4 oportunidades para você começar o seu negócio de energia solar

ondeinvestir-hccenergiasolar

Tempo de leitura: 

5 minutos

Energia solar é uma forma de gerar energia elétrica de modo mais sustentável e econômico. Esse mercado está em constante crescimento no Brasil e no mundo, e vem cativando, cada vez mais, vários investidores. O negócio de energia solar no país se transformou em algo promissor e se destaca pelo progresso da sua expansão.

A crise econômica e as tarifas energéticas em constante alta impulsionam o crescimento do mercado de energia solar no Brasil, trazendo diversos benefícios aos consumidores e investidores. Além disso, as preocupações com o meio ambiente e o desejo em adquirir hábitos mais sustentáveis tem feito com que as pessoas procurem a energia renovável como a opção mais viável.

Mas vale a pena apostar no negócio de energia solar? Neste artigo, vamos mostrar os modelos de empreendimentos ligados à energia fotovoltaica e como entrar nesse mercado tão promissor. Acompanhe e boa leitura!

Por que o negócio de energia solar cresce no Brasil?

Em 2012, a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), publicou a resolução normativa 482que permitiu aos consumidores, que produzem sua própria eletricidade, conectarem o sistema gerador de energia limpa às redes de distribuição das concessionárias. De lá para cá, o setor fotovoltaico ganhou força e cresce a passos largos no Brasil.

Outro ponto favorável do país na produção de energia renovável são as condições climáticas. O território nacional possui níveis de radiação solar muito mais altos que os outros países que fazem uso essa tecnologia. A região Nordeste, por exemplo, por ser estar localizada mais próximo da Linha do Equador, proporciona alta eficiência ao sistema.

Além disso, o baixo custo de manutenção, as diversas linhas de crédito e financiamento e os incentivos fiscais oferecidos pelo governo facilitam e favorecem a expansão do mercado fotovoltaico no Brasil. A Lei 317/2013 concede isenção de ICMS nas operações realizadas para geração de energia renovável.

Quais os modelos de negócios de energia fotovoltaica?

Atualmente, investir em franquias de energia solar é uma das melhores alternativas. Existem várias possibilidades de empreender nesse mercado, desde a fabricação de módulos solares até a instalação de todo o sistema no agronegócio. Veja alguns modelos de negócio de energia solar.

1. Fazendas solares

As propriedades rurais estão investindo cada vez mais na geração de energia solar, em busca da diminuição de gastos com insumos e mais rentabilidade nas suas atividades. Diversas fazendas ficam localizadas em lugares remotos e, muitas vezes, não podem contar com o fornecimento de energia elétrica pela rede da concessionária.

Dessa forma, muitas propriedades estão implantando o sistema fotovoltaico, visando a diminuição de gastos e mais eficiência na geração de energia elétrica. Além disso, existem opções de linhas de financiamento rural que facilitam o pagamento, oferecendo prazos mais longos e juros bem atrativos. A maioria das fazendas utiliza o sistema Off-Grid, que permite oarmazenamento de energia, tornando-se uma alternativa bastante útil.

2. Condomínios solares

A resolução normativa 687 prevê a geração e distribuição de energia renovável em condomínios, sejam eles verticais ou horizontais.

A energia é gerada em uma área comum do condomínio. Já a compensação da eletricidade produzida é distribuída para as áreas de convivência, seguida dos apartamentos, casas e escritórios dos condôminos, conforme os valores do rateio definido para cada unidade.

3. Indústrias e comércios

O nicho de grandes comércios e indústrias é uma ótima alternativa para abordar e desenvolver soluções com sistemas de energia solar.

Normalmente, esse setor não pretende zerar as contas de luz, mas busca maior qualidade e eficiência energética. Além disso, empresas que adotam atitudes mais sustentáveis apresentam melhora dos processos produtivos.

4. Franquia de energia solar

As franquias de geração de energia fotovoltaica estão em elevação no território nacional, tornando-se o investimento mais indicado nesse setor. Além da questão ambiental e econômica, o sistema de energia solar é versátil e de fácil instalação sobre telhados de prédios e casas em qualquer região do Brasil.

O sistema de franquias de energia solar oferecem mais segurança aos investidores, já que proporcionam a possibilidade de trabalhar com uma marca já conhecida e aprovada pelo mercado.

O setor de energia fotovoltaica é bastante técnico e não dispensa a contratação de profissionais qualificados. Nesse modelo de franquia, esses profissionais estarão sempre disponíveis para atender as demandas mais específicas.

A franqueadora também oferece uma rede de assistência técnica especializada que ajudará a suprir as demandas nos momentos de pico do empreendimento. Outro aspecto importante das franquias de instalação de painéis solares são os modelos disponíveis no mercado.

Para a implantação de uma franquia de energia solar não é necessário um grande espaço. Isso pode ser feito em uma pequena sala ou, até mesmo, em casa, proporcionando redução significativa dos custos iniciais do negócio. Mas, além dessa opção pocket, as franquias de sistemas fotovoltaicos também oferecem a alternativa da loja, fornecendo padronização de itens, como layout e fachada.

Outra vantagem de investir nesse setor são as responsabilidades do franqueado. É preciso manter o padrão estético das lojas, aplicando logotipos, por exemplo. Também existe a necessidade de atuar no mercado de acordo com o padrão de atendimento da marca.

Além disso, o pagamento de royalties e fundo de publicidade permite ao franqueador se alinhar com as melhores práticas do setor e manter a divulgação da marca, confirmando a autoridade da franquia no setor.

Quais as dicas para entrar no mercado de energia solar?

Para entrar no mercado de franquias de energia fotovoltaica, é importante ficar atento a alguns pontos antes de fechar o negócio. Veja:

  • pesquise sobre a reputação e know-how da franquia, verificando as possíveis notificações existentes em órgãos e sites de defesa do consumidor;
  • converse com franqueados e ex-franqueados para entender a dinâmica de funcionamento da marca e a qualidade de suporte oferecido pelo franqueador;
  • faça cursos e treinamentos para obter conhecimentos técnicos;
  • analise se o capital inicial é suficiente para cobrir as primeiras despesas;
  • anote todos os custos com taxas, royalties, equipamentos e pessoal, e veja se poderão ser arcados até a franquia apresentar retorno financeiro;
  • conte com advogados para a leitura da Circular de Oferta de Franquia (COF), principal documento no sistema de franquias;
  • dê preferência para franquias com plano de negócio realista, ou seja, com previsão de retorno no investimentoentre dois a três anos;
  • confira se a franquia é vinculada à Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Portanto, existem diversos motivos para investir em um negócio de energia solar. Com o mercado em constante expansão, as franquias de energia fotovoltaica oferecem segurança e retorno garantido do investimento. Por isso, fique atento às novas oportunidades desse mercado para escolher a melhor alternativa para seu investimento.

Quer saber mais sobre as franquias de instalação de painéis solares? Descubra por que esse modelo de negócio é a opção mais vantajosa!