Descubra quais são os principais pilares da sustentabilidade

Os principais pilares da sustentabilidade

Tempo de leitura: 

5 minutos

Falar em economia verde, nos dias de hoje, se tornou um fato comum, mas que traz à tona diversas discussões de cunho científico, moral e educacional. Por trás de todos os posicionamentos, existem fundamentações e provas técnicas que demonstram a importância e as vantagens de se adotar um posicionamento ecologicamente correto, seja dentro de casa ou na sua empresa.

É necessário, porém, reforçar as bases do entendimento sobre o assunto para que ele não seja mais um debate superficial. Cabe a este texto reforçar os principais pilares da sustentabilidade, para que você esteja a par de uma tema importantíssimo no mundo inteiro.

Procurando por uma filosofia de vida ou de negócios que faça você economizar dinheiro e preservar a natureza? Confira, agora, mais um conteúdo que preparamos especialmente para você!

Qual a importância de desenvolver ações sustentáveis?

Nosso planeta vem sofrendo com diversas crises relacionadas ao meio ambiente, relacionadas tanto a catástrofes ambientais como a escassez de recursos. Todos nós sabemos da poluição nos oceanos e nos solos, do descarte incorreto de lixo, da matança de animais, e não podemos ficar de braços cruzados perante tanta injustiça com a natureza!

Até porque, essa é a melhor maneira de se viver com qualidade e em harmonia com o meio ambiente, preservando-o para que não nos falte nada no futuro. O termo "sustentabilidade" surgiu justamente da necessidade de preservação ecológica e do consumo consciente, para que possamos nos precaver contra a falta de recursos em tempos que estão por vir.

Caso não cuidemos desse ponto crucial da sobrevivência, as próximas gerações estarão condenadas a pagar com a própria pele, na forma de sofrimento e privações de recursos. Cabe ressaltar, ainda, que a preocupação com a ecologia é uma tendência mundial. Não vai ser você que ficará fora dessa, não é mesmo?

A quem cabe esse papel?

Em tempos passados, calculava-se a riqueza de um país pelo grau de industrialização e pela capacidade de produzir que ele apresentava. Atualmente, faz-se necessário um planejamento sustentável antes de pensarmos apenas em um grau de produção elevado.

O índice de qualidade de vida veio para demonstrar que é de extrema importância levar em conta o quanto as pessoas se sentem bem quanto à região e à infraestrutura oferecida pelos governantes.

Mas, apesar de ser o governo quem aplica as políticas públicas de cuidado ao meio ambiente, não é função somente do estado garantir o desenvolvimento sustentável. Grande parte da parcela de engajamento nesse plano provém da própria população em diversos momentos do dia a dia.

Quais são os pilares da sustentabilidade?

Toda metodologia ou proposta de intervenção que contribua para um engajamento populacional na preservação do meio ambiente apresenta, naturalmente, seus principais pilares de apoio metodológico. Com a sustentabilidade, não é diferente.

Devemos adentrar em conceitos que são de extrema valia para a correta compreensão dessa tendência, que já se consolidou em um amplo espaço de atuação. Fora os pensamentos de massa relacionados ao desenvolvimento sustentável, existem diversas discussões, atualmente, que propõem mudanças e questionamentos em relação a como estamos acostumados lidar com os recursos naturais.

Hábitos que agridem a natureza estão incrustados no âmago dos processos de produção e consumo da civilização moderna. Portanto, todas as propostas de intervenção são inteiramente bem-vindas e aceitáveis, a ponto de colocar em xeque toda a maneira como a sociedade se relaciona em seu habitat.

Buscamos deixar claro, então, para quem ainda não compreende suficientemente, quais são as grandes bases de fundamentação para esse modelo de filosofia que leva a debates relacionados à ecologia. Acompanhe!

Pilar ambiental da sustentabilidade

O primeiro pilar de uma economia sustentável é relacionado à preservação e à manutenção do meio ambiente. Devemos nos preocupar quanto à maneira como estamos produzindo e consumindo, pois todo esse ritmo imposto aos recursos do planeta pode desestabilizar o ecossistema terrestre.

Vale lembrar sempre que tudo o que desgastamos apresenta certo tempo de reposição, fato que não respeitamos atualmente, além de que esses recursos podem não ser renováveis. Torna-se necessário, então, colocarmos uma garantia em longo prazo, para assegurar que a natureza tenha condições suficientes de se autorregenerar, exigindo, ao mesmo tempo, que todos os limites biológicos sejam respeitados.

Por esse motivo, devemos tentar minimizar os impactos impostos ao ecossistema. A busca pela implementação de soluções para a compensação ambiental torna-se um desafio do futuro. Você, por exemplo, pode aplicar a coleta seletiva como pratica sustentável na sua empresa, e garantir que os seus resíduos não poluam os mares, rios e o solos!

Pilar econômico da sustentabilidade

Fazer parte de uma economia verde significa, muito além do lucro, apresentar um comprometimento para com os seus funcionários e o meio ambiente, respeitando as regulamentações ambientais e adquirindo selos que comprovem que a sua empresa preza por um desenvolvimento sustentável. Também é muito importante que a maneira como as empresas competem dentro do mercado seja leal, respeitando acordos e a concorrência.

Respeitar o meio ambiente também traz muitos benefícios para a sua empresa. Investimentos voltados para energia renovável e reciclagem, por exemplo, possibilitam reduzir significativamente os custos do seu negócio. O pilar econômico da sustentabilidade é uma via de mão dupla para a troca de benefícios entre desenvolvimento sustentável e economia.

Pilar social da sustentabilidade

Não é concebível pensar em sustentabilidade sem perdermos de vista a dimensão social da questão. De fato, a garantia de um futuro sustentável torna implícita a carência de grande parte da população.

As necessidades básicas do ser humano, como o abastecimento de água, tratamento de esgoto e fornecimento de energia elétrica, além de educação e respeito aos direitos humanos, não estão sendo respeitadas de maneira homogênea pelo planeta.

Tendo em vista todos esses aspectos sociais enraizados, atualmente, é que fica o questionamento e pedido de mudança do terceiro pilar. A sua empresa deve oferecer qualidade de vida a todos os trabalhadores e assegurar que a comunidade local seja tratada de maneira justa, por meio de incentivos a cultura e lazer, por exemplo.

Como você deve ter percebido, os pilares da sustentabilidade são os principais enfoques dessa nova filosofia, que já se estabeleceu como tendência. Não fique em dívidas com planeta, adote princípios sustentáveis e ajude a construir um mundo melhor!

Interessado em ter um negócio mais sustentável? Acesse agora o nosso artigo que mostra o que significa a descarbonização e não perca a chance investir na economia verde!