Como explicar a energia solar fotovoltaica para os seus clientes?

Como explicar a energia solar fotovoltaica para os seus clientes?

Tempo de leitura: 

13 minutos

A energia solar fotovoltaica vem ganhando cada vez mais destaque na atualidade. Seja devido aos aumentos na conta de energia elétrica, seja devido à preocupação com a preservação do meio ambiente, essa é uma solução que traz grandes benefícios, tanto para quem vende quanto para quem adquire.

Mas, na hora de explicar esse modelo para os clientes, o processo pode ser um pouco mais difícil. Afinal, o processo tem muitos detalhes técnicos, e é difícil identificar o que pode ficar de fora e o que deve ser informado aos consumidores. Dessa forma, entender bem sobre a energia solar e saber como abordá-la é essencial para quem deseja vender esse serviço.

Quer saber tudo sobre o assunto? Então, continue a leitura e descubra!

O que é energia solar?

Antes de explicar para os seus clientes, é essencial que você entenda, com clareza, o que é a energia solar. Resumidamente, ela é qualquer transformação da energia que vem da radiação solar em outro tipo de energia. Geralmente, ela é transformada em energia elétrica ou térmica.

Portanto, você pode já ter visto residências que utilizam a energia solar para aquecer a água do chuveiro. Nesse caso, há uma transformação da energia proveniente da radiação solar em energia térmica. Basicamente, a energia do sol aquece a água que é armazenada em recipientes térmicos, mantendo esse aquecimento.

Já a energia solar fotovoltaica é aquela capaz de transformar a energia do sol em energia elétrica. Isso é possível utilizando uma placa específica, que tem fótons capazes de fazer essa conversão da energia da radiação solar em energia elétrica.

Essa energia pode ser utilizada na hora, armazenada em baterias ou redirecionada para a corrente elétrica da cidade, reabastecendo-a. Mas calma, ainda vamos entrar em detalhes sobre as possibilidades de uso da energia solar.

Como funciona a energia solar fotovoltaica?

A base do funcionamento da energia solar fotovoltaica é o chamado "fenômeno fotovoltaico". Ele é a transformação da radiação solar, que chega na superfície por meio de fótons, em energia, o que acontece quando eles colidem com os átomos de silício no painel solar. Essa colisão faz com que os elétrons se desloquem, e é esse movimento que gera energia elétrica.

Esse sistema tem alguns componentes importantes, sendo eles a célula solar (cujo conjunto é chamado de placa ou módulo), o controlador de carga, o inversor e a bateria. A célula solar é um aparelho feito de silício. Esse material é um semicondutor, capaz de conduzir a energia elétrica gerada, e ainda é abundante no Brasil.

Isso faz com que o custo-benefício dessa célula seja melhor quando o silício é utilizado. Ela é a responsável pela geração de energia, uma vez que o silício presente é sensível aos fótons da radiação solar. Portanto, é nela que toda a energia é gerada.

Porém uma única célula não gera uma grande quantidade de energia. Por isso, elas são reunidas em equipamentos maiores, chamados de painéis, placas ou módulos solares. Cada um deles tem mais de 50 células, protegidas por uma camada de vidro.

Esses painéis são conectados a outro equipamento, chamado de inversor. Ele é o responsável por transformar a energia elétrica gerada na célula, que é contínua, em uma corrente alternada.

Isso é necessário porque a corrente contínua é a única que a célula é capaz de gerar. Porém, na rede elétrica, a corrente é alternada e, dessa forma, só é possível utilizar a energia solar fotovoltaica quando essa conversão é feita.

Outros dois equipamentos presentes na geração de energia são as baterias e os controladores de carga. As baterias servem para armazenar a energia gerada e estão presentes quando ela não é direcionada para a rede elétrica. Já os controladores de carga são os responsáveis, como o próprio nome já indica, por controlar a carga que chega à bateria.

Quais são os tipos de energia solar fotovoltaica?

Após o contato dos fótons com os átomos de silício, e a geração de energia fotovoltaica, há vários caminhos que podem ser seguidos. Isso porque a energia pode ser armazenada, utilizada imediatamente ou encaminhada para a rede. Continue a leitura e descubra mais sobre esses tipos de energia e seu funcionamento.

Geração Isolada (Off Grid)

Esse tipo de geração de energia fotovoltaica é, como o próprio nome já diz, isolado, ou seja, autônomo. Isso porque ele não tem nenhuma ligação com a rede de distribuição da energia elétrica local.

Ele funciona com o uso dos painéis solares para a geração de energia. A partir disso, essa energia é armazenada em baterias ou já distribuída pela residência ou para o equipamento que vai consumi-la.

