Afinal, o que é energia solar fotovoltaica?

Afinal, o que é energia solar fotovoltaica?

Tempo de leitura: 

9 minutos

Sem dúvida alguma, o aproveitamento da energia gerada pela radiação solar é uma das fontes mais limpas e renováveis de produção de eletricidade de todos os tempos. Por isso, é interessante conhecer o que é energia solar fotovoltaica, bem como as oportunidades de economia que esse recurso oferece.

Nos dias em que vivemos, ela é uma das alternativas mais eficientes para diminuir o consumo de energia elétrica tradicional — geralmente produzida pelas hidrelétricas —, bem como para reduzir os danos causados ao meio ambiente, algo que é muito valorizado nos dias de hoje.

Podemos dizer que não é por coincidência que cada vez mais empresas e residências estejam aderindo ao conceito de produção de energia sustentável, pois, além de ser uma iniciativa que não polui o planeta e não utiliza recursos esgotáveis, ainda ajuda a reduzir drasticamente o valor da conta de luz do consumidor no final do mês, seja ele uma pessoa física ou jurídica.

Quer saber mais sobre a energia solar fotovoltaica, como funciona e quais os benefícios para quem a utiliza? Então continue acompanhando a leitura do artigo para entender tudo sobre esse assunto!

O que é energia solar fotovoltaica?

A energia solar fotovoltaica nada mais é do que a energia elétrica produzida pela radiação solar e, diferentemente do que muitos pensam, ela pode ser produzida até mesmo em dias chuvosos ou nublados, ou seja, até mesmo em situações adversas.

A lógica do seu funcionamento é relativamente simples: quanto mais exposição à luz do sol, mais eletricidade será gerada. Ou seja, a tendência é que dias mais ensolarados ajudem a produzir mais energia.

Saiba que, para converter a luz solar em energia elétrica, são utilizadas células fotovoltaicas normalmente feitas de silício ou outro material semicondutor. Conforme os raios solares incidem sobre uma célula fotovoltaica, o material semicondutor coloca os elétrons em movimento, o que acaba gerando eletricidade.

Esse tipo de sistema já é utilizado há mais de 30 anos, e a eficácia da energia solar fotovoltaica já foi 100% comprovada.

Como funciona a energia solar fotovoltaica?

Agora que você já sabe o que é energia solar fotovoltaica, é importante entender que o sistema que gera energia limpa e renovável permite que a sua propriedade seja valorizada, além de produzir sua própria energia elétrica.

Pode até parecer pouca coisa, mas na prática, isso ajuda a reduzir drasticamente o valor da sua conta de luz. Para saber como funciona esse processo na energia solar fotovoltaica, confira o passo a passo que listamos abaixo:

1. Instalação de painéis solares

Os painéis solares são instalados no telhado da propriedade e depois ficam conectados uns aos outros e no inversor solar. Dessa maneira, a luz do sol entra em contato com os painéis e reage produzindo energia elétrica.

2. Conversão em energia elétrica

Na prática, o inversor solar converte a radiação do sol absorvida pelos painéis fotovoltaicos em eletricidade, que pode ser utilizada para abastecer uma casa ou uma empresa com a finalidade de ligar máquinas, computadores, televisores e qualquer equipamento elétrico.

3. Envio de energia

A energia é absorvida pelos painéis solares, convertida no inversor solar e enviada ao seu quadro de luz. A partir daí, ela passa a ser distribuída para utilização em sua casa ou empresa. A consequência disso é que o seu consumo de eletricidade da distribuidora é reduzido drasticamente.

4. Utilização da energia solar

A energia solar produzida pode ser utilizada para ligar seus aparelhos elétricos, lâmpadas, chuveiros e qualquer outro objeto que esteja conectado à rede elétrica. Podemos dizer, inclusive, que uma grande economia pode ser gerada por esse sistema.

5. Retorno para a rede elétrica

O relógio de eletricidade (medidor bidirecional) é o instrumento que a companhia de fornecimento de energia usa para medir quanta eletricidade você consome. A energia produzida que não for utilizada retorna para a rede elétrica passando pelo relógio de eletricidade.

