Gestão financeira da franquia de energia solar: como fazer?

hcc energia solar - Gestão financeira da franquia de energia solar

Tempo de leitura: 

13 minutos

Você quer ter um negócio de sucesso, capaz de crescer de forma saudável ao longo do tempo e garantir os seus rendimentos no futuro, não é mesmo? Saiba que a gestão financeira, ou seja, o controle de tudo que está relacionado às finanças e recursos do negócio, é essencial.

Quando se fala em uma franquia de energia solar, a situação não é diferente. Afinal, também é essencial contar com uma gestão financeira de qualidade nesse tipo de negócio, de forma a entender quais são os melhores investimentos, como reduzir custos e outros processos importantes para a manutenção do empreendimento.

Quer saber como fazer a gestão financeira da franquia de energia solar? Então, continue a leitura e descubra!

O que é e como funciona a gestão financeira?

A gestão financeira é, basicamente, um processo que tem como objetivo controlar e administrar os recursos de uma organização. Ela une diversas estratégias, procedimentos e metodologias capazes de identificar e aplicar as melhores ações para o gerenciamento dos recursos.

Quando se fala em gestão financeira, muitas pessoas pensam que ela se restringe ao controle do fluxo de caixa de uma organização. Porém, esse processo vai além, envolvendo todo o gerenciamento de investimentos, a busca por meios de reduzir custos e, até mesmo, uma boa administração dos ativos e do estoque da empresa.

Dessa forma, o funcionamento da gestão financeira envolve uma série de processos que, em conjunto, são capazes de garantir a boa administração dos recursos. É necessário, por exemplo, realizar um diagnóstico eficiente e ter em mente quais são os recursos disponíveis na organização. O controle do fluxo de caixa e do faturamento da empresa também faz parte de uma gestão financeira de qualidade.

Além disso, vale destacar que, apesar de a gestão financeira ser uma atribuição do setor administrativo, todos são responsáveis por fazer como que esse processo funcione dentro da organização. Afinal, os colaboradores precisam contribuir para a economia e a redução dos desperdícios dentro da empresa. Além disso, eles também são responsáveis por prestar contas e garantir que os processos de cada um dos setores do negócio se mantenham dentro do orçamento estabelecido.

Qual a importância da gestão financeira em franquias?

A gestão financeira é um processo central de qualquer organização e, quando se fala em franquias, a situação não é diferente. Afinal, para que você seja capaz de controlar os recursos do seu negócio e realizar uma boa administração das contas e do faturamento da empresa, é essencial investir em uma gestão financeira de qualidade.

Porém, como você já sabe, a franquia é um negócio que tem características particulares. Dessa forma, um bom gerenciamento é ainda mais importante para garantir, além de uma boa administração dos recursos, um bom relacionamento entre franqueado e franqueador.

Isso porque você precisa enviar relatórios para o franqueador sobre o funcionamento e os indicadores da sua franquia. Também é importante que você seja capaz de arcar com os custos do negócio e, ainda, pagar as taxas relacionados ao uso da marca, que estão previstas no seu contrato.

Realizar uma boa gestão financeira permite que você realize essas atividades com mais tranquilidade. Com isso, você é capaz de organizar e registrar todos os dados e informações relacionadas ao negócio com maior precisão, e gerar relatórios de forma simplificada. Você ainda assegura o pagamento de todas as contas em dia, e evita qualquer problema com outras organizações, incluindo o franqueador.

Por fim, vale lembrar que uma boa gestão financeira permite que você acompanhe, de perto, a evolução do negócio, possibilitando uma gestão estratégica da franquia ao longo do tempo. Você pode calcular seus índices de crescimento, a média de faturamento e o retorno sobre todos os investimentos, entendendo mais sobre a evolução da empresa ao longo do tempo, de forma simples e objetiva.

Quais são os benefícios da gestão financeira de qualidade?

Realizar uma gestão financeira eficiente dentro da sua franquia de energia solar pode trazer uma série de benefícios para a sua empresa. Veja, agora, quais são os principais deles:

  • reduz os custos operacionais e gera economia;
  • otimiza o seu planejamento de recursos;
  • melhora a consciência sobre a situação financeira da organização;
  • garante que a empresa está cumprindo todas as suas obrigações financeiras;
  • reduz as dívidas;
  • evita prejuízos;
  • gera dados para embasar a tomada de decisão dentro da empresa;
  • cria vantagem competitiva para sua franquia de energia solar;
  • aumenta as chances de sucesso e de crescimento.

