Guia completo: conheça tudo sobre o mercado de franquias no Brasil

Guia completo: conheça tudo sobre o mercado de franquias no Brasil

Tempo de leitura: 

14 minutos

O mercado de franquias é muito promissor no Brasil, pois onde há variedade de público permite-se o investimento em diversos modelos de negócio. Esse é um setor que vem crescendo, contrariando a crise econômica atual.

Além disso, o franchising brasileiro é um dos maiores do mundo, contando com várias marcas de diferentes segmentos. Por conta disso, neste texto, mostraremos um panorama completo do mercado de franquias com todas as informações acerca desse assunto. Acompanhe!

Quais os números do mercado de franquias no Brasil?

O franchising vem crescendo cada vez mais no Brasil e, por isso, ele pode ser uma boa maneira de investir seu patrimônio. Entenda mais sobre essa questão econômica a seguir.

Contribuição econômica para o país

É verdade que o Brasil enfrenta uma grave crise econômica que afeta diversos setores, fazendo com que muitas empresas tenham que fechar as portas ou recorrer à ajuda judicial. Na contramão dessa crise, o mercado de franquias tem crescido, contribuindo para o fortalecimento do comércio.

Para se ter uma ideia, a Associação Brasileira de Franchising (ABF) estimava que, em 2018, haveria uma expansão de 8% do faturamento e de 3% do número de lojas. E, na realidade, essa estimativa foi superada, já que ele cresceu em 8,4% e o número de unidades em 5%.

Em comparação com os anos anteriores, isso representa uma aceleração do ritmo de expansão. Isso porque o total de unidades teve um crescimento menor nos anos de 2017 e de 2016, sendo, respectivamente, 2% e 3,1%. Isso demonstra uma consolidação cada vez maior desse modelo de negócios.

Segundo a ABF, isso em muito se deve à retomada de um lento crescimento da economia, além da inovação trazida pelas franqueadas, o que as torna mais atraentes.

Para 2019 a previsão é ainda mais otimista. A ABF estima que o número de unidades se expandirá entre 5% e 6%, e o aumento do faturamento ficará entre 8% e 10%. Isso, mais uma vez, leva em conta a recuperação econômica nacional.

Ainda, os franqueadores contribuem para a geração de empregos, já que no segundo trimestre de 2018 o número de empregados do setor chegava a 1,224 milhão contra 1,2 milhão do mesmo período de 2017. Isso os empresários atribuem à reforma trabalhista, que flexibilizou as relações de trabalho, permitindo a geração de novos postos com a contratação de cargos temporários e facilitando os contratos intermitentes.

Faturamento das empresas

Em seus relatórios, a ABF registou um faturamento anual de 2018 das empresas de franchising brasileiras de 160 bilhões de reais. Esse é um valor bastante significativo e representa aproximadamente 2,4% do PIB nacional.

Destacam-se nesse cenário marcas de alguns segmentos com maior participação. Saúde, Beleza e Bem-Estar estão no topo do setor, o que representa a maior disponibilidade de capital da população para lidar com questões de saúde e de estética.

Hotelaria e Turismo vêm em seguida, graças a expansão do e-commerce e de escritórios do tipo home office. Serviços e Outros Negócios ficam no terceiro lugar, porque esses são segmentos que têm atendido com eficiência a demanda Business to Business (B2B), ou seja, atendimento de uma empresa para outra.

Casa e Construção é o quarto na lista, que teve seu crescimento associado à liberação dos valores de FGTS inativo, o que proporcionou um aumento das reformas de imóveis, além de serviços menores, como manutenção e pequenos reparos.

Seguindo a tendência de informatização de serviços e produtos, Comunicação, Informática e Eletrônicos estão no quinto lugar em crescimento nas franquias, o que muito se deve ao pagamento de faturas pela internet, aos serviços bancários online e ao marketing digital.

Oportunidade para empreendedores

Investir em franquias é uma oportunidade para os empresários aumentarem seus lucros, seja melhorando o leque de opções do seu negócio ou mudando de ramo. Isso porque, nesse modelo, é possível saber qual é o lucro esperado e quais ações devem ser tomadas para melhorar os ganhos.

O franchising é resultado de muitos estudos acerca do mercado, de experimentação de produtos e serviços e de uma boa receptividade do público. Os consumidores já estão fidelizados àquela marca, portanto, confiam nela e dão preferência diante de produtos similares, mesmo que mais baratos. Dessa forma, esse é um investimento seguro mesmo para aqueles que nunca empreenderam anteriormente.

Empreender é o sonho de muitos brasileiros que muitas vezes querem largar seus empregos fixos para gerenciar um negócio próprio. Assim, essa é uma forma melhor de aplicar o dinheiro acumulado ao longo de anos de trabalho. A chance de fechar as portas, ou seja, de falir, é bem menor do que ao abrir uma empresa do zero, sem ter noção de como fazer aquilo dar certo.

