Aprenda agora como deve ser o posicionamento dos painéis solares!

HCC Energia Solar : posição dos módulos de energia solar

Tempo de leitura: 

5 minutos

Aprenda agora como deve ser o posicionamento dos painéis solares!

Para instalar um painel solar, muitos critérios devem ser analisados. Um dos mais importantes se refere à inclinação ideal dele. A posição influencia de forma direta a produtividade do equipamento. Ela deve promover o máximo aproveitamento da energia irradiada pelo sol.

Isso depende, em parte, da latitude e da estação do ano, já que os dias tendem a ser mais longos no verão e mais curtos no inverno. Mas, de maneira geral, os painéis devem ser instalados voltados para o Norte.

Quer acertar no seu aproveitamento da energia do sol? Saiba mais sobre o posicionamento dos painéis solares e não desperdice essa oportunidade!

Melhor orientação para posicionamento dos painéis solares

Sabemos que o sol não nasce, nem se põe, mas usamos esses termos para explicar o fenômeno dos momentos em que a Terra consegue receber a iluminação do astro e deixa de receber sua luz direta. Assim, ele nasce, todos os dias, no Leste, e desaparece no Oeste.

Durante o dia, à medida que o tempo passa, o astro-rei faz uma pequena inclinação ao Norte. Caso a edificação conte com um telhado voltado para essa direção e, caso não existam sombras, o sistema fotovoltaico pode ser instalado nessa orientação. Você terá, dessa forma, garantias de que ele aproveitará melhor a irradiação do sol.

Para quem não tem um telhado voltado para o Norte, isso não significa que é inviável instalar os painéis na construção. A perda da energia produzida não será tão alta com as faces direcionadas a Leste ou Oeste, variando entre 12% e 20%. Essas perdas são chamadas de direcionadas.

Elas podem ser ainda menores se a face do telhado estiver orientada para o Noroeste (NO) ou Nordeste (NE), com variação entre 3% e 8%. As maiores perdas ocorrem quando o sistema é posicionado para o Sul — portanto, evite instalar nessa direção porque, geralmente, não compensa financeiramente.

Confira alguns percentuais de aproveitamento relacionados ao posicionamento dos painéis solares orientado para os pontos cardeais:

Norte: aproveitamento aproximado de 100%;

Leste e Oeste: aproveitamento aproximado de 80%;

Nordeste e Noroeste: aproveitamento aproximado de 95%;

Zênite: aproveitamento aproximado de 90%.

No último caso, o telhado não apresenta inclinação (ou apresenta uma inclinação mínima), com a face voltada para o zênite, o ponto máximo que o sol alcança durante seu trajeto diário — ou seja, o meio-dia.

Inclinação ideal para os painéis solares no Brasil

Por causa da localização do Brasil, já vimos que o posicionamento dos painéis solares deve ser com a face voltada para o Norte. Em relação ao sol, não temos do que nos queixar de nosso país. Ele está situado entre os trópicos, o que nos garante um percentual de irradiação solar muito alto.

No Hemisfério Norte da Terra, à proporção que vamos ascendendo, o sol fica mais baixo em relação ao horizonte. No Hemisfério Sul, a situação é inversa: o sol fica mais alto relacionado ao horizonte. Isso significa que a latitude também é importante para definir o ângulo de inclinação dos módulos fotovoltaicos.

É recomendado que os painéis tenham uma inclinação com grau menor que o da latitude e não maior que o grau dela. Consideremos que o imóvel esteja situado em uma cidade cuja latitude é 15º e tenha dois telhados voltados para o Norte.

Nesse exemplo, a inclinação do primeiro é de 28º e a do segundo é de 9º (bem mais plano). A escolha ideal para instalar o sistema fotovoltaico é o segundo, com 9º de inclinação, pois ele tende a captar mais energia do sol.

A sombra também é um fator a considerar. Em algumas horas do dia, os painéis podem ficar escondidos do sol, o que fará com que seu rendimento caia. Pode ser a sombra de uma árvore, de um prédio, e assim por diante.

Importância da ajuda dos profissionais especializados no assunto

Na verdade, para ter certeza sobre o posicionamento dos painéis solares, é essencial contar com a ajuda de uma empresa especializada no fornecimento e instalação de módulos fotovoltaicos. Uma boa fornecedora elabora o projeto mais condizente com o perfil do imóvel e, mais especificamente, do telhado.

Os profissionais têm capacitação para explicar aos clientes as possibilidades de perdas de eficiência energética, conforme a orientação e a inclinação dos painéis e da localização geográfica. Eles podem mostrar qual o posicionamento ideal para seu sistema de geração de energia elétrica a partir da irradiação solar.

A tabela de inclinação dos painéis solares em cada estado do Brasil

Para facilitar ainda mais o entendimento sobre a inclinação ideal dos painéis solares, vamos mostrar uma tabela que abrange todos os estados do Brasil. Veja, abaixo, em ordem alfabética:

Acre: 15º;

Alagoas: 15º;

Amapá: 15°;

Amazonas: 15º;

Bahia: 15º;

Ceará: 15º;

Espírito Santo: 20º;

Goiás: 16º;

Maranhão: 15º;

Mato Grosso: 15º;

Mato Grosso do Sul: 20º;

Minas Gerais: 19º;

Pará: 15º;

Paraíba: 15º;

Paraná: 25º;

Pernambuco: 15º;

Piauí: 15º;

Rio de Janeiro: 22º;

Rio Grande do Norte: 15º;

Rio Grande do Sul: 40º;

Rondônia: 15º;

Roraima 15º;

Santa Catarina: 32º;

São Paulo: 23º;

Sergipe: 15°;

Tocantins: 15º.

Vemos que os estados da Região Nordeste exigem uma inclinação de 15º, que é a menor entre todas as federações. A maior inclinação está no Rio Grande do Sul, que é de 40º (é o estado que está no extremo Sul do país).

Economia de dinheiro e menos agressão ao meio ambiente

Enfim, realizando o correto posicionamento dos painéis solares, que é da máxima importância em um projeto de instalação, é possível economizar dinheiro. Quando instalamos módulos fotovoltaicos, a finalidade é realmente economizar as despesas com energia elétrica, evitando as altas contas de luz.

Você também estará dando sua parcela de contribuição para o meio ambiente, já que consumirá menos energia proveniente das hidrelétricas ou de outras fontes. Além disso, aproveitando ao máximo a energia do sol com os painéis que tem, não será preciso comprar mais equipamentos para otimizar o desempenho do sistema.

Do contrário, gastará mais dinheiro e ainda estará adquirindo mais vidro, mais alumínio, mais silício e mais fios que precisarão ser usados.

Percebe-se que o posicionamento dos painéis solares feito da maneira certa é uma estratégia eficaz para poupar dinheiro e espaço, bem como evitar o desperdício de recursos. Nesse caso, é possível otimizar a eficiência do sistema. Economia e produtividade caminhando juntas — para o consumidor, para o meio ambiente e para a sociedade, já que as soluções sustentáveis tendem a beneficiar toda a população.

Certamente, você tem perfil em alguma rede social, não é? Então, aproveite para seguir nossas páginas no Facebook, no LinkedIn e no Instagram.