As principais fontes de energia do futuro que você precisa conhecer!

As principais fontes de energia do futuro que você precisa conhecer!

Tempo de leitura: 

3 minutos

Com o esgotamento das reservas de gás, petróleo, carvão e outros recursos naturais utilizados na geração de energia e combustíveis fósseis, um novo mercado deve ganhar importância: o de energia renovável.

Hoje, ele ainda é pouco explorado, mas, assim como uma empresa pequena, ainda tem muito espaço para crescer, gerando oportunidades. Foi por isso que elaboramos este post. Você conhece as fontes de energia do futuro?

Descubra, a partir de agora, quais são essas fontes, as expectativas de crescimento e por que você deve investir nesse segmento!

Por que o mercado de energia renovável é tão importante para o Brasil?

O Brasil é um dos poucos países no mundo com condições favoráveis à implementação de parques geradores de energia renovável. Essa característica coloca-o no radar dos maiores investidores do setor, trazendo oportunidades de emprego e renda para diversas regiões.

Como as concessionárias de energia sofrem com limitações de produção, altos custos e dificuldade em atender a demanda crescente por consumo, o mercado de energia renovável representa uma solução para o futuro.

Quais são as principais fontes de energia renovável do país?

Atualmente, três formas de geração de energia renovável se destacam no Brasil. Conheça um pouco sobre cada uma delas abaixo!

Eólica

A energia eólica é gerada com a força do vento. Grandes hélices são instaladas nas pontas de torres, formando turbinas que lembram ventiladores gigantes. Elas são movidas pelo vento, gerando energia ao girarem. Como exemplo, temos o parque eólico da Chapada do Araripe, localizado entre os estados de Pernambuco e Piauí, que soma 156 torres geradoras.

Solar

Com grande incidência de luz do sol, o Brasil também se destaca pelos parques geradores de energia solar. Painéis fotovoltaicos são instalados no chão ou em posições mais elevadas para captarem os fótons provenientes do sol e convertê-los em energia. Um exemplo é a usina solar de Bom Jesus da Lapa, na Bahia, que já atende à demanda energética anual de 166 mil casas.

Agora que você já conhece brevemente as energias eólica e solar, pode saber mais detalhes cada uma delas! Na imagem abaixo, você encontra um e-book comparativo.

Biomassa

Esse método consiste na incineração de materiais orgânicos descartados e não reutilizáveis, como cascas, bagaços e palhas, para gerar energia à base de calor. Como a queima é basicamente de vegetais, a liberação de CO2 não causa grandes danos à atmosfera do planeta, sendo mais facilmente convertido em oxigênio pelas plantas no processo de fotossíntese. Produtores de biocombustíveis, por exemplo, já atuam como fornecedores de bagaços a essas usinas.

Qual é a expectativa para esse mercado no futuro?

Diante de uma potencial crise energética, o mercado de energia renovável tem sido cada vez mais visto como uma oportunidade de investimento. Por causa disso, os governos federal, estaduais e municipais autorizaram a liberação de incentivos que facilitam o financiamento para aquisição, instalação e manutenção dos equipamentos.

Se quiser saber mais sobre esse assunto, clicando na imagem abaixo, você faz o download de um e-book que apresenta os principais modelos de financiamento disponíveis para pessoas físicas e jurídicas.

Para melhorar, o custo de investimento nesse setor vem caindo ano a ano, o que o torna ainda mais atrativo. Como há um espaço muito grande a ser explorado, cada vez mais investidores entram nesse segmento. Afinal, o consumo de energia renovável será predominante em um futuro breve.

Por que você deve investir em energia renovável?

Além de tornarem a sua casa e empresa autossuficientes energeticamente, as energias renováveis contribuem para a preservação do meio ambiente, pois suas fontes não geram poluição. E tem mais: você pode vender o excedente acumulado caso produza além da necessidade de consumo, e créditos de energia podem ser obtidos com a venda. Dessa forma, é possível alcançar uma ótima relação custo-benefício com o investimento no médio e longo prazo.

Agora que você já sabe quais serão as principais fontes de energia do futuro, aproveite para investir enquanto o mercado ainda é relativamente pequeno. Assim, pega toda a fase de expansão e se torna referência no segmento!

Gostou da ideia? Então descubra agora como instalar energia solar em ambientes empresariais e residenciais!

E se ficou curioso quanto à geração de créditos de energia, no link abaixo você encontra um guia rápido sobre o assunto!