Outra vantagem é que a franqueadora apresenta todo o plano de gestão com as informações sobre a imagem da marca, os objetivos e a forma de lidar com o público-alvo. Além disso, existe o processo de adaptação para que você tenha auxílio até estar por dentro de todo o funcionamento.

Os treinamentos também fazem parte disso, tornando os seus funcionários alinhados à cultura organizacional da empresa. Além disso, apesar de carregar o nome fantasia de uma multinacional por exemplo, a razão social é independente, assim como o CNPJ.

Quais setores se destacam?

Alguns setores têm se destacado no mercado de franquias e, por isso, apontaremos alguns exemplos a seguir.

Alimentação

Com a rotina cada vez mais acelerada, com longas rotinas de trabalho e, muitas vezes, dividindo o tempo com a faculdade, os hábitos alimentares das pessoas têm mudado. O tempo em casa é valioso para descansar, passar com a família e colocar os projetos pessoais em dia. Portanto, se alimentar fora se tornou uma necessidade.

Dessa forma, as franquias de alimentação têm crescido em participação no território nacional. Diferente do que se pensa, não é só de fast food que é feito esse segmento, apesar de ser uma grande parcela dele. Há redes especializadas em cafés, onde a bebida aparece de forma tradicional, em composições quentes ou até geladas.

Sorveterias franqueadas também são comuns, assim como restaurantes de comida saudável, vegetariana ou vegana. Uma excelente aposta são as culinárias internacionais, como a japonesa ou a mexicana. Outras opções são as lojas especializadas em chocolates, em chás e até mesmo em um único tipo de salgado, como coxinha ou empada.

A grande vantagem desse negócio é que com relativamente pouco capital é possível abrir uma franquia desse tipo. Dependendo da sua escolha e do tipo de público que você pretende atingir, o investimento inicial chega a 45 mil ou até 25 mil. Claro que para oferecer mais opções é necessário desembolsar mais um pouco, mas o retorno é observado em mais ou menos dois anos.

Educação

O setor de educação, incluindo a educação pública e a privada, movimenta cerca de 134 bilhões de reais anuais no Brasil, sendo que só as escolas de idiomas geram 35 bilhões. O mercado de trabalho está cada vez mais exigente e se especializar é o essencial para se tornar um profissional desejado pelas empresas.

Assim, muitas pessoas procuram os cursos de inglês, que é a língua mais exigida. Ainda, muitos buscam aprender um segundo idioma estrangeiro, seja pela necessidade de viajar para algum país ou como forma de conhecimento pessoal.

As franquias de idiomas apresentam diversos modelos com turmas tradicionais, que englobam crianças, jovens e adultos, além de aulas particulares para atender àqueles que precisam de um horário mais específico para as aulas e que preferem privacidade para praticar.

É fato que as turmas do ensino regular brasileiro não dão conta de ensinar a todos os estudantes com a mesma eficiência. Por isso, não raro, os alunos enfrentam diversas dificuldades de aprendizado que não são sanadas pelo professor. Por isso, um tipo de franquia que está em ascensão é o de reforço escolar, voltado para o auxílio das matérias curriculares.

Os cursos pré-universitários também representam um bom investimento, com preparo voltado para os diferentes vestibulares de universidades estudais e federais, além do ENEM e faculdades particulares. Muitos oferecerem a opção de contratar cursos menores separados, como matemática ou redação.

Para ser um franqueado de educação não é necessário ter formação na área, apesar de ser preferível ter afinidade para facilitar na administração. O capital necessário para investimento varia muito e o período de trabalho coincide com o ano letivo escolar.

Saúde e bem-estar

Saúde e bem-estar caminham juntos, um não vai bem quando o outro não vai. Assim, essa é uma área que é prioridade para a maioria das pessoas. E, com a saúde pública lotada e sem recursos, contratar serviços particulares é uma necessidade para garantir uma vida mais saudável.

Franquias tradicionais dessas áreas são as clínicas de atendimento médico, que são muito procuradas por oferecerem diversas especialidades, além de exames laboratoriais. Isso é um grande diferencial porque todos os procedimentos podem ser feitos em um mesmo lugar, evitando que o paciente tenha que ir marcar em outra clínica, correndo o risco de não ter vagas.

A saúde bucal é também muito importante. Existem redes odontológicas que seguem um alto padrão de qualidade e têm uma ótima lucratividade. Isso porque todas as pessoas precisam fazer limpeza dentária, e muitas precisam dos serviços de ortodontia, ou seja, o uso de aparelho para ajustar o alinhamento dos dentes. A parte estética está presente nesse segmento com procedimentos como clareamento dental e aplicação de botox.

