Conheça os principais custos operacionais da sua empresa

Conheça os principais custos operacionais da sua empresa

Tempo de leitura: 

4 minutos

Ao iniciar um empreendimento, o empresário passará a lidar com vários compromissos diários que podem impactar em seus lucros. Desse modo, para ter sucesso no empreendimento, é essencial gerir de forma consciente os custos operacionais de sua empresa e evitar que ela passe a operar no vermelho.

Um planejamento de gastos eficiente é fundamental para a sobrevivência de qualquer empresa. Todos os custos a serem pagos durante o mês devem ser previamente conhecidos e ter a parte da receita já destinada para tal fim. Assim o empresário jamais será pego de surpresa e esses gastos não serão entraves para a ocorrência de lucros.

Interessou-se em saber mais sobre os custos operacionais a que uma empresa está submetida e conhecer quais são eles? Então continue a leitura!

Salários

O êxito de uma empresa está intimamente ligado à equipe que desenvolve a sua atividade fim. O empresário jamais conseguirá desenvolver suas ideias se trabalhar sozinho. É necessário ter funcionários capacitados em sua equipe. No entanto, quanto maior e mais qualificado for o seu quadro de empregados, mais ele deverá se preocupar com os salários.

Os salários são um custo operacional a que, obrigatoriamente, a empresa deve se submeter. O empresário deve calcular os custos de ter determinado funcionário e os retornos profissionais que o empregado traz para saber se o investimento vale a pena.

Analise o seu quadro de funcionários com cuidado. Ainda que se trate de um assunto delicado, mantenha somente os trabalhadores indispensáveis para sua empresa. O custo de um funcionário pode ser elevado e impactar no lucro empresarial.

Água, luz e despesas de funcionamento

Os custos operacionais de uma empresa têm outra variável, que são as despesas de funcionamento. O funcionamento das máquinas e equipamentos da sede empresarial requer o pagamento de taxas mensais de serviços às concessionárias e empresas. É o caso, por exemplo, de água, luz, telefone, internet, gás etc.

São vários os serviços que devem ser contratados pelo empresário para o exercício da atividade-fim da sua empresa. É importante salientar, ainda, que essas taxas para empresas costumam ser altas em decorrência do grande número de equipamentos e pessoas, que consomem muito dos serviços oferecidos. A conta de luz de uma empresa, por exemplo, costuma vir bastante alta, muitas vezes em razão dos aparelhos de ar-condicionado ligados durante todo o dia.

A solução para reduzir esses custos operacionais é evitar o desperdício e investir em equipamentos mais modernos, que gastam menos, e outras fontes de energia mais baratas. Conscientize a sua equipe de que esses gastos podem impactar os lucros, e, consequentemente, os dividendos repassados aos funcionários. Assim, eles buscarão economizar e usar de forma racional.

Máquinas mais modernas consomem menos luz e evitam o desperdício. Muitas vezes você, como empresário, paga um valor mais alto para adquiri-las, mas a economia nos custos operacionais é tão eficiente que o valor é revertido em lucros na sua empresa.

Impostos e taxas

As questões tributárias são uma das grandes dificuldades que os empreendedores enfrentam no nosso país. Geralmente, os impostos e taxas para pessoas jurídicas são diferenciados e maiores em relação às pessoas físicas. Além disso, são vários os encargos que devem ser pagos ao Fisco e à Previdência Social por causa dos empregados.

É fundamental que o empresário tenha conhecimento e consciência da existência desses tributos e que os mantenha sempre em dia, sob pena de ser enquadrado em algum tipo de punição administrativa ou até criminal, por sonegação.

Mantenha, em sua equipe, profissionais capacitados para calcular os tributos e taxas devidos e buscar algum tipo de isenção ou imunidade para sua empresa. Dessa forma, eles serão pagos sempre em dia, você evita multas e a empresa pode fazer o cálculo e seus lucros sem se preocupar com eventuais surpresas.

Multas

Há um atributo do Estado chamado poder de polícia administrativo. Ele confere ao Estado o poder de fiscalizar as empresas e os serviços desempenhados por particulares e aplicar sanções quando encontram algum tipo de irregularidade.

São muitos os regramentos que disciplinam a atividades das empresas e o seu não cumprimento gera aplicação de multas pelos órgãos fiscalizadores. Nessa categoria de custos operacionais também podem ser incluídas as multas fiscais que se dão em decorrência do atraso no pagamento de tributos ou contribuições previdenciárias.

Assim, evite totalmente o fato gerador desse tipo de custo operacional. Digitalize seus equipamentos e sua gestão empresarial de forma a prevenir sanções. Invista também em funcionários capacitados para fiscalizar previamente o que pode estar em desconformidade com as normas e corrigir antes da geração de qualquer punição estatal.

Contratos com fornecedores

Os contratos de uma empresa com seus fornecedores podem representar uma grande parte dos custos operacionais. O ideal é que o empresário procure sempre fechar contratos mais vantajosos para sua empresa prezando pelos menores preços sem se esquecer da qualidade dos produtos.

É fundamental que o gestor sempre revise os contratos empresariais firmados. Busque saber se o serviço vem sendo prestado de maneira eficiente e por um preço justo ou se há algum concorrente que oferece melhores condições. Nesse caso, é importante migrar de fornecedor ou apresentar uma proposta de revisão ao contrato vigente.

Adotando esse tipo de gestão consciente na sua relação com seus fornecedores, você melhorará muito a saúde financeira da sua empresa e demonstrará aos seus fornecedores que você e sua empresa estão atentos à parte financeira dos contratos e aos serviços prestados.

Portanto, pudemos perceber que os custos operacionais podem impactar seriamente nos lucros e na saúde financeira de uma empresa. Para evitar que isso aconteça, o gestor deve elaborar um planejamento estratégico com o objetivo de evitar que eles ocorram ou ao menos minimizá-los.

É preciso ter conhecimento prévio de todos os custos operacionais a que sua empresa está submetida e até mesmo daqueles inesperados que possa vir a ter. Planeje seus gastos, conserve seu capital de giro e atue de forma responsável. Além disso, é fundamental ter uma equipe de funcionários capacitados e focados em fazer o seu empreendimento crescer.

Gostou de conhecer alguns tipos de custos operacionais e como você pode atenuá-los na sua empresa? Então curta nossa página no Facebook e tenha acesso a várias dicas como estas!