Energia solar em casa: conheça as 6 principais vantagens

Energia solar em casa: conheça as 6 principais vantagens

Tempo de leitura: 

10 minutos

Gerar a própria energia se tornou uma realidade necessária nos atuais moldes do setor energético brasileiro. A escassez de chuvas, somada às deficiências de infraestrutura na distribuição, tem prejudicado bastante esse setor e contribuído para o aumento da conta do consumidor final. Isso tem feito as pessoas buscarem por alternativas para contornar o problema, como a instalação de energia solar em casa.

Por outro lado, as facilidades e os incentivos trazidos pela legislação, especialmente, no que se refere à regulamentação do sistema de compensação de créditos, despertam cada vez mais o interesse do consumidor em fazer uso desse modal. Sem contar a diminuição significativa nos custos de geração de energias renováveis em menor escala — a exemplo da energia solar residencial.

Vamos falar mais sobre o assunto ao longo do post. Ficou interessado? Siga com a leitura!

Conheça as principais vantagens da instalação da energia solar em casa

Para começar, vamos detalhar a você as 7 principais vantagens de se utilizar a energia solar em casa. Confira!

1. Economia no custo da energia elétrica

Como não poderia ser diferente, o principal motivo para a instalação de um sistema de geração de energia é financeiro. Atualmente, a alta tarifa de energia elétrica, associada ao grande grau de incerteza referente aos novos aumentos e às sobretaxas, torna esse custo cada dia mais pesado no bolso das famílias.

Como é sabido, somente nos últimos três anos, a energia elétrica aumentou mais de 60%. Por esses motivos, a geração própria se torna uma grande alternativa de investimento e de economia.

No que diz respeito à energia solar, sobretudo, em razão dos avanços das tecnologias de captação e conversão, todo o aparato físico para a sua geração teve os custos reduzidos significativamente, chegando a 80% de economia.

Assim, o que no passado era restrito às residências de alto poder aquisitivo, hoje, já se democratiza. Esse sistema começa a estar presente em grupos familiares de todas as classes — também em empresas.

2. Independência energética

Outra grande vantagem de se utilizar o modal de energia solar em casa é a independência energética. É fundamental destacar a importância de se conquistar esse status (associada ao benefício citado no tópico anterior).

Ao conseguir gerar a sua própria energia, uma família estará, por exemplo, isenta de novos tributos ou aumentos que sejam incluídos na conta. Além disso, sofrerá muito menos com as oscilações do setor elétrico, em virtude da diminuição do volume de chuvas ou outros problemas.

Também vale destacar que essa independência energética dentro de uma residência pode significar mais conforto e menos preocupação. Afinal, você poderá fazer uso de equipamentos e utensílios domésticos que, notadamente, são conhecidos como os vilões da conta de energia, como o ar-condicionado.

Assim, é possível ter a comodidade de contar com o equipamento funcionando sempre que precisar, mas sem aquela preocupação com a fatura do final do mês. É evidente, porém, que toda essa independência tem certos limites.

O maior deles é a intermitência com que a energia solar é produzida. Como os módulos fotovoltaicos são alimentados a partir da incidência solar, períodos noturnos, de chuvas ou com baixa ocorrência solar prejudicam a sua produção.

3. Valorização do imóvel

O sistema de geração fotovoltaica tem uma longa vida útil. Estima-se que ele dure de 25 a 30 anos — ou seja: no momento em que uma família instala um sistema dessa natureza, estará automaticamente incorporando ao seu patrimônio um ativo de baixa depreciação e com um alto valor agregado.

Esse fato causa um acréscimo considerável no valor do imóvel, não só por questões de infraestrutura física investida, mas também, pelo aspecto tecnológico da residência e, principalmente, devido à sustentabilidade, altamente valorizada nos dias de hoje. Além disso, o investimento em um sistema de energia solar requer um modal inovador (e que certamente se tornará padrão nos próximos anos).

Para se ter ideia do crescimento do setor, mesmo com as dificuldades impostas pela crise, a utilização da energia fotovoltaica cresceu cerca de 300% ao ano nesse período. A projeção é que o Brasil esteja entre os cinco maiores geradores desse tipo de energia do mundo até 2030. Essa tendência é um bom indicativo de que seu imóvel será diferenciado no mercado — o que, por consequência, valorizará todo o seu patrimônio.

4. Melhoria no conforto da família

Hoje, é muito comum residências fazerem grandes esforços para economizar energia elétrica, principalmente, porque o valor da conta aumentou consideravelmente. Esse tem sido um dos itens mais onerosos dentro do orçamento das famílias, sobretudo daquelas mais numerosas.

Isso impacta diretamente o dia a dia das pessoas, que, como dito em tópico anterior, passam a abrir mão de alguns eletrodomésticos que garantem maior conforto dentro de casa, mas que acabam consumindo muita energia. É o caso do ar-condicionado e do chuveiro elétrico.