Fisioterapia e reabilitação são áreas muito promissoras porque são necessárias para a assistência de idosos e para que os pacientes possam se recuperar de fraturas e de cirurgias. Dessa forma, as franquias de fisioterapia são uma excelente aposta. Além disso, as redes de pilates têm também grande procura para correção de postura em geral.

Moda

No mercado da moda existem diversas marcas e produtos para atender a diferentes públicos e bolsos. As franquias varejistas apostam em um catálogo maior com todo tipo de roupa e até mesmo calçados. Essas atendem a moda feminina, masculina e infantil, com preços mais populares, e geralmente são localizadas nos grandes centros urbanos, em ruas de grande movimentação, onde chamam mais atenção, e em shoppings populares.

A redes de grife têm uma procura seleta, com produtos mais específicos. Os clientes desse tipo de loja apresentam renda maior, sendo geralmente de classe média alta. O interesse é em modelos praticamente únicos, de alta-costura e com poucas unidades iguais. Lojas assim são localizadas em áreas mais nobres, onde há bares e restaurantes de luxo, em uma rua longe de aglomerações.

Focar em um gênero é uma ótima estratégia para alavancar o negócio. Dessa forma, lojas de roupa feminina atraem uma grande quantidade de pessoas porque os produtos são ainda mais direcionados. Lojas voltadas para o vestuário infantil têm grande movimento porque facilitam a rotina dos pais que frequentemente buscam novas peças para os filhos em fase de crescimento. Por isso, a alta venda desse tipo de produto é garantida.

Joias e acessórios também fazem parte do universo da moda. Há franchisings especializadas em peças feitas de prata, e aquelas que focam na venda de bolsas e sapatos, ou gravatas, chapéus e lenços. Para ter sucesso, é preciso conhecer bem o seu público.

O que esperar para o setor de franquias em 2019?

O mercado de franquias vem se inovando a cada dia. Por isso, conheça a seguir quais são as principais novidades para o setor agora em 2019.

Modelos

Entender os formatos de franquia que mais se destacam é necessário para saber investir nessa área. Veja.

Microfranquia

Esse modelo é ideal para quem quer se tornar um empresário investindo um capital menor, porque as microfranquias são franquias baratas, com valor máximo de 90 mil reais. Elas representam uma versão menor e mais adaptável da franquia original. Com isso, é mais fácil instalar o negócio em pontos comerciais menores.

Há, ainda, a possibilidade de trabalhar via home based, sem a necessidade alugar algum lugar. Dessa forma, o franqueado atende da própria casa ou visita os clientes.

Devido a essas condições, esse formato tem se tornado mais atraente para o empreendedor brasileiro, o que ajuda no crescimento do setor. Segundo dados da ABF, a quantidade de microfranquias aumentou em 45% no período entre 2013 e 2016. No mercado brasileiro já existem mais de 600 marcas com esse modelo de negócio.

Quiosque

Os hábitos de consumo atuais têm se tornado mais exigentes, com a necessidade de relações que facilitem a compra para o consumidor. Nesse sentido, os quiosques são uma resposta para essa demanda com uma proposta de venda rápida.

É muito comum ver quiosques nos shoppings, onde há grande circulação de pessoas com disposição de comprar, mas eles não estão restritos a esses espaços. Aeroportos, supermercados, lojas de conveniência, galerias e terminais rodoviários são locais ideais para esse tipo de negócio. Tudo depende do tipo de serviço oferecido em relação ao público que passa por lá.

Os quiosques são um tipo de franquia vantajosa pela facilidade de gerir, o baixo custo de manutenção e o espaço reduzido, e que exigem menor capital para aquisição e montagem.

Loja

A loja é o modelo tradicional, que traz todo o conceito e os serviços da franqueadora. Nesse caso, ter um ponto comercial disponível para isso é uma das premissas básicas para pode atender aos consumidores de maneira eficaz. Apesar do valor exigido ser mais alto, e do retorno demorar mais que nos outros modelos, a lucratividade é bem maior.

Esse é um modelo que a franqueadora decide investir quando já é bem conhecida em uma região, quando existe um público fidelizado em seus produtos. Essa também é uma forma da marca se estabelecer como referência, chamando mais atenção que a concorrência. Uma loja bem posicionada cativa a população e se torna tradição em um local.

Inovação e tecnologia

Trazer inovações para os negócios é uma forma de se destacar em meio à concorrência, por isso, apresentar produtos inéditos e facilitar o consumo é essencial. Muitos empresários enxergam a oportunidade de crescer com franquias diferenciadas que oferecem produtos em novos formatos e em formas não-convencionais de atendimento.