Em outras palavras, o excesso de energia é “injetado” na rede da companhia, transformando-se em “crédito de energia” que pode ser utilizado durante a noite ou nos meses seguintes. Nesse processo, você basicamente produz energia renovável com a luz solar e reduz o valor da sua conta de eletricidade.

O que fazer para instalar um sistema de energia solar fotovoltaica?

Antes de tudo, é preciso entrar em contato com uma empresa que tenha credibilidade e experiência no setor e solicitar um orçamento. Os profissionais saberão informar as regras e exigências (que podem variar de uma companhia para outra) necessárias para instalar o sistema de energia solar fotovoltaica em sua rede elétrica.

Continue acompanhando a leitura porque nos próximos tópicos falaremos com mais detalhes sobre como é possível encontrar a melhor empresa para fornecer esse tipo de solução.

Quais mudanças serão realizadas em minha empresa ou residência?

Optando por instalar um sistema de captação de energia solar, muitas mudanças acontecerão na sua empresa ou na sua residência, mas a principal delas é que o antigo relógio — aquele que mede a eletricidade — será substituído por um modelo de medidor bidirecional.

Esse equipamento tem a função de mensurar a entrada e a saída de energia. Dessa forma, o relógio é capaz de mensurar não somente a energia que você consome ao longo do ano, mas também a que você produz em excesso pelo sistema fotovoltaico, gerando os “créditos de energia” já citados.

Como funcionam os créditos de energia?

Você já deve ter entendido que saber o conceito de “crédito de energia” é essencial para compreender o funcionamento da lógica da energia solar fotovoltaica, certo? Acompanhe, então, a nossa explicação sobre como isso tudo funciona.

Os “créditos de energia” são medidos em kWh. A cada kWh produzido em excesso pelo sistema de energia solar fotovoltaica, você receberá 1 ponto de crédito de kWh, que pode ser consumido durante a noite ou nos meses posteriores.

Assim, o crédito será contabilizado por seu novo modelo de relógio de eletricidade bidirecional e mensurado pela companhia de luz. Quando você receber sua conta de consumo de eletricidade, poderá ver quanta energia consumiu da companhia e quanta “injetou” de volta.

Nesse sistema, caso você tiver “fornecido” mais eletricidade do que consumiu, receberá os créditos para utilizar no mês seguinte, e assim sucessivamente.

Vale ressaltar, ainda, que os “créditos de energia” são regulamentados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), e têm regras específicas que mudam de acordo com a classe de consumo de sua propriedade e localização.

Por que utilizar a energia solar fotovoltaica?

Entre as vantagens de utilizar um sistema de energia solar fotovoltaica, há algumas que se destacam. Veja quais são:

  • nunca vai acabar, pois não utiliza nenhum recurso esgotável da natureza, como a água;
  • é uma fonte de energia limpa. Isso significa que seu processo de produção não gera poluentes ou resíduos que prejudicam o meio ambiente;
  • é versátil, podendo ser instalada em qualquer lugar, independentemente do tamanho da propriedade ou localização;
  • é silenciosa — o sistema de conversão de energia solar fotovoltaica é totalmente insonoro, ou seja, não gera qualquer incômodo por meio de ruídos indesejáveis;
  • é confiável — quando instalado por uma empresa com experiência e credibilidade no mercado, o sistema de produção de energia solar se torna totalmente seguro;
  • apresenta grande resistência, visto que equipamentos de qualidade e com certificação dos órgãos regulamentadores são mais duráveis e exigem pouca manutenção;
  • facilidade para instalação, pois você não precisa se preocupar com obras longas ou qualquer transtorno em sua propriedade;
  • é modular, ou seja, se você estiver satisfeito com os resultados, pode ampliar o sistema de produção de energia solar conforme a necessidade.

Qual o crescimento do uso dessa energia?

O fato é que o crescimento do uso desse tipo de energia só cresce. Se há alguns anos atrás era considerado uma novidade, hoje já é uma realidade para muitos países. Podemos tomar como exemplo o ano de 2016, que foi marcado pelo crescimento expressivo no mercado de países como os EUA, China e Índia.