Dessa forma, esse tipo de geração é especialmente indicado para locais isolados, como a área rural. Isso porque, nessas localidades, pode não existir fornecimento de energia elétrica pela companhia local, o que geralmente faz com que essas pessoas dependam de gerador portátil ou fixo para alimentar os equipamentos.

Com isso, a energia solar pode ser uma ótima solução para garantir o abastecimento de aparelhos ou maquinários. A energia gerada por essa modalidade pode ser utilizada para alimentar maquinários, como moedores agrícolas, cercas elétricas, equipamentos domiciliares, fornecer iluminação, entre outros.

Geração Distribuída (On Grid ou Grid Tie)

Esse tipo de geração de energia elétrica fotovoltaica, chamado de geração distribuída, é conectado à rede elétrica da localidade. Dessa forma, o objetivo não é a geração de toda a energia utilizada, mas a economia na conta de consumo, uma vez que o que é gerado de forma fotovoltaica pode ser utilizado, reduzindo a dependência da rede.

Dessa forma, a energia gerada é direcionada para os equipamentos ou, até mesmo, de volta para a rede. Há políticas específicas para que isso aconteça, permitindo até que existam descontos na conta devido à quantidade de energia que foi redirecionada, alimentando a rede elétrica.

Ele é indicado para áreas urbanas, que já têm rede elétrica. Pode ser utilizado tanto por residências quanto por indústrias, comércios ou outros estabelecimentos não-residenciais.

Geração híbrida

É possível combinar a geração independente e distribuída em um único sistema. Essa é a chamada geração híbrida.

Nela, são utilizados painéis solares para gerar a energia elétrica, que pode tanto ser armazenada em baterias quanto direcionada para a rede, dependendo da necessidade no momento. Também é possível combinar outras fontes de energia como forma de complementar essa geração e garantir autonomia para a residência, comércio ou propriedade rural.

Geração Centralizada (Usinas)

É possível, em vez de utilizar o sistema solar apenas para consumo pessoal, investir nesse tipo de energia para a alimentação da rede. Essa é a geração centralizada, que acontece nas usinas solares.

Esses locais também são conhecidos como parques ou fazendas solares. Para atingir o objetivo, quem investe nessa opção cobre uma grande região com painéis solares. Dessa forma, gera uma grande quantidade de energia elétrica fotovoltaica, que é direcionada para uma rede específica. Com isso, é capaz de abastecer determinadas regiões.

e-book hcc energia solar

Quais são as principais vantagens da energia solar fotovoltaica?

Existem diversos benefícios em investir na energia solar fotovoltaica. Entender quais são eles é importante na hora de vender esses serviços, uma vez que é necessário explicá-los para os clientes. Portanto, continue a leitura e conheça, agora, as principais vantagens!

Autonomia

Uma das grandes vantagens em investir em energia solar fotovoltaica é a possibilidade de autonomia elétrica. Isso é especialmente importante no meio rural, uma vez que, nesses espaços, o fornecimento de energia elétrica pode ser pouco constante, ter problemas e interrupções ou, até mesmo, pode não existir.

Dessa forma, investir nesse equipamento permite que a pessoa gere a própria energia, não dependendo mais desse tipo de fornecimento externo. Com isso, ela fica menos sujeita a esses problemas e não precisa interromper as suas atividades no caso de falha do fornecimento pela rede local.

Porém, isso também pode ser importante mesmo nas grandes cidades. Acidentes com a rede elétrica e imprevistos podem acontecer, tanto devido a problemas na rede quanto a condições climáticas. Isso pode ser um entrave para residências, mas, principalmente, para comércios e indústria. Afinal, imagine ter que fechar a loja devido à falta de energia?

Dessa forma, a autonomia energética é importante tanto em meios rurais quanto urbanos, sendo um grande benefício.

Redução de gastos

Outra grande vantagem da energia solar fotovoltaica é a possibilidade de redução de custos. Com ela, é possível diminuir os gastos com energia elétrica, seja da propriedade rural, seja de uma residência, indústria ou comércio.

Isso porque a energia solar fotovoltaica transforma a radiação solar disponível em energia elétrica. A energia gerada pode ser utilizada para alimentar uma série de eletrodomésticos, maquinários e equipamentos, reduzindo a dependência da rede.

Existem, inclusive, produtos de energia solar desenhados especificamente para esse tipo de energia. Com isso, o consumo da rede local cai drasticamente.

Sustentabilidade

A preocupação com a preservação do meio ambiente e dos recursos naturais do planeta vem crescendo. Uma das pautas mais importantes desse processo é a geração de energia, sendo que a busca por gerações sustentáveis vem ganhando protagonismo.

