber, são inúmeras as vantagens oferecidas por uma franquia de energia solar. No entanto, para ter certeza de que o seu negócio terá todos esses benefícios, a escolha do franqueador deve ser feita com muita atenção. Afinal, optar por uma marca que apenas oferece soluções mais baratas aos consumidores e não tem a credibilidade necessária pode custar caro.

Como escolher uma franquia fotovoltaica?

A rentabilidade de uma franquia de sistemas fotovoltaicos é alta, sobretudo em decorrência do valor agregado. Porém, isso só acontece quando você escolhe muito bem o franqueador, com base em uma série de cuidados e observações.

Por isso, a decisão acerca do investimento deve ser feita com cautela. A franquia escolhida precisa ser compatível com o perfil do investidor e, claro, capaz de propiciar o retorno esperado. Descubra agora quais são as medidas que você deve adotar antes de fechar um acordo com o franqueador!

Analise o seu perfil

O primeiro passo na hora de buscar um franqueador é analisar o seu perfil enquanto empreendedor. Isso porque existem vários tipos de empreendedores, cada um com potencialidades diferentes.

Dessa forma, é importante que você entenda:

  • quais são as suas principais habilidades e competências;
  • quanto tempo terá disponível para se dedicar ao negócio;
  • valores que você pode e deseja investir;
  • região em que pretende atuar;
  • área de atuação da sua preferência;
  • riscos que está disposto a correr, entre outras características.

Com clareza sobre quem você é e o que deseja na hora de investir em uma franquia, é hora de buscar por franqueadores que sejam adequados a esse perfil e que atendam aos seus anseios.

Conheça sua capacidade de investimento

Outro aspecto importante que deve ser levado em consideração são os valores, ou seja, o investimento financeiro necessário para que você comece a sua franquia fotovoltaica. Isso porque existem diversos tipos de franquias, com diferentes tamanhos e, consequentemente, diferentes exigências em relação ao valor de investimento inicial.

Na hora de escolher, você precisa ter clareza sobre qual a sua capacidade real de investimento e, a partir disso, buscar um negócio cujo valor inicial seja inferior a isso. Afinal, a possibilidade de gastar mais do que o previsto está presente em qualquer empreendimento!

Nesse aspecto, também é essencial tomar alguns outros cuidados. Em primeiro lugar, saiba que o capital disponível deve ser suficiente para manutenção das atividades empresariais até que elas se tornem rentáveis. Logo, é importante levar esse tempo em consideração na hora de realizar os cálculos financeiros sobre o valor máximo da franquia.

Além disso, não tente se enganar e seja muito sincero com você mesmo e o franqueador sobre o valor que você pode investir. Caso contrário, você vai comprometer tanto a sua saúde financeira quanto a do seu novo negócio.

Pesquise sobre a franqueadora

Como você já percebeu, um dos grandes benefícios do investimento em franchising é o fato de o franqueado contar com a credibilidade de uma marca já reconhecida e com um modelo de negócio de sucesso. Por isso, é muito importante conhecer a franqueadora antes de fechar um contrato.

Para isso, pesquise muito sobre a empresa, buscando referências relacionadas à experiência de negócio que ela tem e a reputação do franqueador no mercado. Também se informe sobre a estrutura que ela oferece aos franqueados, sobretudo no que se refere ao apoio gerencial e operacional.

Lembre-se de que, para as franquias de energia solar, também é muito importante que a empresa forneça cursos de capacitação e treinamentos, pois eles são imprescindíveis para o sucesso na venda, dimensionamento e instalação dos sistemas fotovoltaicos. Dessa forma, verifique não apenas a oferta das capacitações pelo franqueador, mas também a qualidade dos cursos que ele é capaz de oferecer para você e sua equipe.

Verifique a regularidade da franquia

Outro ponto que deve ser levado em consideração é a capacidade que a franqueadora tem de garantir a viabilidade do plano de negócio. Afinal, contar com um modelo de negócio já testado no mercado é uma das maiores vantagens de investir em uma franquia, não é mesmo?

Portanto, solicite à franqueadora os dois últimos balanços gerais. Isso é uma das obrigatoriedades da franqueadora para com o possível franqueado. Além de analisar os balanços, também se informe acerca da regularidade tributária e fiscal da empresa — o que pode ser feito por meio da obtenção de certidões negativas junto aos órgãos públicos ou por meio de referências comerciais.

Não deixe de verificar também se a empresa está registrada na Associação Brasileira de Franchising (ABF), uma vez que isso comprova que ela observa as determinações legais na prática.

Analise a Circular de Oferta de Franquia (COF)

Um dos documentos que você precisa analisar com cuidado é a Circular de Oferta de Franquia (COF). Ele é fornecido pelo franqueador logo no início das negociações com o franqueado, e deve conter todos os termos de uso e operações da franquia, incluindo as obrigações, deveres e direitos de ambas as partes.

Portanto, como você pode perceber, ele funciona como um "pré-contrato" entre você e o franqueador, e é nele que todos os termos dessa relação serão selados. Assim, analise-o com muita atenção! Sempre que tiver dúvida em relação a algum ponto, questione e, se puder, recorra ao auxílio de um advogado.

Converse com outros franqueados

Outra boa medida antes de fechar um contrato com uma franqueadora é procurar conversar com franqueados e ex-franqueados da marca — vale ressaltar que a COF contém uma lista com a identificação deles.

Procure saber sobre o suporte oferecido pela empresa, as capacitações e treinamentos, o retorno do investimento, como é a atuação no mercado, se suas expectativas iniciais foram atendidas, etc. Essas informações o ajudarão a conhecer a franqueadora e a fazer a melhor escolha.

Como você deve ter notado com a leitura deste artigo, o mercado de franquias de energia solar é muito promissor, sobretudo em decorrência do alto valor agregado ao produto oferecido ao consumidor. No entanto, antes de investir em uma franquia fotovoltaica, é fundamental que você tome alguns cuidados, de modo a escolher o melhor negócio para investir seu dinheiro.

Portanto, tenha clareza sobre quais são os seus anseios e pesquise bastante, tanto sobre o mercado quanto sobre a franquia fotovoltaica. Aproveite para também realizar um planejamento estratégico, a fim de auxiliar no seu direcionamento, e analise de perto a viabilidade e retorno que o negócio pode oferecer. Dessa forma, você estará pronto para realizar o sonho de ser o dono do seu próprio negócio!

Mostramos a importância da franquia de energia solar fotovoltaica e por que vale a pena se tornar um franqueado, principalmente se a empresa de franquia for a HCC Energia Solar. Ficou com alguma dúvida sobre como escolher uma franquia? Então, entre em contato conosco agora mesmo! Com certeza, será um prazer ajudar você.