Como fazer a gestão financeira da franquia de energia solar?

Agora que você já sabe o que é e como funciona a gestão financeira, assim como seus benefícios, é hora de entender como colocar esse conceito em prática. Descubra o passo a passo para fazer uma gestão financeira para quem escolheu investir em um negócio solar!

Revise as suas finanças dos últimos meses

Uma das dificuldades de começar uma gestão financeira na franquia de energia solar é, exatamente, entender por onde começar. Então, que tal iniciar o processo avaliando onde você está hoje, e como foram as suas finanças dos últimos meses?

Comece revisando todas as suas finanças e, se possível, organizando esses elementos. Tente descobrir quais foram os principais gastos e quais foram os investimentos. Para fazer isso, basta começar, por exemplo, pegando todas as contas de energia elétrica dos últimos meses e anotando o quanto foi gasto com isso.

Além disso, revise os seus recebimentos. Ou seja, faça uma análise de quanto a sua franquia faturou nos últimos tempos, incluindo tanto o faturamento bruto quanto o líquido. Tente organizar essas informações de forma simples e acessível.

Faça um planejamento financeiro empresarial

Agora que você já fez um diagnóstico da sua franquia nos últimos tempos, é hora de entender um pouco mais sobre quais são as suas previsões para os próximos meses. Para isso, também é necessário consultar os gastos e recebimentos de períodos anteriores e, a partir disso, fazer uma projeção.

Portanto, comece a prever quanto você vai gastar com cada um dos elementos identificados nos próximos meses. É importante considerar possíveis parcelas relacionadas aos investimentos, despesas com colaboradores, pagamento de serviços, fornecedores, contas, entre outros.

Uma dica importante, nesse momento, é classificar os seus gastos de acordo com o tipo. Isso porque você tem despesas fixas, como conta de energia, água, aluguel e colaboradores, mas também, alguns gastos variáveis ou esporádicos, como substituição de determinado equipamento, contratação de um serviço pontual, entre outros. Crie dois grupos de despesas e faça as suas previsões.

Além disso, é necessário incluir, no planejamento financeiro empresarial, os recebimentos prováveis dos próximos meses. Calcule a sua média de faturamento e inclua-a no seu orçamento. Aproveite para incluir também possíveis parcelas de pagamento de clientes ou outras fontes de recebimentos que você pode ter.

Analise possíveis economias

Pode ser que, no momento de criar o seu planejamento financeiro, você perceba que alguns gastos estão acima do que você gostaria. É possível, inclusive, que você descubra alguns elementos que podem ser economizados, de forma a reduzir os custos da sua franquia de energia solar.

Portanto, aproveite o momento para analisar de forma crítica todo o planejamento financeiro da sua empresa. Veja o preço dos produtos a partir dos fornecedores e compare com o mercado, para identificar se é possível economizar nesses aspectos. Tente entender se está acontecendo algum tipo de desperdício ou se há gastos desnecessários ao seu negócio.

Vale lembrar que reduzir os custos é extremamente importante para o bom funcionamento da sua franquia de energia solar. Afinal, quando você economiza, é capaz de liberar recursos para outros investimentos mais estratégicos. Além disso, quanto menor for o seu custo operacional, maior é a lucratividade do negócio.

Calcule a taxa de lucro dos seus produtos e serviços

Agora que você já tem consciência de todos os seus gastos, é hora de entender um pouco mais sobre a sua precificação, tanto em relação aos seus produtos quanto aos serviços que presta aos seus clientes. Afinal, você sabe qual a porcentagem de lucro de cada um deles?

Para isso, é necessário que você entenda o quanto gasta com cada um dos produtos ou serviços. No caso do produto, isso inclui o preço de compra, mas também, é necessário incluir uma parte dos seus gastos fixos (aluguel e contas, por exemplo) no custo. A partir disso, calcule quanto você lucra, de acordo com o preço oferecido para o cliente.

Já no caso de serviços, isso pode ser um pouco mais complexo. Afinal, é necessário incluir os gastos trabalhistas com os colaboradores que prestam serviços, os gastos fixos da empresa, materiais utilizados e valor do deslocamento dos colaboradores. A partir disso, é possível calcular o lucro que você obtém com cada um deles.

Nesse momento, aproveite para analisar se a sua precificação está adequada. Veja se a taxa de lucro se encaixa no que você deseja e no necessário para o bom funcionamento da sua empresa. Caso perceba que o valor está abaixo do que você deseja, repense os preços cobrados.

