O que é um prosumidor de energia e quais as vantagens de se tornar um?

O que é um prosumidor de energia e quais as vantagens de se tornar um?

Tempo de leitura: 

5 minutos

“Consumidor” e “produtor” são dois conceitos muito conhecidos quando o assunto é economia. Na verdade, são termos básicos, aos quais todos os outros estão relacionados, como “distribuidor” e “vendedor”.

O produtor é aquele que fabrica alguma coisa, algum bem ou serviço que será consumido por outro. O consumidor é o que usa aquilo que o produtor criou e disponibilizou. Na zona rural, é comum falarmos nos produtores, que plantam os alimentos, e nos consumidores da zona urbana, que compram e utilizam o que eles produziram.

Neste artigo, falaremos sobre um novo conceito: “prosumidor de energia”. Talvez, muitas pessoas ainda não tenham ouvido falar ou não saibam o que é. Mas a tendência é que esse conceito se consolide na sociedade, à medida que a energia solar seja cada vez mais procurada e instalada em residências e empresas. Saiba mais sobre o assunto, lendo nosso post até o final!

O que é prosumidor de energia?

Certamente, você já ouviu falar em agricultura de subsistência. Nesse modelo, o produtor rural consome o que ele mesmo planta.

O conceito de prosumidor tem relação com essa ideia, ou seja, é aquele que produz o que ele mesmo vai consumir. Então, prosumidor de energia é a pessoa que produz sua própria energia elétrica, tornando-se independente da energia oferecida pela rede pública.

Esse tipo de consumidor se tornou mais comum devido à geração de energia por meio de sistemas fotovoltaicos, ou seja, que usam a energia do sol para a produção de eletricidade. A energia solar é não-poluente (totalmente limpa), renovável, inesgotável e gratuita. Enfim, é uma das fontes mais sustentáveis do planeta.

Claro que, apesar de ser gratuita, para conseguir a transformação da radiação solar em energia elétrica, você deve comprar alguns equipamentos. Mas a verdade é que eles apresentam alta durabilidade e oferecem ótimo custo-benefício, o que representa um excelente investimento para a população. Residências que adotam sistemas fotovoltaicos usufruem de muita economia com as contas de luz.

Para reduzir esses valores, livrando-se de suas altas e instáveis tarifas, algumas pessoas estão se tornando prosumidoras sem nem compreender o conceito, sem saber que já existe esse termo.

O que é consumidor verde?

Mas é preciso diferenciar um prosumidor de energia de um consumidor verde. O consumidor verde é a pessoa que sempre se mantém alerta sobre os fabricantes.

Faz pesquisas nos meios digitais e identifica as empresas que não causam danos ao meio ambiente em seus processos econômicos. Não raramente, faz campanhas contra as marcas que poluem o meio ambiente usando os canais digitais (redes sociais, principalmente) e outras mídias, como rádio e televisão.

O prosumidor, por sua vez, não compra em nenhuma empresa. Ele mesmo produz o que vai consumir. Mas nada impede que uma pessoa seja um prosumidor de energia e, ao mesmo tempo, um consumidor verde em relação a outros produtos, como roupas, cosméticos, alimentos, aparelhos eletroeletrônicos e assim por diante.

HCC Energia Solar - financiamento

Quais são as vantagens em ser um prosumidor de energia?

Agora que você já sabe o que é um prosumidor de energia, veja as vantagens de se tornar um.

Sustentabilidade

Atualmente, as pessoas se preocupam mais com assuntos que tratam de sustentabilidade e da saúde da Terra. A população procura sempre novas soluções para preservação ambiental.

Uma delas, no âmbito da eletricidade, é a produção de energia elétrica a partir de fontes renováveis, como é o caso da energia solar. Ela requer um sistema formado por módulos ou placas de células fotovoltaicas.

Economia

Com os equipamentos instalados em sua casa, o consumidor passa a gerar sua própria energia elétrica e se transforma em um prosumidor. Desse modo, ele obtém uma elevada redução nas contas mensais de luz.

Considerando o período de vida útil de um sistema fotovoltaico, que varia entre 20 e 25 anos (e pode alcançar ainda mais), e que o prosumidor de energia tem o retorno do investimento em cinco ou seis anos (essa é a média), isso representa que ele ainda usufruirá do sistema por 14, 15, 19, 20 ou mais anos por custos mínimos.

Afinal, a manutenção é fácil: limpeza semestral, lavagem anual, troca de algum vidro danificado da placa e conserto/troca do inversor de voltagem, quando necessário. Veremos outros pontos relacionados à economia nas vantagens seguintes.

Recebimento de créditos

Existem duas modalidades de sistema fotovoltaico: on grid (também chamado de grid tie) e off grid. No primeiro, o sistema é ligado diretamente à rede pública e funciona assim: todo excedente da energia produzido pelo sistema (aquele que não for consumida pelo imóvel durante o dia) é direcionado para a rede pública. Quando a energia gerada não for suficiente para suprir a demanda, a rede pública fornece o que falta.

Essa troca entre o sistema fotovoltaico e a rede pública gera créditos de energia para o prosumidor, o que diminui o valor da conta de luz no final do mês. O crédito representa desconto em cima da conta. A tendência é que o prosumidor fique pagando apenas a taxa mínima — mas a conta pode até zerar em determinadas situações.

Autonomia em relação à rede pública

Outra vantagem é que o prosumidor fica mais independente em relação à concessionária que fornece energia elétrica. Essa autonomia gera economia e permite que ele não fique tão condicionado ao sistema convencional, que também pode apresentar falhas, como instabilidade no fornecimento.

Além disso, na modalidade off grid, a autonomia é completa. O sistema não é conectado à rede pública, mas a energia excedente é armazenada em baterias.

O investimento inicial tem custos maiores, mas certamente compensa. A pessoa não precisará mais pagar contas de luz, nem mesmo a taxa mínima. O sistema off grid é mais recomendado para as pessoas que moram na zona rural ou em regiões em que o fornecimento de energia elétrica pela rede pública é precário ou inexistente.

Inovação

Investir em um sistema fotovoltaico e tornar-se um prosumidor de energia também é uma forma de inovar, de acompanhar as grandes transformações sociais, econômicas e tecnológicas. Usar fontes de energia renováveis representa o futuro e, quando você opta por essa solução, está se antecipando a ele, preparando-se para outras grandes mudanças.

No Brasil, o sistema fotovoltaico já está sendo comprado e instalado por muitas pessoas. Para você se tornar um prosumidor de energia deverá, primeiramente, escolher qual fonte renovável utilizará. Talvez, a mais viável seja realmente a energia solar. Então, deve procurar uma empresa especializada para dimensionamento do sistema e instalação dos equipamentos.

O que pensa sobre a possibilidade de produzir sua própria energia e ganhar mais autonomia? Já conhecia o termo “prosumidor”? O que acha de investir em um sistema fotovoltaico? Diante da demanda, você também pode se tornar um representante comercial do sistema. Aproveite e faça seu comentário, registre sua opinião!

HCC Energia Solar - orçamento via whatsapp