Entenda os benefícios a longo prazo do uso de energia solar!

Entenda os benefícios a longo prazo do uso de energia solar!

Tempo de leitura: 

7 minutos

A forma de energia mais utilizada no mundo hoje em dia é a elétrica. Mas a demanda é tão grande que a disponibilidade desse tipo de energia não é suficiente. Por essa razão, outras formas de fornecimento ganham espaço no cenário brasileiro. Você já conhece os benefícios da energia solar?

Essa produção energética, por muito tempo, foi empregada em sítios e fazendas, como alternativa diante dos sistemas mais básicos de aquecimento. Contudo, com as pesquisas e o aprimoramento das tecnologias, passou a ser utilizada por países desenvolvidos com alta eficiência e inovações.

Para você entender melhor sobre essa tecnologia, vamos mostrar quais os benefícios a longo prazo do uso de energia solar!

Quais as vantagens a longo prazo do uso da energia solar?

Vários estabelecimentos têm investido no sistema de energia solar. Isso se deve às grandes vantagens que essa fonte proporciona. Veja agora, alguns benefícios a longo prazo do seu uso!

Reduz os custos

O principal benefício de um sistema de energia solar é a redução de custos. Ele costuma ser procurado como uma boa opção para economizar na conta de energia. E é justamente isso que acontece!

Instalando os painéis solares de forma integrada com o sistema elétrico, parte da energia consumida provém dos módulos fotovoltaicos, o que reduz a conta mensal. Isso porque a energia fornecida pelos módulos fotovoltaicos, obviamente, não é contabilizada.

É importante destacar que, mesmo em dias de pouco sol, os módulos não param totalmente de produzir energia, o que não gera prejuízo para quem aposta no sistema. Ainda, é possível encontrar módulos “inteligentes” que “perseguem” a luz do sol e têm seu posicionamento modificado de acordo com a incidência dos raios.

Além disso, deve ser considerado que o envolvimento da família na instalação do novo sistema pode ainda despertar a consciência para o consumo de energia em casa. O resultado pode ser uma economia ainda maior, devido a essa mudança de hábitos. Em alguns casos, é possível chegar a uma redução de até 95% da conta de energia.

Possibilita o retorno do investimento

O investimento para adquirir um sistema de energia solar em uma residência normalmente é pago durante quatro a cinco anos de uso. Dependendo da vida útil do sistema, a economia pode durar por, pelo menos, cerca de 25 anos. Ou seja, ela é muito superior ao tempo de retorno de investimento, chegando a até quatro vezes mais.

Com a inflação da energia elétrica em cerca de 7% ao ano, um investimento que custe em média R$ 33.000,00 teria o retorno em seis anos. Considerando a vida útil do sistema de 25 anos, o retorno médio é de 19,41%.

Como já mencionamos, os custos principais estão relacionados à implantação do gerador fotovoltaico, envolvendo a elaboração do projeto, infraestrutura (cabeamento, dispositivos de proteção, materiais de fixação, entre outros), instalação, manutenção e seguro. E tudo isso pode ser implementado com o auxílio de financiamentos disponíveis.

Contribui com o meio ambiente

Um importante diferencial do sistema de energia solar é a sua contribuição para o meio ambiente, pois ele não agride a natureza. Além de a energia ser limpa, parte dos equipamentos utilizados é totalmente reciclável.

Com a migração da energia elétrica para a energia solar, é possível reduzir a emissão de efluentes — uma solução para quem se preocupa com o meio ambiente e não sabe por onde começar a agir para protegê-lo.

Como a maioria das formas de energia renovável, a energia solar não polui. Chamamos uma energia de "renovável" quando ela é obtida por meio de fontes que não se esgotam e o seu reabastecimento é feito de maneira natural, o que é o caso da solar.

Funciona como um “marketing do bem” para empresas

Por ser uma fonte de energia que não prejudica o meio ambiente, a imagem das empresas que utilizam o sistema também é beneficiada. Isso porque, nos dias atuais, grande parte do público-consumidor valoriza qualquer ação que promova a sustentabilidade.

Essa valorização impacta até mesmo na decisão de compra do consumidor. Selos de proteção ambiental contribuem para a motivação à compra, além de gerar maior admiração pela marca. É uma forma de se manter vivo e competitivo no mercado. Afinal, as grandes empresas estão sempre buscando investir em tecnologias sustentáveis.

Investir em inovações é um bom sinal para as empresas, pois, normalmente, significa que a organização tem facilidade em se adaptar às tendências do mercado. Um ganho que é muito bem visto!

Necessita de pouca manutenção

A recomendação é que os módulos do sistema sejam limpos e revisados a cada seis meses, visando à remoção da poeira acumulada. Como a instalação normalmente é feita nos telhados, a água da chuva colabora com a limpeza, ajudando a reduzir os custos com a manutenção.