A boa notícia é que a energia solar fotovoltaica é totalmente renovável. Isso porque a sua fonte principal é a radiação solar, que é abundante, principalmente, em países tropicais, como é o caso do Brasil. Além disso, a energia solar é limpa, uma vez que não gera poluição no processo de geração.

Dessa forma, quando você adota essa fonte energética, reduz a emissão de gás carbônico para o ambiente, assim como o consumo de recursos do planeta e a poluição. Ou seja, é uma ótima forma de garantir um futuro sustentável.

Baixo custo de manutenção

Outra grande vantagem do investimento em energia solar fotovoltaica é o baixo custo de manutenção que ela oferece. Isso porque os sistemas são duráveis e resistentes, exigindo manutenção apenas em situações bastante específicas.

Para que você entenda melhor, as placas de energia solar têm uma vida útil de, aproximadamente, 25 anos, podendo superar esse tempo. Além disso, a manutenção, geralmente, é necessária apenas em locais muito secos, nos quais há acúmulo de poeira.

Dessa forma, nas demais localidades, a manutenção é muito pontual e, em geral, na parte elétrica, apenas para prolongar a vida útil do sistema. Vale lembrar que essas placas são fabricadas com materiais muito resistentes, uma vez que estão planejadas para ser expostas às intempéries do clima. Portanto, elas resistem a chuvas fortes e ventos, quando se adquire placas de qualidade e elas são bem instaladas.

Valorização do imóvel

Contar com um sistema de energia solar fotovoltaica pode ser uma grande vantagem competitiva na hora de vender ou alugar o imóvel. Isso porque a pessoa que vai comprar ou locar já chega sabendo que poderá economizar bastante na conta de energia elétrica.

Dessa forma, a instalação do sistema valoriza o imóvel no mercado. É por isso que ele pode ser visto como um investimento importante, mesmo que, nesse momento, você não deseje deixar a casa.

O que é preciso para vender energia solar fotovoltaica?

Se a energia solar fotovoltaica é um ótimo investimento para quem instala, como você pode perceber acima, imagine para quem vende esse serviço! Mas o que é preciso para nesse mercado? Entenda, agora, alguns dos fundamentos para que você invista nesse setor!

Estude a energia solar

Para vender energia solar fotovoltaica, é essencial que você entenda mais sobre o assunto. Mesmo contratando uma equipe especializada, é importante adquirir conhecimento técnico, inclusive, para explicar a energia solar fotovoltaica aos clientes.

Este artigo já é um primeiro passo nesse aspecto. Portanto, não pare por aqui e procure aulas, vídeos, cursos e mais conteúdos sobre o assunto para entender mais. Investir em um plano de negócio no modelo de franquia, no qual a franqueadora dê suporte nesse sentido, também pode ser um caminho interessante.

Estude o mercado

Também é importante que você entenda o mercado de energia solar. Afinal, se você deseja começar a vender um produto ou serviço, é essencial que saiba como está o segmento e como entrar nele.

Busque informações sobre o crescimento na sua região e as expectativas para os próximos anos. Descubra quais são os seus concorrentes, que serviços já estão sendo oferecidos e como começar a investir nesse setor.

Entenda quem são seus clientes

A energia solar fotovoltaica pode ser vendida para diferentes perfis de pessoas. Pode ser que você deseje investir na venda para residências ou, talvez, para o setor rural.

Porém, também é possível alcançar indústrias ou comércios. Todos eles podem se beneficiar da energia solar, e é necessário que você entenda para quem vai vender na hora de começar o investimento nesse segmento.

Portanto, saiba quem são seus clientes, de que grupo eles fazem parte. A partir disso, comece a buscar informações sobre as principais necessidades deles para traçar a melhor estratégia de vender a energia solar.

Lembre-se de que determinar um grupo não inviabiliza que você venda para o outro, caso surja a oportunidade. Porém, com isso, você pode focar pessoas que, na sua perspectiva e na do mercado, são as que mais seriam beneficiadas nesse momento.

Tenha uma equipe capacitada

Você precisa contar com uma equipe de técnicos para realizar as instalações e manutenções dos sistemas de energia solar fotovoltaica. Portanto, conte com profissionais capacitados e com experiência no mercado.

Isso vai agregar valor à sua venda, mostrando que os seus colaboradores entendem muito do assunto e são capazes de oferecer as melhores soluções para os seus clientes.

Como vender esse modelo para os clientes?

Agora que você já sabe o que é preciso para vender energia solar fotovoltaica, é hora de descobrir como vender esse modelo para os clientes. Afinal, por onde começar? Veja as nossas dicas sobre o assunto!

