Confira os principais direitos e deveres de um franqueado

Confira os principais direitos e deveres de um franqueado

Tempo de leitura: 

4 minutos

Diante de um mercado concorrido e com consumidores cada vez mais exigentes, é fundamental recorrer a estratégias que minimizem as dificuldades e aumentem as possibilidades de captar mais clientes.

A franquia é uma dessas estratégias. O empreendedor não precisará criar um “nome”, já que fará uso de uma marca renomada e contará com o know-how dela para alavancar o negócio.

No vídeo abaixo, você pode conferir essas e outras vantagens aplicadas ao mercado de energia solar.

É importante, contudo, tomar cuidado e escolher franquias cujo modelo de negócio apresente potencial de crescimento. Franquias com concorrência menor também são mais vantajosas. Afinal, os modelos de negócio já saturados não costumam apresentar resultados tão lucrativos.

Além de tudo isso, é importante ficar atento aos principais direitos e deveres de um franqueado. Quer saber quais são? Nosso post vai ajudar, confira!

Os direitos de um franqueado

Nessa primeira parte, vamos analisar os principais direitos do franqueado.

Treinamento

O franqueado tem o direito de receber treinamento antes de começar seu trabalho. Esse treinamento faz parte das condições contratuais.

Dessa forma, ele conhecerá como deve desenvolver sua atividade, aprenderá estratégias para captar clientes, se atualizará sobre os novos recursos e ferramentas que podem ajudá-lo, questões legais e assim por diante.

O franqueado também ficará conhecendo a cultura organizacional do franqueador, de modo a atuar conforme os princípios e valores defendidos por ela.

Se você tem interesse em se capacitar para a venda e a instalação de sistemas fotovoltaicos, mas ainda não está pronto para aderir a uma franquia, há outras formas de treinamento disponíveis. Um exemplo é o nosso Programa de Parceiros.

Você pode conhecê-lo melhor e, se quiser, entrar na lista de espera para a próxima edição, clicando na imagem abaixo.

Suporte técnico e consultoria

O franqueado precisa de consultoria contínua por meio de visitas pessoais, reuniões, circulares e outras coisas. Ele tem direito também a manuais e guias antes de iniciar suas atividades. Durante a implantação, a orientação do franqueador também é fundamental.

Ele deve ainda ser convidado para participar de programas de capacitação, de encontros e de treinamentos que assegurem acesso ao conhecimento.

Transparência

Transparência significa acesso às informações mais importantes do negócio, como as ações e decisões que impactam no setor financeiro, os investimentos, o atendimento ao cliente e o marketing.

Essas informações devem ser repassadas ao franqueado com clareza.

COF (Circular de Oferta da Franquia)

Outro direito é receber a Circular de Oferta de Franquia (COF), a qual contém todas as informações sobre o negócio.

Esse documento deve ser entregue no prazo mínimo de 10 dias antes da assinatura do contrato. O franqueado deve exigir a atualização constante da COF, o que é uma proteção para ambas as partes.

Os deveres do franqueado

Todos gostam de ter direitos, mas nem sempre as pessoas gostam de cumprir deveres. Nosso objetivo, contudo, é mostrar os direitos e deveres de um franqueado, pois somente conhecendo uns e outros ele poderá efetivar um bom negócio, seja qual for a franquia.

Obedecer às regras da franquia

Na COF e no contrato estão registradas as regras que devem ser seguidas para que a franquia dê certo.

É fundamental respeitar as regras para evitar penalidades como multas ou até o encerramento da parceria.

A empresa franqueadora tem sua própria política de trabalho, bem como normas, padrões e processos relativos à instalação, à operação e à administração da unidade.

Também existem regras quanto às ações de marketing, que devem respeitar o perfil do franqueador.

Arcar com as taxas e as despesas

É preciso também assumir taxas e despesas. Existem valores relativos à aquisição e à continuidade do modelo de negócio, envolvendo:

  • taxas de franquia (inicial);
  • royalties (periodicamente);
  • contribuição para o Fundo Cooperativo de Marketing, que ajuda a custear despesas com a divulgação da marca e também é periódica.

Além disso, o franqueado deve assumir despesas associadas ao pagamento de salários dos funcionários que trabalham em seu ponto de negócio, às compras de insumos (produtos, matéria-prima), ao pagamento dos fornecedores homologados, ao aluguel do ponto e de algum equipamento e outros custos.

Manter o negócio em crescimento

O franqueado deve promover o nome da marca, explorando possibilidades e aproveitando as oportunidades que surgirem.

O franqueador também precisa do franqueado para que sua marca se expanda ainda mais e gere receita para todos.

Listamos aqui os mais importantes direitos e deveres de um franqueado. Eles devem ser conhecidos e praticados para que a relação franqueador-franqueado funcione de forma efetiva.

O sistema de geração de energia solar é um segmento que está crescendo atualmente e oferece boas oportunidades para ganhar dinheiro. Confira as razões para investir em uma franquia de energia solar da HCC.

Por fim, você pode compreender na prática do que estamos falando, falando com um de nossos consultores para conhecer os nossos modelos de franquia. É só clicar na imagem abaixo!