O que é transição energética e qual sua importância? Entenda

O que é transição energética e qual sua importância? Entenda

Tempo de leitura: 

4 minutos

Você já parou para pensar em como é a matriz energética brasileira? Sabe de onde vem a energia elétrica que você consome em sua casa todos os dias e quais são os impactos ambientais disso? Se não, está na hora de descobrir!

A matriz energética brasileira, ou seja, o conjunto de fontes de energia utilizadas pelo país, é predominantemente hidrelétrica. Isso significa que o Brasil utiliza as usinas hidrelétricas para gerar a maior parte da energia utilizada pela população. Além disso, em segundo lugar, está o uso do gás natural, nas termelétricas, para a geração de energia.

É aí que a transição energética entra como uma forma de modificar essa realidade. Quer saber o que é e qual a importância da transição energética? Então, continue a leitura e descubra!

Afinal, o que é transição energética?

A transição energética é um conceito que se refere à mudança da matriz energética de um país. Dessa forma, esse processo busca analisar as fontes usadas na atualidade e investir em formas de modificá-las, incorporando mais fontes de energia renovável e limpa para substituir aquelas que podem trazer prejuízos para o meio ambiente.

O que significa transição energética no Brasil?

Como você pode perceber, a matriz energética brasileira é muito dependente de fontes de energia que prejudicam o meio ambiente e, até mesmo, a sociedade como um todo. As hidrelétricas são responsáveis por mais de 60% da geração de energia no país. Apesar de ser uma fonte menos poluente do que termelétricas ou outras mais dependentes dos combustíveis fósseis, elas ainda trazem uma série de prejuízos.

Afinal, as hidrelétricas causam impactos na hidrografia, represando os rios e alterando o seu curso. Além disso, também geram alagamentos nas regiões em que são construídas, o que mata a fauna e flora local, expulsando comunidades que possam viver na área.

Dessa forma, quando se fala em transição energética no Brasil, o objetivo é substituir essa e outras fontes de energia que trazem prejuízos para o meio ambiente e a sociedade por fontes renováveis e limpas. Isso significa investir em energia solar e eólica, por exemplo.

Qual a importância e os benefícios da transição energética?

A transição energética é importante para meio ambiente, sociedade e mundo como um todo. Isso porque ela traz uma série de benefícios em diversos aspectos. Veja, agora, quais são os principais deles!

Reduz as emissões de CO2

Um dos grandes benefícios de investir na transição energética é a redução das emissões de dióxido de carbono. Afinal, esse gás é extremamente poluente para a atmosfera terrestre, sendo um dos principais responsáveis pelo aquecimento global e danos na camada de ozônio.

O gás é emitido em diversas atividades humanas, com destaque para a queima de combustíveis fósseis. Dessa forma, quando o país investe na transição energética, o seu principal objetivo é reduzir e, até mesmo, eliminar o uso de combustíveis fósseis para a geração de energia.

Isso significa que a transição energética é capaz de reduzir os índices dessa emissão e, com isso, as consequências que ela gera para o planeta como um todo.

Diminui custos para o país e consumidores

Você já pensou em quanto custa construir uma hidrelétrica no Brasil? Para que você tenha uma ideia, a Usina de Belo Monte, uma das mais recentes e polêmicas do país, devido aos impactos ambientais e sociais causados, custou mais de R$30 bilhões na época da sua construção.

Além disso, em épocas de crise, como a ocorrida em 2021, o preço da energia elétrica pode ser muito mais alto, uma vez que o Brasil precisa acessar termoelétricas emergenciais e, até mesmo, importar energia de outros países. Com a transição energética, o custo da energia pode ser menor para os consumidores.

Afinal, apesar de exigir um investimento inicial alto, energias renováveis podem ser muito mais econômicas, principalmente, quando se considera o longo prazo. Em comparação com as termoelétricas emergenciais, o preço da energia solar, por exemplo, pode ser dez vezes mais baixo.

Está alinhada à agenda de desenvolvimento sustentável

Para além da redução de custos e da emissão de CO2, a transição energética ainda está alinhada aos objetivos de desenvolvimento sustentável propostos pela ONU (Organização das Nações Unidas). Eles são um conjunto de metas e planos de ação propostos e assinados por diversos países do mundo para que as nações continuem crescendo e se desenvolvendo, mas de forma comprometida com a defesa da vida humana e do meio ambiente.

O 7º objetivo de desenvolvimento sustentável é, exatamente, o investimento em fontes de energia limpa e acessível. Isso significa que os países devem, até 2030, aumentar a presença de fontes de energia limpa na sua matriz, assim como o acesso à essa energia por parte da população.

Investir na transição energética é, portanto, apostar no cumprimento desse objetivo e garantir o alinhamento do Brasil às metas propostas pelos países do mundo para melhorar a qualidade de vida da população e a preservação do meio ambiente.

Qual o papel da energia solar na transição energética?

A energia solar tem um papel central para a transição energética do Brasil. Afinal, em um país com abundância de radiação solar e alto potencial para a geração de energia a partir dessa fonte limpa e sustentável, ela pode ser uma ótima forma de reduzir o uso de fontes não renováveis.

Não é à toa que o mercado de energia solar está em crescimento. Os consumidores sentem os benefícios que ela pode trazer, tanto para a sustentabilidade quanto para a economia de custos. Além disso, o governo entende a importância de investir nessa fonte energética, sendo que muitos estados oferecem, inclusive, incentivos para que as empresas e consumidores adotem a energia solar fotovoltaica.

Como você pode perceber, a transição energética é essencial para a sustentabilidade do planeta como um todo. Afinal, investir em fontes limpas e renováveis é importante para reduzir os impactos do ser humano no ambiente, sem prejuízos para o desenvolvimento dos países.

Gostou do artigo? Quer continuar se informando? Então, aproveite para conhecer nossas redes sociais e receba mais conteúdos relevantes como este.

orçamento hcc energia solar