Energia solar: qual é a posição do Brasil no ranking mundial?

Energia solar: qual é a posição do Brasil no ranking mundial?

Tempo de leitura: 

4 minutos

Aderir a uma fonte de energia renovável, seja na sua residência, seja no seu negócio, é uma atitude que demonstra responsabilidade social e consciência ambiental. A substituição dos combustíveis fósseis pelas fontes de energia limpa é a maior solução para as devastações ambientais ocorridas nos últimos tempos.

Dentre as fontes de energia renováveis, a energia solar, que é a mais utilizada em todo o mundo, destaca-se por sua facilidade de implantação e seu baixo custo. Atualmente, os países que mais utilizam essa fonte de energia são a China, o Japão, os Estados Unidos e a Alemanha.

O Brasil, em março de 2021, passou a ocupar o 16.º lugar no ranking mundial de energia solar, o que, com toda certeza, é uma excelente posição. Isso se deve à propensão da natureza do país, já que o clima predominante é o tropical, e aos esforços do governo federal e dos empresários do ramo.

Quer aprender mais sobre o ranking mundial de energia solar? Então, continue com a gente! Vamos explicar um pouco mais sobre como funciona o sistema de energia solar, mostrar qual a posição do Brasil no ranking e o que o levou a subir posições entre os demais países. Além disso, mostraremos por que o Brasil é um país atraente no ramo da energia solar. Não perca!

O funcionamento de um sistema de energia solar

A geração de energia solar ocorre por meio da instalação de placas solares, revestidas de silício, material que tem a capacidade de converter os raios solares em energia. Essas placas, embora inicialmente custosas, apresentam um grande retorno sobre investimento. Elas têm alta durabilidade (algumas podem durar até 40 anos!) e um custo ínfimo de manutenção, bastando uma simples lavagem a cada 6 meses.

Além disso, para o funcionamento do sistema, basta o pagamento da taxa de disponibilidade, uma taxa de baixo valor, à concessionária de energia local. Esse ponto é o que mais torna a energia solar vantajosa com relação à energia elétrica, pois as tarifas embutidas na conta de luz dessa energia são altíssimas.

Há uma possibilidade ainda mais independente de geração de energia solar, que são os sistemas offgrid. Esses sistemas contam com o funcionamento por meio de baterias específicas e dos cartões-solares, que armazenam a energia não utilizada para uso posterior. Tais cartões têm validade de 60 meses. Dessa forma, é possível gerar energia de qualquer lugar, bastando apenas o uso da placa fotovoltaica.

É muita vantagem, não é mesmo? Por isso, o setor de energia solar brasileiro está em ampla expansão. Continue com a gente para ver o porquê da posição do nosso país no ranking mundial de energia solar!

Cenário do Brasil no ranking mundial de energia solar

Como dito, o Brasil, atualmente, ocupa o 16.º lugar no ranking mundial de energia solar. Essa posição representa uma grande melhoria, pois, 5 anos atrás, nosso país se encontrava na 21.º posição.

Com esse avanço, o Brasil passou a fazer parte do grupo de 20 países líderes em energia solar do mundo. A título de curiosidade, veja, agora mesmo, o ranking mundial dos 17 países líderes em energia solar!

  1. China
  2. Japão
  3. Estados Unidos
  4. Alemanha
  5. Índia
  6. Itália
  7. Inglaterra
  8. Austrália
  9. França
  10. Coreia do Sul
  11. Espanha
  12. Holanda
  13. Turquia
  14. Ucrânia
  15. Vietnã
  16. Brasil
  17. Bélgica

Além disso, o Brasil é o único país da América Latina que está presente nessa lista. Também ocupa a lista dos 10 primeiros países na liderança de fontes de energias renováveis, como a energia hídrica e a energia eólica.

Todo esse crescimento ocorreu devido às instalações de sistemas de energia solar em lugares de pequeno porte, como residências e edifícios comerciais.

Embora os números indiquem um resultado positivo, o Brasil não se encontra na melhor posição que poderia estar. De acordo com um especialista na área, o país só não atingiu o top 10 do mundo por falta de investimentos no setor, e tem todas as condições de chegar nessa posição.

O Brasil é um país atraente para energia solar

Clima tropical, solo fértil, litoral extenso... o Brasil apresenta vários artefatos naturais que contribuem para a expansão da energia solar. A grande incidência dos raios solares e o vasto espaço territorial contribuem principalmente na redução de gastos, visto que não faltam opções para a instalação das placas solares.

Dessa forma, a energia solar representa, atualmente, a fonte renovável mais competitiva do país. Com isso, as oportunidades de trabalho e de empreendedorismo nesse mercado são enormes. O crescimento teve início em 2012, com a criação do marco regulatório de energia solar pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

No ano de 2019, foram criados cerca de 63 mil empregos no setor e arrecadados mais de R$ 10 bilhões de investimentos. A expectativa para o futuro é de que, em 2050, os sistemas de energia solar representem cerca de 50% dos sistemas de energia do mundo.

Para o ano de 2020, havia a grande expectativa de aumento da geração de energia em 4GW. Porém, a pandemia da Covid-19 atrapalhou os planos. No entanto, as expectativas de recuperação do setor, assim que houver o controle da pandemia, são altas e favoráveis.

Portanto, as expectativas de crescimento do setor de energia solar no Brasil são bastante altas. O fato de ser o pioneiro na América Latina eleva o nosso país a um grande patamar, facilitando interações e alianças entre outros países.

Internamente, a expansão do setor de energia solar propicia a criação de novas empresas e franquias. Trata-se de uma excelente oportunidade de participar do crescimento do setor, lucrar com a atividade e gerar novos empregos.

Está interessado(a) em investir no ramo da energia solar e contribuir para o Brasil subir no ranking mundial? Saiba que você poderá contar com a gente! A HCC Energia Solar é uma empresa especializada em serviços de energia solar e que tem mais de 15 anos de estrada. Com toda certeza, terá a solução perfeita para o seu interesse!

Gostou de aprender mais sobre o ranking mundial de energia solar? Então, não deixe de assinar a nossa newsletter para que você aprenda muito mais sobre energia solar!