Identifique investimentos futuros e prioridades

Outro elemento que você precisa levar em consideração na hora de realizar a gestão financeira da sua franquia de energia solar são os investimentos futuros para o negócio. Afinal, quem quer ver a empresa crescer e se desenvolver precisa planejar aportes financeiros para que isso aconteça.

Portanto, aproveite para identificar quais são os investimentos necessários a curto, médio e longo prazo. Pode ser que você precise contratar novos colaboradores ou um serviço adicional nos próximos anos. Troca de equipamentos, inovações e infraestrutura também são considerados como investimentos.

A partir dessa lista, faça um orçamento para cada um deles, de forma a entender qual o valor necessário. Classifique-os de acordo com a prioridade, identificando, até mesmo, o momento ideal para realizar cada um. Com isso, você é capaz de criar um planejamento financeiro para viabilizá-los, sem comprometer os recursos da sua franquia.

Tenha uma reserva financeira

É comum que ocorram imprevistos e problemas ao longo do tempo e, para evitar que isso comprometa todo o funcionamento da sua empresa, é essencial que você crie uma reserva de emergência para essas situações. Sem ela, é possível que você coloque em risco todo o planejamento financeiro e, até mesmo, o funcionamento da franquia.

Para criar a reserva de emergência, você pode começar identificando quais são as principais ameaças às quais a sua organização está sujeita, e que não são possíveis de serem neutralizadas. Com isso em mente, tenha um orçamento sobre quanto será necessário desembolsar no caso de cada uma delas se concretizar. Afinal, é a partir disso que você vai determinar o tamanho da reserva.

Se você tiver recursos suficientes, reserve o capital para emergências. Caso não tenha esses valores em caixa, crie um plano de captação de recursos ao longo dos próximos meses, de forma a garantir que a sua reserva financeira estará pronta.

Controle o fluxo de caixa

O fluxo de caixa é o termo usado para determinar as entradas e saídas de recursos da empresa ao longo de determinado período de tempo. Isso pode ser referente, por exemplo, a um dia de atividades ou, até mesmo, a um projeto completo.

Controlar o fluxo de caixa é essencial para uma boa gestão financeira na sua franquia de energia solar. Afinal, esse processo permite que você identifique quanto gasta e quanto entrou na empresa ao longo de determinado período, possibilitando um controle mais próximo das finanças da sua organização.

Você pode fazê-lo ao longo de um dia, identificando quanto tinha em caixa e quanto restou, assim como todas as movimentações financeiras que ocorreram nesse período. Porém, também pode ser importante realizar um fluxo de caixa por cliente, identificando as entradas e saídas em cada um dos projetos criados pela empresa.

Crie um planejamento para as dívidas

A sua empresa tem dívidas? Isso pode se referir tanto àquelas realizadas com bancos ou outras instituições quanto a parcelas de compras de equipamentos, painéis solares e outros produtos para a sua franquia. Caso possua, é essencial criar um planejamento específico para o pagamento delas e, dessa forma, evitar maiores problemas para o seu negócio.

Comece listando todas as suas dívidas, assim como o valor de cada uma, os juros por não pagamento, as parcelas e as possibilidades de negociação. A partir disso, identifique quais são aquelas que devem ser quitadas primeiro, levando em conta tanto os juros quanto o tempo de atraso para o pagamento.

A partir disso, determine quais débitos serão pagos primeiro, como e quando isso deve ocorrer. Faça isso com cada uma deles e inclua esse elemento no planejamento financeiro geral da sua empresa.

Organize documentos e controle gastos

Por fim, vale lembrar que é essencial que você mantenha a organização financeira da sua franquia de energia solar, de forma a evitar maiores problemas no futuro e garantir um bom planejamento ao longo do tempo. Portanto, também é importante organizar todos os seus documentos e controlar os gastos de perto.

Para isso, comece organizando os documentos relacionados aos seus pagamentos, como contas e comprovantes. Caso eles estejam em formato físico, determine pastas específicas para armazená-los, classificando e separando de acordo com o mês, por exemplo. Caso estejam em formato digital, escolha uma ferramenta de gestão de arquivos eficiente e salve-os, também separando de acordo com o mês ou tipo de documento.

Ao longo do tempo, continue controlando os gastos e entradas na sua franquia. Mantenha um monitoramento próximo e acompanhe qualquer mudança ao longo do tempo. Aproveite para comparar o os gastos e as entradas reais com o que foi planejado, e vá organizando esses elementos, adaptando o planejamento sempre que necessário.

Quais os indicadores a serem analisados?

