Painel e telha de energia solar: entenda as diferenças

Painel e telha de energia solar: entenda as diferenças

Tempo de leitura: 

5 minutos

Uma tendência no mercado brasileiro e no mundo são os sistemas de energia solar. Módulos fotovoltaicos são instalados no telhado das construções para captar os raios solares e gerar eletricidade, que podem abastecer residências, comércios, indústrias e propriedades rurais.

Esse sistema gera economia para o consumidor e é uma forma de consumir eletricidade preservando o meio ambiente. Mas você sabe a diferença entre painel e telha de energia solar? Para escolher a melhor opção, é preciso conhecer os dois produtos, analisar o projeto arquitetônico e entender as demandas e necessidades do imóvel.

Além disso, outros pontos devem ser observados, como o tamanho, a durabilidade e a praticidade na instalação das peças. Neste artigo, vamos falar sobre as principais diferenças entre telhas e painéis solares e como uma empresa especializada pode garantir o sucesso do investimento. Acompanhe!

O que é a telha de energia solar?

As telhas fotovoltaicas surgiram no mercado em 2005, e ainda chegam, aos poucos, nos projetos arquitetônicos. As telhas, assim como os painéis solares, têm células fotovoltaicas que captam os raios solares, gerando um campo elétrico que oferece eletricidade para abastecer os mais diversos tipos de construções.

Portanto, a forma de captação da luz do sol e geração de energia das telhas solares é a mesma dos painéis. A diferença entre os dois está na maneira de montar as peças. As telhas fotovoltaicas têm o mesmo formato das peças de cerâmica e podem ser intercaladas com essas telhas convencionais.

Elas são bastante flexíveis, resistentes às intempéries, leves, de cor azul-escuro e devem ser dispostas lado a lado, sem sobreposição. Essas peças são excelentes alternativas de energia renovável nas regiões com alta incidência solar. Alguns modelos são muito discretos e têm aparência de telhas de ardósia ou de cerâmica.

Visualmente, as telhas são mais atraentes que os painéis solares. Isso porque elas são projetadas e instaladas durante a construção, e não colocadas depois, como as placas fotovoltaicas. Como se trata de uma tecnologia mais recente, não existem dados exatos do tempo de duração das telhas solares, mas para garantir máxima eficiência na geração de eletricidade, é fundamental realizar, periodicamente, a manutenção e a limpeza das peças.

O que é um painel de energia solar?

Os painéis de energia solar, conhecidos também como placas ou módulos, foram desenvolvidos na década de 1950. Eles também têm células fotovoltaicas responsáveis por captar a luz do sol e transformá-la em energia. Porém, diferentemente das telhas solares, nesse sistema, as placas são conectadas por cabos elétricos até o quadro de força.

É necessária a instalação de um inversor no imóvel para converter a energia produzida pelos painéis solares em eletricidade. A durabilidade garantida pelos fabricantes é de 25 anos, mas quando a manutenção das placas é feita adequadamente, esse tempo pode se estender por até 40 anos.

A inclinação e posição dos painéis é o grande segredo desse sistema. Quanto mais os painéis recebem radiação solar direta, melhor será a eficácia na geração de energia elétrica. A instalação dos módulos fotovoltaicos é prática e versátil, podendo ser feita em diferentes modelos de telhados. Mas os painéis solares são mais indicados para adaptação em coberturas que já existem.

O que você deve saber sobre energia solar?

A energia solar é considerada uma fonte de energia renovável, limpa e sustentável. Além disso, a instalação dos painéis fotovoltaicos pode reduzir em até 95% o valor das contas de luz. Outra vantagem dos módulos solares é o baixo custo com manutenção.

Para manter as peças em plena funcionalidade, é preciso apenas deixá-las limpas, usando água e sabão. Além disso, a energia gerada em excesso pelos painéis solares é convertida em créditos junto à concessionária.

Esses créditos podem ser consumidos durante à noite ou em períodos de pouca incidência solar. O consumidor também pode usá-los em outro imóvel, desde que esteja no mesmo nome de titular e CPF.

O acesso do público interessado nos painéis solares vem aumentando devido a incentivos, como linhas de financiamento próprias, diminuição de preço e isenção de impostos. As placas fotovoltaicas podem ser instaladas em lajes, telhados e até em grandes estacionamentos.

O que avaliar para escolher a melhor opção?

Independentemente da escolha, é importante ter em mente que o sistema fotovoltaico oferece diversos benefícios para os consumidores e para a natureza. Portanto, qualquer um desses investimentos será ótimo para o imóvel e para o meio ambiente.

Mas é importante estar atento aos objetivos e necessidades do projeto para decidir qual a melhor opção. Um dos fatores que mais influenciam os consumidores brasileiros a optar pela geração da própria eletricidade é, sem dúvidas, a economia.

Apesar de a energia solar ser um investimento com retorno em longo prazo, esse valor é compensado pela economia significativa nas contas de luz. Isso deixa os consumidores menos dependentes das altas variações nas tarifas energéticas.

Dessa forma, os painéis fotovoltaicos são mais vantajosos e uma boa alternativa para quem pretende começar a fazer uso da energia solar. Além disso, as placas solares se adaptam com mais facilidade em construções já finalizadas, diferentemente das telhas, que devem ser instaladas durante o processo de obra.

Analisando a questão estética, as telhas solares são mais discretas que os painéis, mas demandam uma instalação específica e complexa. Os módulos solares são mais antigos que as telhas, o que os favorece em termos de informações suficientes que comprovem sua durabilidade de cerca de 40 anos, operando com até 80% da sua capacidade original.

Os painéis solares são mais versáteis e práticos, quando comparados às telhas fotovoltaicas. A instalação dos módulos pode ser feita em diversos formatos e locais, desde coberturas até jardins e quintais.

Todavia, para a implantação tanto dos painéis quanto das telhas solares, devem ser seguidas normas e regras do código de construção geral. Por isso, é importante contar com uma empresa especializada e profissionais qualificados para a instalação das peças.

Tanto as telhas de energia solar quanto os painéis fotovoltaicos geram eletricidade da mesma forma. Porém, para a escolha correta, deve-se levar em consideração as particularidades de cada produto e as demandas do projeto.

No entanto, as duas medidas são alternativas sustentáveis de energia limpa e inesgotável e valorizam, consideravelmente, o imóvel no mercado. Por isso, conte com profissionais especializados na hora da instalar a energia solar e garanta mais qualidade e eficiência na geração da própria eletricidade.

Ainda tem dúvidas sobre as diferenças entre painel e telha de energia solar? Siga a HCC Energia Solar no Facebook, Instagram, Linkedin e Youtube e acompanhe todas as informações e novidades do mercado fotovoltaico!