Com a evolução da tecnologia, os painéis se tornaram mais potentes e também duradouros. A evolução dos painéis, em comparação aos utilizados décadas atrás em sistemas rudimentares, é superior em 5 ou 10 vezes no que diz respeito ao volume de energia elétrica gerado por conversão. O aproveitamento da luz solar ultrapassa os 40%.

Agrega valor ao imóvel

A instalação de um sistema de energia solar residencial valoriza o imóvel imediatamente. A partir daí, o proprietário ou qualquer inquilino poderá usufruir das vantagens econômicas do sistema. Isso implica na elevação do preço do imóvel, próximo ou até mesmo superior ao investimento feito no sistema de energia solar.

O jornal The New York Times avaliou, em uma pesquisa, que um sistema médio residencial de energia solar pode subir o valor do imóvel em até cerca de US$ 15.000,00 nos Estados Unidos.

Além disso, o sistema pode ser modulado de acordo com a necessidade, seja para uma pequena empresa ou mesmo para grandes organizações. Por fim, é importante destacar que a localização geográfica do Brasil contribui para o uso dos sistemas. O país é um dos locais com maior potência de energia solar no mundo, devido aos altos índices de irradiação.

O que deve ser observado antes de recorrer à energia solar em um negócio?

No momento de decidir sobre o projeto de energia solar para a sua empresa, é importante estar atento a algumas questões. Confira agora os principais passos referentes à instalação desse sistema!

Estude a viabilidade da instalação

Antes de mais nada, é necessário avaliar as características do seu projeto e a viabilidade do sistema solar em sua empresa. Devido às condições climáticas do Brasil, na maioria das regiões, a instalação desse equipamento é positiva.

Entretanto, é importante verificar o posicionamento do painel, pois, para uma geração eficiente de energia elétrica, é fundamental que ele não receba sombreamento durante o dia. Vale ressaltar que, mesmo em locais com baixo potencial de radiação solar, é possível obter o ganho energético, mas em quantidades menores.

Verifique as condições de instalação

Outro ponto que deve ser estudado são as condições de instalação das placas solares. Normalmente, elas são fixadas no telhado ou no solo. No primeiro caso, deve-se atentar à posição ideal de instalação. No Brasil, o recomendado é que os painéis fiquem voltados para o norte, pois, assim, é possível captar o máximo de radiação solar ao longo do dia.

No solo, a fixação é um pouco mais fácil, mas é preciso estruturas mais rígidas e ambiente aberto. Em todo caso, é preciso considerar as condições locais, como presença de árvores de porte alto, prédios ou qualquer obstáculo que possa gerar sombra no equipamento. Por isso, faça uma verificação da trajetória do sol no possível local de fixação da placa solar, para identificar as condições de operação do sistema.

Defina a extensão do seu sistema fotovoltaico

Para determinar a potência do seu sistema fotovoltaico, é preciso avaliar a demanda de consumo de energia da sua empresa, bem como a área disponível para a instalação das placas solares. Além disso, é preciso considerar o nível de insolação do local da empresa, pois, com isso, consegue-se prever as condições de rendimento do sistema.

Vale pontuar que não é necessário instalar um equipamento que produza cem por cento do consumo da sua instituição. Devido à possibilidade de conectar o sistema solar à rede elétrica, muitas empresas utilizam os painéis solares para produzir apenas parte da sua demanda de energia. Assim, as duas fontes operam de forma integrada, garantindo maior eficiência e economia.

Saiba quais os equipamentos necessários

O aproveitamento de energia solar requer a instalação de alguns equipamentos específicos. O primeiro componente desse conjunto é o painel solar, que é responsável pela captação e conversão de energia solar em elétrica. Outro componente importante é o inversor, que tem a função de proteger o sistema e realizar a conversão de energia. É ele que transforma a corrente contínua vinda dos painéis (do tipo contínua) em corrente alternada, que é utilizada pela empresa.

Há também o aparelho medidor, que registra o quanto de eletricidade está sendo produzida e consumida. Caso haja excedente de produção, é possível fornecê-la para a rede distribuidora da sua região e garantir créditos energéticos.

Portanto, os benefícios da energia solar certamente tornarão o seu negócio mais rentável, ainda que o custo inicial possa parecer alto. Vale ressaltar que essa fonte de energia elétrica pode ser aplicada em todos os aparelhos da instituição, como equipamentos elétricos e iluminação. A empresa ainda estará colaborando com o futuro, por meio de uma solução viável para o meio ambiente e que é vista com bons olhos pelos clientes.

Se você ainda tem alguma dúvida sobre benefícios do uso de energia solar ou deseja investir no sistema, entre em contato com a HCC Energia Solar e conheça as nossas soluções!