Você já ouviu falar em indicadores? Saiba que eles podem ser grandes aliados, quando se fala em uma gestão financeira de excelência na sua franquia. Afinal, eles são métricas que representam o crescimento e desempenho da sua empresa no que se refere aos mais diversos aspectos. Quando se fala em empreendedores iniciantes, isso é ainda mais importante para garantir uma boa condução do negócio.

Dessa forma, indicador financeiro é um conceito que se refere à fórmulas que podem ser usadas para mensurar o desempenho da franquia ao longo do tempo. Com isso, você tem clareza sobre quais são os pontos que estão melhorando e quais são aqueles que estão funcionando abaixo do que você gostaria, possibilitando que você identifique problemas e crie planos de ação eficientes para solucioná-los.

Quer saber quais são os indicadores financeiros que podem ser usados na sua franquia? Conheça os principais deles:

  • faturamento: soma de todos o valores que a empresa recebeu devido à venda de produtos e serviços ao longo de um período de tempo;
  • ROI (retorno sobre o investimento): tempo necessário para que determinado investimento retorne para a empresa a partir dos ganhos gerados por ele. Pode ser usado, por exemplo, para calcular o tempo necessário para o retorno do investimento realizado para comprar a franquia;
  • ticket médio: mostra qual é o seu faturamento médio por cliente;
  • margem de lucro líquido: é o cálculo do valor de lucro que efetivamente sobra a partir do seu faturamento, após a dedução de todos os custos e taxas cobrados em cada um dos produtos e serviços;
  • lucratividade: é a porcentagem do valor de determinado produto ou serviço que se refere ao lucro.

Quais as consequências de não fazer a gestão financeira?

Sem uma gestão financeira de qualidade, você corre diversos riscos dentro da empresa. O principal deles é a perda de controle sobre as finanças da organização, o que pode levar, inclusive, à falência, dependendo da gravidade do problema.

Isso porque você pode não ter clareza sobre a situação da organização e, com isso, gastar mais do que deveria. Ao longo do tempo, isso compromete a saúde da empresa, podendo levar a endividamentos, problemas para pagar contas e fornecedores e, até mesmo, a perda do negócio.

Mesmo que você não perca o controle das finanças, mantendo um saldo positivo na organização, a falta de gestão financeira ainda pode trazer outras consequências. Afinal, sem controle sobre os gastos e obrigações financeiras, você corre o risco de não pagar contas ou tributos devido ao esquecimento. Também pode não ter dinheiro para arcar com determinadas despesas mais altas, por não ter se planejado anteriormente.

Por fim, vale destacar que a falta de gestão financeira ainda pode fazer com que você perca oportunidades de crescimento e investimento para a organização. Afinal, sem o planejamento, você não organiza as finanças para investimentos maiores que poderiam trazer grandes retornos. Dessa forma, quando surge uma nova possibilidade, você é obrigado a deixá-la passar, uma vez que não tem recursos para aproveitá-la.

Como a tecnologia pode ajudar?

A tecnologia pode ser a sua grande aliada, quando se fala em gestão financeira de franquias. Há diversos softwares e plataformas que são capazes de auxiliar em diversas etapas da gestão financeira de qualidade.

Você pode, por exemplo, contar com sistemas, plataformas e aplicativos específicos para realizar todo o registro das entradas e saídas da sua empresa. Eles permitem que você acompanhe de perto as movimentações financeiras, descrevendo cada um dos gastos e entradas, e classificando-os de acordo com o tipo.

Além disso, é possível utilizar a tecnologia para realizar o planejamento como um todo e garantir que ele será seguido. Vale destacar que esses recursos podem ser usados na organização de documentos de forma segura, como é o caso das plataformas de armazenamento em nuvem.

Quando se fala em indicadores e metas, a tecnologia também cumpre um papel importante. Existem programas que permitem a você inserir todas as informações financeiras da empresa e, a partir disso, o próprio software já calcula os indicadores. A gestão tem acesso a relatórios financeiros completos, gerados a partir de dados reais, e com simplicidade.

Como você pode perceber, a gestão financeira de franquias de energia solar é essencial para o bom funcionamento e crescimento do negócio ao longo do tempo. Neste artigo, você entendeu mais sobre o funcionamento do processo e como colocá-lo em prática na sua empresa. Portanto, aproveite as nossas dicas e comece, agora mesmo, a investir em uma gestão financeira de qualidade na sua franquia!

Gostou do artigo? Ficou com alguma dúvida? Então, aproveite o espaço abaixo e deixe um comentário!