3 dicas eficazes para economizar energia no verão

3 dicas eficazes para economizar energia no verão

Tempo de leitura: 

5 minutos

Devido aos graves problemas ambientais que surgiram como consequência da irresponsabilidade humana, o consumo consciente é, sem dúvidas, um dos assuntos mais discutidos atualmente. Nesse sentido, são desenvolvidos recursos sustentáveis cada vez mais eficientes que, além de favorecer o meio ambiente, vão ajudá-lo a economizar energia no verão.

Isso porque a estação mais quente do ano contribui para um aumento significativo no consumo de energia. Essa ação gera consequências negativas tanto para o meio ambiente quanto para o seu bolso. Por isso, saber como economizar energia no verão é essencial para controlar os gastos e, sobretudo, reduzir os impactos na natureza.

Sendo assim, neste artigo, vamos apresentar a importância do consumo consciente, além de citar três dicas fundamentais para ajudá-lo a economizar energia no verão. Acompanhe a leitura!

Qual a importância do consumo consciente de energia?

Apesar das discussões frequentes sobre as vantagens de adotar hábitos sustentáveis, muitas pessoas ainda não atentaram para a real importância de minimizar o desperdício. Isso acontece, porque, várias delas desconhecem os efeitos provocados pelo alto consumo de energia.

Afinal de contas, para gerar energia elétrica são necessárias diversas etapas, uma delas é a construção de hidrelétricas. Apesar de serem consideradas uma fonte de energia limpa, ainda assim elas contribuem para a degradação do meio ambiente.

Para você ter uma ideia, a construção de hidrelétricas representa não só o desperdício de água, mas também a destruição de fauna e flora, mudanças no curso de rios e, em determinados casos, retiradas de comunidades inteiras do local.

Dessa forma, além de evitar os impactos negativos causados no meio ambiente, ao adotar o consumo consciente, você pode economizar até 40% na sua conta de luz. Tudo isso por meio de práticas simples, mas que fazem toda a diferença.

Como economizar energia no verão?

No verão, o uso constante de eletrodomésticos como ar-condicionado faz com que ocorra um aumento no consumo de energia. Contudo, existem algumas práticas que podem ser adotadas para garantir mais economia sem precisar abrir mão do conforto e do bem-estar durante a estação mais quente do ano.

Por esse motivo, separamos três dicas fundamentais que vão ajudá-lo a economizar energia no verão. Confira!

1. Tenha cuidado com o uso excessivo de eletrodomésticos

Sabemos que alguns eletrodomésticos precisam ser mantidos ligados diariamente. No entanto, há atitudes que, apesar de simples, fazem toda a diferença na economia dos gastos no final do mês, como:

  • desligue o chuveiro: sem dúvidas o chuveiro é o principal vilão no consumo de energia elétrica. Sendo assim, mantenha-o desligado enquanto se ensaboa e, durante o verão, dê preferência a usá-lo com a chave na opção “desligado”;
  • passe as roupas uma única vez: o ferro de passar roupas necessita de um tempo para esquentar; por isso, repetir esse processo várias vezes no dia vai aumentar o consumo de energia. Dessa forma, é ideal passar todas as peças de uma vez;
  • mantenha desligado o stand by: mesmo que seja visto como uma prática simples, desligar o stand by de aparelhos, como TV e micro-ondas, reduz o consumo de energia. Isso porque, ao deixá-los ligados, alguns componentes internos permanecem em funcionamento sem necessidade;
  • não abra e feche a geladeira constantemente: evite abrir e fechar a geladeira com frequência, pois, além de danificar a borracha de abertura, isso permite a entrada de ar quente e faz com que o aparelho gaste mais energia para manter a refrigeração. Por essa razão, quando for se alimentar, pegue tudo o que precisar de uma única vez;
  • use a máquina de lavar roupa cheia: para evitar o desperdício tanto de água quanto de energia, é recomendado acumular uma quantidade maior de roupa suja, assim é possível tirar mais proveito da lavagem.

2. Substitua o ar-condicionado pelo ventilador

Devido ao calor, o uso de ar-condicionado nessa época do ano é muito grande. Sendo assim, para ajudar na economia de energia, é ideal que seja feita a substituição desse aparelho pelos ventiladores.

Se gosta de um ambiente mais frio, você pode diminuir a temperatura do ambiente com a ajuda do ar-condicionado e, em seguida, fazer uso do ventilador para manter o clima agradável. Outra opção é usar a ventilação natural, que além de ser mais saudável (pois os aparelhos, quando ligados, acumulam poeira, causando danos ao sistema respiratório), reduz ainda mais o consumo de energia.

3. Utilize a luz natural

Além da ventilação natural, ainda existe a opção de fazer uso da luz natural durante o dia. Para isso, é importante manter as janelas e cortinas sempre abertas para evitar o uso de lâmpadas e deixar o espaço iluminado. Ainda, não use paredes e janelas com vidros pretos, porque elas escurecem o ambiente.

Nos casos em que as lâmpadas são realmente necessárias, é ideal substituir as incandescentes pelas fluorescentes, pois o consumo de energia é menor. Contudo, as lâmpadas de LED são consideradas, atualmente, a melhor opção, porque são mais econômicas e oferecem maior durabilidade em comparação às outras.

Uma solução bastante eficiente e econômica é o uso da energia solar. Isso porque as placas fotovoltaicas são abastecidas pela radiação solar que, no Brasil, incide durante todo o ano. Contudo, é no verão que ocorre mais aproveitamento desse sistema, fazendo dele uma alternativa totalmente segura e sustentável.

Por que usar a energia solar?

Além de reduzir a sua conta de luz em até 95%, a energia solar pode ser utilizada durante todo o ano, fazendo dessa alternativa um grande investimento. Porém, devido a alguns fatores, o verão é considerado a melhor estação para aproveitar ao máximo esse sistema. Entenda o porquê!

Maior aproveitamento da radiação solar

Graças à incidência maior da radiação solar durante o verão, é possível aproveitar o máximo desse recurso. Para você ter uma ideia, conforme a capacidade de produção energética do sistema instalado, é produzido um excedente de eletricidade, convertido em créditos de energia que podem ser utilizados durante 5 anos.

Maior controle de consumo

Entre as despesas fixas que mais pesam no orçamento mensal, tanto de residências quanto de empresas, está a conta de energia elétrica, uma vez que as constantes alterações nos valores das tarifas prejudicam o controle dos gastos.

Por outro lado, quando se faz uso da energia solar, torna-se mais fácil controlar a geração e o consumo de energia, pois é possível conectar o inversor fotovoltaico à internet, acompanhar em tempo real pelo smartphone ou tablet a produção de energia e identificar onde ocorre o consumo exagerado.

Com base nessas informações, é possível perceber que para economizar energia no verão, basta adotar simples hábitos, mas que fazem toda a diferença tanto para o seu bolso quanto para o meio ambiente. Ou seja: com essas dicas, você garante uma estação mais tranquila, sustentável e econômica.

Gostou do artigo e quer saber mais? Então, entre em contato com a nossa equipe e saiba mais sobre o assunto!