Sendo assim, pode-se dizer que a opção por um sistema próprio de geração, que seja capaz de suportar o consumo de energia desejado, traz uma melhora na qualidade de vida da família. Todos poderão, sem medo, ter o conforto de estar em um ambiente climatizado e tomar um banho quente sem sofrer com altos valores na conta. Tudo isso ocorre de forma sustentável, renovável e eficiente.

5. Retorno considerável do investimento

Esse é, sem dúvida, um dos pontos que mais geram resistência nos consumidores na hora de instalar um sistema de geração de energia solar em casa. Porém, o que podemos adiantar é que todo o investimento realizado nessa instalação tem um retorno satisfatório.

Como se sabe, o Governo Federal implantou, desde 2015, o sistema de bandeira tarifária na conta de energia elétrica, em razão das dificuldades de geração enfrentadas pelo setor. O sistema ficou assim dividido:

  • bandeira verde: condições favoráveis de geração de energia. Não há acréscimo na tarifa;
  • bandeira amarela: condições menos favoráveis. Sobre a tarifa, incide um acréscimo de R$0,020 para cada quilowatt-hora (kWh) consumido;
  • bandeira vermelha — patamar 1: condições mais custosas de geração. A tarifa tem um acréscimo de R$0,030 para cada quilowatt-hora consumido;
  • bandeira vermelha — patamar 2: condições desfavoráveis de geração. A tarifa sofre acréscimo de R$0,035 para cada quilowatt-hora consumido.

Em resumo, quanto mais caro estiver para se produzir a energia no Brasil, mais alto ficará o valor que o consumidor final pagará e mais viável (e rápido) será o retorno do investimento em energia solar. De todo modo, o retorno é certo, pois a energia brasileira já é relativamente cara, mesmo com a bandeira verde.

Além disso, estamos falando de um sistema que tem uma vida útil de cerca de 30 anos, com baixo custo de manutenção. Isso significa que esse é um investimento altamente duradouro.

É certo que, hoje, a aquisição de um sistema do tipo ainda seja onerosa para grande parte das pessoas, mas, como vimos, esses custos já foram significativamente reduzidos e a tendência é que isso se acentue ainda mais. Em geral, o retorno do investimento para uma família média — de quatro a cinco pessoas — costuma ocorrer em um prazo de cinco a seis anos.

6. Facilidade de instalação da energia solar em casa

Outra grande vantagem de se optar por um sistema de energia solar em casa está relacionada à facilidade com que o processo é realizado. Diferentemente do que muitos acreditam, a instalação não requer grandes adaptações na residência e nem demandará muito tempo para ficar 100% operante.

Em geral, a instalação de um sistema do tipo envolve, basicamente, uma parte prévia de planejamento e mensuração das necessidades ou dificuldades da produção da energia naquela residência específica. Nessa fase, o projeto é realizado.

Apontada a necessidade da família, é feito o dimensionamento da quantidade de módulos fotovoltaicos e do posicionamento de cada uma — devendo sempre se considerar a incidência máxima de luz solar.

A etapa seguinte da instalação envolve a execução propriamente dita. Nela, seguindo o projeto, os painéis serão posicionados no telhado da casa, sem grandes dificuldades e adaptações, visto que são equipamentos bem leves e de fácil fixação.

Em seguida, o que se faz é situar o sistema de gerenciamento e conversão — que, geralmente, fica sob o telhado — e adaptar o quadro de distribuição. Ao final do processo, uma equipe da concessionária de energia elétrica local vai até a residência atestar a correta execução do projeto e substituir o medidor de energia por um bidirecional.

Esse equipamento é capaz de medir a energia que entra e sai para se fazer a compensação dos créditos. A crise hídrica no Brasil é uma realidade, assim como a necessidade de se buscar por alternativas mais limpas e sustentáveis de geração de energia. Com todas as vantagens que vimos, a energia solar residencial é a tendência mais forte para que esse problema seja contornado.

Saiba o que avaliar na hora de escolher uma empresa para instalar os equipamentos

Atualmente, existe um número considerável de empresas que fornecem o serviço de instalação e projeto de energia solar residencial. Na hora de escolher entre as várias disponíveis no mercado, algumas coisas devem ser consideradas, como as listadas abaixo.

Avalie o atendimento recebido

Devido ao fato de o fotovoltaico ser uma tecnologia tão nova, é comum que você tenha suas dúvidas a respeito do serviço e do seu funcionamento. Por isso, é importante que você possa contar com uma empresa que preste um bom atendimento, com disponibilidade e conhecimento para sanar suas dúvidas, das mais básicas até as mais complexas.