Mostre as vantagens e benefícios

Para vender esse modelo para os clientes, o ideal é deixar as vantagens em evidência. Tente identificar quais são as principais dores desse cliente em potencial e, a partir disso, mostre como a energia solar fotovoltaica pode ajudá-lo a superá-las. Além disso, deixe claro como eles podem se beneficiar nesse processo.

Ajude a calcular os descontos na energia elétrica

Um dos principais atrativos para a energia solar fotovoltaica é a economia na energia elétrica. Portanto, para vender esse modelo para os clientes, ajude-os a calcular quais serão os descontos, mostrando como esse investimento vai retornar ao longo do tempo.

Explique o modelo com clareza

Ninguém compra o que não entende, não é mesmo? Portanto, para vender esse modelo, é essencial que você saiba como explicá-lo com clareza.

Conheça bem o funcionamento da energia solar fotovoltaica para, dessa forma, saber como passar isso para os consumidores. Se você optar por uma formação de franquia, pode se beneficiar ainda mais do suporte que a franqueadora dá nesse aspecto.

podcast hcc energia solar

Como explicar aos clientes sobre a energia solar fotovoltaica?

Além das dicas acima, para vender energia solar fotovoltaica, é preciso saber como explicar o processo. Isso porque o cliente precisa entender todo o funcionamento do sistema, de forma a perceber as vantagens que ele oferece. Confira, agora, algumas dicas para ensinar os clientes sobre esse modelo!

Explicar o que é o sistema

O primeiro passo é ensinar o que é um sistema de geração de energia solar fotovoltaica. Para isso, não é necessário entrar em detalhes técnicos, a não ser que o cliente solicite. Portanto, mantenha a explanação simples e clara sobre os principais pontos do equipamento.

Você pode dizer que o sistema é uma forma de gerar energia elétrica por meio da radiação solar. A partir disso, mostre brevemente como funciona, explicando que a radiação incide nas placas e, a partir disso, a energia é gerada.

No momento de apresentar o sistema, vale também ter em mãos algum desenho que o represente, mostrando onde ele é instalado e os seus componentes.

Expor como ele gera energia

Os clientes podem ter dúvidas sobre a transformação da energia solar, tão rotineira e acessível, em energia elétrica. Portanto, é importante que você também saiba como explicar os termos básicos de funcionamento desse sistema.

Comece falando sobre como ocorre a conversão de energia, mostrando que o material do qual são feitas as células é projetado especificamente para fazer essa transformação. Mostre que a energia é gerada e, depois, pode ser armazenada ou direcionada para a rede de energia elétrica.

Aqui, também não vale entrar em muitos detalhes técnicos, a não ser quando solicitado. Isso porque essas informações podem confundir o cliente, que sairá sabendo menos do que quando entrou. Use uma linguagem simples, não muito técnica, lembrando que o seu público pode nunca ter estudado o assunto antes.

Mostrar como ele funciona

Na hora de explicar como funciona o sistema de geração de energia solar fotovoltaica, comece por uma apresentação dos componentes. Mostre cada um deles para o cliente, falando sobre sua funcionalidade.

A ordem de apresentação é importante. Portanto, tente traçar o caminho da energia nesse momento. Ou seja, comece falando sobre as placas, que são as responsáveis por captar a energia.

Depois, passe para uma explicação breve sobre os inversores, os cabos utilizados, o controlador de carga e a bateria. Seguir essa ordem facilita o entendimento do cliente sobre como funciona o sistema como um todo.

Demonstrar como é sua instalação

Por fim, é essencial saber como explicar a instalação do sistema para os clientes. Afinal, esse é o processo que eles vão acompanhar de perto e, dessa forma, querem saber como e onde ele será aplicado.

Mostre em quais lugares o sistema pode ser colocado e quais são as variáveis que você pode usar para determinar o melhor local. Isso passa segurança para o cliente, que entende que o sistema será colocado no lugar mais adequado.

Deixe claro que quem realiza a instalação é uma equipe especializada e que isso não trará danos para a estrutura da residência ou imóvel do cliente. Também conte sobre o tempo que demora, o prazo para começar a ver os benefícios e como funciona todo o processo com a sua equipe.

Neste artigo, você aprendeu tudo sobre energia solar fotovoltaica, desde o funcionamento do sistema até o processo de venda e de explicação para o cliente. Agora, você está pronto para entrar nesse mercado que promete trazer grandes benefícios, tanto para quem vende quanto para quem compra.

Quer continuar por dentro da área de energia solar? Então, aproveite para seguir nossas redes sociais agora mesmo! Estamos no Facebook, Instagram, Linkedin e YouTube!

Instagram hcc energia solar