A tecnologia é uma excelente aliada para esse propósito. Franquias de educação podem usar a internet para criar uma plataforma de ensino online, onde os alunos podem estender seu aprendizado para além da sala de aula. Restaurantes, cafés e lanchonetes podem instalar totens digitais no qual os clientes podem realizar o pedido que é diretamente enviado para a área de produção dos pratos.

Expandir o negócio para uma loja virtual também traz mais lucratividade, aumentando o nicho de vendas. Com isso, o relacionamento com os clientes também pode ser estreitado por meio do feedback que pode ser deixado no site por eles.

Setores para investir

Saiba quais são os principais segmentos de franquia para investir.

Negócios digitais

Os negócios digitais ganham destaque com a revolução tecnológica acontecendo no mundo. Entre as possibilidades existentes estão as franquias de marketing digital que desenvolvem conteúdo. Essa é uma forma das empresas engajarem seus clientes por meio de algo desenvolvido para informar, entreter e ainda mostrar as vantagens dos seus produtos.

Os infoprodutos, ou produtos digitais, vêm aos poucos ganhando o mercado brasileiro. Os negócios que trabalham com esse tipo de produto atendem às demandas que surgem, buscando soluções para elas. Inclui-se, nessa classificação, cursos de longa ou curta duração, e-books, palestras, webinars, entre outros.

Alimentação saudável

Com a busca por uma vida mais saudável, boa parte da população tem inserido exercícios físicos e uma alimentação balanceada em sua rotina. Assim, as franqueadas de comida saudável têm crescido devido a esse nicho. O lucro médio anual dessas empresas é de 40 bilhões de reais, sendo um segmento que está no Brasil há mais de 10 anos.

Para lidar com esse tipo de negócio é preciso ter aptidão para trabalhar com alimentos frescos, geralmente in natura, que têm um prazo de validade mais baixo, sendo perecíveis. Há franquias que focam em servir refeições prontas; outras em produtos pré-cozidos para preparo em casa; e há, ainda, lojas especializadas em alimentação esportiva, para pessoas que precisam de um desempenho melhor em suas atividades físicas.

Energia solar

Em um mundo que usa cada vez mais eletricidade, que vislumbra o esgotamento das fontes usuais de energia, o uso de energia renovável é imperativo. Entre as fontes renováveis mais conhecidas estão a hídrica, a eólica e a solar, sendo que a última é, possivelmente, a mais vantajosa para o Brasil. Isso porque a incidência solar no país é muito alta, tendo pouca variação durante os meses do ano.

Empreender no setor solar tem se mostrado muito vantajoso, graças ao barateamento dos equipamentos, que tornou a tecnologia mais acessível para boa parte da população. As franquias de venda e instalação desses equipamentos representam ótimas oportunidades de negócio com energia solar, aparecendo em diversos formatos e oferecendo sistemas solares na medida para os clientes.

Para os consumidores, investir nessa tecnologia não significa apenas contribuir para um mundo mais sustentável. Graças a longa vida útil dos componentes dos sistemas fotovoltaicos e da economia com a conta de luz, o lucro com energia solar também é garantido para esse grupo. Inclusive em relação a outros investimentos, esse apresenta um ROI bem mais alto.

Por onde começar?

Entenda quais cuidados tomar antes de investir em uma franquia.

Identificar o nicho de mercado

Antes de começar qualquer negócio é preciso encontrar um nicho de mercado. Para isso, é necessário descobrir quais são as necessidades de um grupo de consumidores que não estão sendo atendidas. A partir daí, basta identificar qual será o tipo de serviço oferecido.

Conhecer a concorrência e o público-alvo

Conhecer bem o seu público-alvo é ideal para definir o seu estilo de empreendimento, seus produtos e preços, além do tipo atendimento. Pesquisar sobre a concorrência também dita o rumo do seu negócio, pois é com esse conhecimento que você saberá quais diferenciais apresentar.

Verificar o capital inicial

A quantidade de capital disponível é determinante para o tipo de franquia. Assim, se o dinheiro estiver mais baixo que o custo, considere escolher um outro formato de negócio e deixar uma loja grande para o futuro. Outra opção é buscar financiamentos junto a instituições financeiras para ter o negócio dos sonhos.

Investir em capacitação

Sem funcionários capacitados, é praticamente impossível ter sucesso ao abrir uma franquia. Por isso, veja os custos com treinamentos e cursos da área como um investimento, que terá resultado no dia a dia da empresa.

Pronto! Com todas essas informações, você já tem bastante conhecimento acerca do mercado de franquias brasileiro. Lembre-se de que existem diversas opções e modelos que se adequam ao seu interesse e ao seu capital!

Gostou deste conteúdo? Então, conheça mais sobre as franquias da HCC Engenharia e descubra as vantagens desse setor!