Quais os principais custos da energia solar residencial?

Quais os principais custos da energia solar residencial?

Tempo de leitura: 

4 minutos

Sem dúvidas, a energia solar residencial é um dos melhores investimentos para quem deseja economizar. Além disso, adotá-la é uma estratégia ecologicamente correta, uma vez que, com seu uso, os danos ao meio ambiente são praticamente inexistentes. Contudo, para saber se a alternativa é mesmo rentável, é muito importante se atentar para todos os gastos envolvidos no planejamento e na instalação.

Pensar que esse processo sai caro é comum, mas essa constatação não é completamente verdadeira. De fato, é preciso aplicar um valor mais alto, porém o custo-benefício vale a pena, e existe total garantia de qualidade se tudo for feito de forma correta. Faz-se pertinente lembrar também que o retorno é certo dentro de alguns anos e tende a aumentar com o passar do tempo.

Quer entender melhor quais são os principais fatores que influenciam o custo da energia solar residencial e quais itens estão envolvidos em seu valor final? Continue a leitura deste artigo e descubra tudo em detalhes!

Quais são os custos com equipamentos?

O sistema de energia solar residencial funciona por meio de placas fotovoltaicas. Duráveis, elas podem ter vida útil de mais de 25 anos apenas com uma boa manutenção. Essa questão diminui bastante as despesas, já que a limpeza pode ser feita apenas uma vez ao ano, e a substituição de seu dispositivo inversor acontece somente após aproximadamente 15 anos.

No entanto, o custo total do sistema varia de acordo com sua potência em quilowatts pico. Para definir o tamanho do equipamento que fará parte de seu projeto, é fundamental contar com ajuda profissional, a fim de avaliar o tamanho de sua residência e estudar a necessidade de uso — que depende também da quantidade de moradores. Com esses dados, será possível determinar quantas placas farão parte do sistema, e a instalação poderá ser realizada com segurança.

E custos com transporte, existem?

Sim, existem custos com transporte das placas fotovoltaicas. Porém, eles estão embutidos no valor final do produto. A mesma observação é válida para processos burocráticos, armazenagem e demais impostos envolvidos na compra dos equipamentos necessários.

Por esse motivo, é bastante importante buscar por fabricantes de confiança e fornecedores que façam o devido intermédio para que esse preço fique mais acessível. Atualmente, diversas produtoras estão crescendo e se estabelecendo no Brasil. Então, aos poucos, o valor desse tópico se ajusta, bem como o preço total do sistema.

Quanto custa o projeto do sistema de energia solar residencial?

Essa é uma parte relevante para se avaliar. O projeto do sistema de energia solar residencial envolve gastos de engenharia e de produção, mas é preciso lembrar que o know-how dos profissionais contratados para desenvolvê-lo também está incluso nesse montante. Afinal, a execução só terá qualidade se for colocada em prática por pessoas totalmente habilitadas e que respeitem as condições atuais da sua residência.

Não se esqueça de que é fundamental desenvolver um projeto elétrico e um projeto civil, pois ambos se complementam. Sendo assim, pesquise preços de serviços de engenheiros eletricistas e de técnicos em eletrotécnica para unir as duas necessidades. Como essa etapa é totalmente personalizada, os custos geralmente são relacionados à hora trabalhada e ao tamanho do sistema que será implementado na casa.

Agora, a parte que mais interessa: qual o custo da instalação?

Os custos com instalação englobam a mão de obra e os insumos necessários para que o sistema funcione, como cabos, dispositivos, parafusos e demais ferramentas. Além disso, é preciso somar aqui a atuação da equipe responsável pela instalação, que conta com até 5 profissionais altamente qualificados para desempenhar essa função.

Dentro do orçamento total do sistema, é comum que esses gastos já estejam acrescentados no valor final. Assim sendo, é recomendado pesquisar bastante e comparar preços antes de fechar a compra e a contratação desse serviço. Além disso, para que ele realmente valha a pena, é essencial conferir se os profissionais trabalham de acordo com todas as normas de segurança estabelecidas e se a empresa é legalmente capacitada para esse fim.

E se houver necessidade de reforma para adaptação da casa?

Poucas residências exigem reforma para que a casa se adapte ao sistema de energia solar. Mas, se este for o caso, não é preciso se preocupar: dificilmente a questão exigirá uma obra grande ou muito dispendiosa. No máximo, alguns ajustes serão feitos. Mas antes, é claro, eles serão devidamente identificados pelos profissionais e informados ao proprietário para que ele dê autorização.

Ninguém precisa sair de casa durante o processo. Todos os moradores podem continuar normalmente suas atividades, até porque, por si só, a instalação é rápida. Então, não é preciso se preocupar com despesas inesperadas, como hospedagem em hotéis durante a adaptação ou outras opções que viabilizem o uso de energia durante esse período.

Como tornar o custo da energia solar residencial mais acessível?

Para começar, é bom pesquisar. É claro que os produtos precisam ser de qualidade, mas lembre-se de que quanto mais inovadores, mais caros serão. Em contrapartida, é importante não optar por alternativas muito obsoletas apenas pelo preço baixo. Do contrário, elas não apresentarão o desempenho esperado e não terão um custo-benefício satisfatório no fim das contas.

Preze pelo selo do INMETRO para atestar a qualidade do material, mas tenha em mente que ele não estará livre de danos. Portanto, ao realizar a compra, não deixe de confirmar se o valor final inclui a garantia do equipamento. Assim, caso algum defeito se manifeste em pouco tempo, o fabricante ou o fornecedor terá que lidar com o impasse sem realizar nenhuma cobrança a mais.

Pronto! Agora você sabe exatamente qual é o custo da energia solar residencial. Ao mesmo tempo que é preciso desembolsar uma boa quantia, é interessante ressaltar que as vantagens desse sistema são inúmeras. Entre elas, podemos dizer que a principal é a garantia de um equipamento totalmente sustentável, que prejudica menos o meio ambiente e transforma o mundo em um lugar muito melhor para se viver.

Essas informações foram úteis para você? Então, não perca mais tempo e compartilhe este artigo em suas redes sociais. Assim, mais pessoas se informam a respeito dessa alternativa e começam a se planejar para a aquisição!