É imprescindível que você procure sempre por profissionais capacitados e com formação na área para prestar toda a assistência de que você vai precisar. Esse simples quesito vai fazer toda a diferença na hora de ser atendido.

É muito importante que quem vai prestar o atendimento para você tenha domínio sobre os assuntos relacionados a energia solar e tenha condições de fornecer explicações claras, mesmo de assuntos mais técnicos. Portanto, busque um atendimento que tenha preocupação em dar assistência, e não apenas fazer uma venda a qualquer custo.

Entenda a relação de custo-benefício

Muitas vezes, somos seduzidos pelo preço quando vamos adquirir um produto ou serviço. Mas é importante colocar na balança todos os outros parâmetros, principalmente, técnicos.

Quando você vai comprar um carro, o preço não é o fator decisivo. É importante avaliar se a concessionária consegue oferecer a assistência aos clientes, se ela presta um bom serviço, e se tem todos os quesitos técnicos necessários para atender a você adequadamente.

Por isso, no caso da instalação de energia solar em casa, é necessário ficar atento a outros fatores, e não só ao preço. É comum que muitas empresas consigam ofertar preços menores do que os praticados em mercado. No entanto, é muito provável que isso seja acompanhado de uma baixa qualidade de mão-de-obra e, até mesmo, de equipamentos.

Então, não se deixe enganar, e não se esqueça de na hora de fazer o orçamento não dar atenção apenas ao preço. Procure saber, também, dos fatores técnicos e de atendimento da instalação de energia solar em casa.

Conheça os parceiros da empresa

Como a energia solar é um negócio que está em alta, é comum que ele atraia muitas pessoas que busquem novas oportunidades. No entanto, vale ressaltar que, assim como acontece em outros segmentos, alguns não estão preparados e nem têm maturidade no ramo para atuar, e acabam estabelecendo relações com maus fornecedores.

Por isso, é recomendado que você busque saber não só conhecer a empresa a qual você pretende contratar, como também, buscar referências acerca dos parceiros e fornecedores da mesma. Uma boa dica é pesquisar quais são as melhores marcas de mercado no segmento de energia solar domiciliar e verificar se a empresa com a qual você está em negociação trabalha com alguma delas.

Verifique outros clientes que buscaram a empresa para instalar energia solar em casa

Para evitar quaisquer situações desagradáveis, é sempre interessante buscar informações com outros clientes. Procure casos reais, de quem já utilizou os serviços da empresa e verifique o que esses clientes dizem.

A maioria das empresas tem redes sociais, por isso, encontre o perfil dela e veja o que as outras pessoas dizem sobre o atendimento. Esse tipo de pesquisa, por mais simples que pareça, pode privar você de dores de cabeça futuras.

Procure saber se a empresa respeita as normas da Aneel

Uma das coisas mais importantes a serem verificadas é se a empresa tem a política interna de respeitar as normas registradas na Resolução Normativa 482/12 da Agência Nacional de Energia Elétrica.

A agência estabelece regras para a microgeração e minigeração de distribuição de energia elétrica. Logo, nessa norma vão estar descritos os parâmetros da geração de energia por meio de painéis solares fotovoltaicos, que são responsáveis por captar energia solar.

Descubra se a empresa realiza vistorias técnicas

Além de tudo que já mencionamos, é extremamente importante verificar se a empresa presta suporte técnico ao cliente, ou seja, se ela tem o hábito de fazer pós-venda. Busque também saber se ela realiza visitas e vistorias antes da instalação dos painéis, e se costuma verificar a viabilidade da instalação.

A fornecedora deve ter corpo técnico responsável por observar as características do imóvel para disposição da instalação do inversor por onde vão passar os cabos, e a troca do inversor. Por isso, a vistoria por profissionais adequados é tão importante para que ocorra tudo adequadamente, e que não surjam surpresas de última hora, que podem atrasar ou até inviabilizar a instalação dos painéis.

Informe-se sobre os parâmetros de qualidade adotados pela empresa

Por fim, para que você faça uma escolha segura e consciente, é importante se informar sobre os parâmetros de qualidade que fazem parte da política interna da empresa. Um fornecedor e prestador de serviço de excelência será capaz de garantir o máximo potencial do seu projeto de energia solar em casa.

Como você pode ver, adotar o sistema de energia solar em casa tem uma série de vantagens. Isso, claro, se você seguir as nossas dicas e escolher a empresa certa para fazer todo o projeto de instalação. Dar atenção a todos os detalhes fará com que o processo seja feito com tranquilidade, levando você a ter mais economia e, ainda, gerar energia de forma sustentável.

Se você gostou de saber mais sobre a energia solar residencial e quer aprofundar seus conhecimentos sobre esse tema, siga nossas páginas no Facebook, Instagram, YouTube e LinkedIn e fique por dentro de todas a novidades do mercado de energia solar