O ano de 2017 também foi bastante animador. Apesar do crescimento na Europa ter sido bastante tímido, notou-se uma boa ampliação e equilíbrio, tanto nas instalações de grande porte (que são as grandes usinas solares) quanto no que chamamos de geração distribuída — painéis solares instalados nos telhados das empresas e das casas.

Isso só mostra que essa maneira de gerar energia abrange diversas necessidades, que podem ir desde oferecer energia para uma residência até ajudar na alimentação de postes das vias públicas para atender as necessidades da população.

Quais são os maiores mercados de energia solar fotovoltaica?

É importante você saber que a energia solar fotovoltaica já alcançou o posto de terceira maior fonte de energia renovável no mundo, ficando atrás apenas da energia hidráulica e eólica. Hoje, mais de 100 países já contam com a produção desse tipo de recurso.

Dentre esses países, o panorama é de que o mercado chinês é o que mais cresce atualmente quando o assunto é a produção de energia solar fotovoltaica. Depois da China, citamos o Japão e os EUA nesse ranking que representa o crescimento da produção no mundo.

Apesar do crescimento dessas potências não europeias, a Alemanha continua sendo considerada o maior produtor de energia fotovoltaica do mundo.

Qual o potencial da energia solar fotovoltaica no Brasil?

Lembremos que a geração de energia solar fotovoltaica utiliza a fonte renovável do tipo de energia mais abundante do mundo: o sol. Por isso, é vista como uma inovação no campo de tecnologias que envolvem energia limpa e sustentável.

Desse modo, percebe-se que o Brasil possui um potencial sem tamanho para explorar a captação dessa energia, visto que o índice de irradiação solar no país é muito grande. Para ter uma noção, ele é muito maior que o da Europa, onde se tem uma produção que já é consolidada.

Apesar disso, hoje a geração dessa energia em terras brasileiras ainda é 100 vezes menor do que a produzida em território europeu. Ou seja, ainda há muito o que ser feito, mas tudo indica que o país tem condições de ser o maior produtor de energia solar fotovoltaica do mundo!

Como escolher uma empresa para instalar um sistema fotovoltaico?

Para finalizar, preparamos aqui algumas dicas para que você possa escolher a melhor empresa no momento de instalar um sistema fotovoltaico no seu negócio. Confira:

Analise o atendimento prestado

É possível observar a qualidade do serviço prestado pela empresa logo no seu atendimento. Então, é um bom ponto de partida avaliar a recepção ao cliente. Caso a empresa não for ágil nessa questão e muito menos tratá-lo da maneira adequada, é bem provável que ela também não seja eficiente na prestação do serviço.

Verifique se a solução atende seus objetivos

Outra dica importante é verificar se a solução proposta pela empresa atende as suas necessidades. Aproveite também para entender como é esse processo, observando se a empresa teve o cuidado de realizar um diagnóstico antes de propor um orçamento, por exemplo.

Tire todas as suas dúvidas

Obviamente que as dúvidas vão aparecer, e elas são mais importantes do que você imagina. Além de poder entender melhor o processo, questionar é uma maneira de avaliar se a empresa sabe lidar com dúvidas e se tem capacidade de fazer uma boa instalação.

Verifique o histórico da empresa

É importante verificar também se a empresa tem um histórico favorável, com clientes satisfeitos e que recomendam a contratação para novos consumidores. Essa é uma ótima maneira de avaliar a experiência que ela tem no mercado.

Além disso, confira se a empresa oferece garantia de mão de obra, que deve ser no mínimo de 1 ano. Pense que pequenos problemas podem acontecer, e em muitos casos é necessário solicitar ajuda técnica.

Lembrando ainda que o conceito de consumo sustentável é tão bem aceito nos dias atuais​ que a sua empresa ou a casa tem o valor incrementado ao ter um sistema de energia solar fotovoltaica instalado. Por esse motivo, é interessante saber muito bem o que é energia solar fotovoltaica e tirar proveito desse recurso.

Viu como motivos não faltam para apostar nessa fonte de eletricidade? Se você ainda tem alguma dúvida, descubra agora quais são as 5 principais vantagens de investir em um sistema fotovoltaico on-grid!