Guia definitivo sobre inversor solar fotovoltaico

Guia definitivo sobre inversor solar fotovoltaico

Tempo de leitura: 

13 minutos

Você já pensou em investir em em energia solar na sua casa ou empresa? Se já começou a pesquisar sobre o assunto, deve ter percebido que o projeto envolve uma série de equipamentos: painéis solares, inversores, baterias, cabos, entre outros.

Entre os equipamentos que fazem diferença no seu sistema de geração de energia estão os inversores solares fotovoltaicos. Eles são utilizados para transformar o tipo de corrente gerado no sistema, de forma que ele seja compatível com os seus eletroeletrônicos. Porém, são vários tipos e marcas de inversores e, para fazer a melhor escolha, é importante que você saiba tudo sobre o assunto.

Quer entender mais sobre inversor solar fotovoltaico? Então, continue a leitura e confira o nosso guia completo!

Quais são os componentes de um sistema de energia solar?

Antes de falar sobre os inversores, um dos componentes da geração de energia solar fotovoltaica, é essencial que você tenha uma visão geral sobre esse sistema. Afinal, para entender como os inversores funcionam e quais são as suas funcionalidades, é preciso conhecer os outros equipamentos que se conectam com ele.

Dessa forma, vale lembrar que um sistema de energia solar é composto, basicamente, por quatro equipamentos: painéis solares, controladores de carga, inversores e baterias.

Os painéis solares são o coração do sistema. Eles são os responsáveis por captar a energia que vem do sol e transformá-la em energia elétrica ou térmica. Isso é possível porque esse equipamento é feito por células cujo material é fotossensível e, dessa forma, consegue converter a energia.

Os controladores de carga são equipamentos responsáveis por monitorar a carga de energia elétrica que está sendo gerada. Dessa forma, eles evitam a sobrecarga do sistema e conseguem controlar o quanto a bateria está sendo carregada, de forma a aumentar a vida útil dela.

Já as baterias são as responsáveis por armazenar a energia gerada pelo sistema. Elas são carregadas pelos painéis e controladores de carga e, a partir disso, podem ser utilizadas em qualquer lugar para alimentar os mais diversos equipamentos.

Vale lembrar que nem todos os sistemas possuem baterias. Isso porque é possível conectar o sistema de geração diretamente na rede elétrica da residência ou empresa e, com isso, a bateria pode ser dispensada. Para entender sobre o quarto elemento desses sistema, o inversor solar fotovoltaico, continue a leitura e descubra tudo sobre o assunto!

O que é um inversor solar fotovoltaico?

Em sua definição, o inversor solar fotovoltaico é um equipamento utilizado para transformar a corrente contínua, gerada pela placa solar, em uma corrente alternada. Mas, como isso acontece e por que eles são importantes? Para responder essa pergunta, é necessário que você entenda um pouco mais sobre o funcionamento do sistema de energia solar como um todo.

O sistema de energia solar pode ser utilizado para gerar energia elétrica, que será utilizada na sua residência ou empresa, podendo ser também armazenada em baterias. Porém, a corrente elétrica gerada nos painéis solares é do tipo contínua, ou seja, é uma corrente elétrica cujo sentido não se altera ao longo do tempo.

Por outro lado, devido à eficiência na transmissão, a corrente que chega na sua casa pela concessionária, ou seja, aquela que chega por meio dos fios, é do tipo alternada. Isso significa que o sentido da corrente se altera ao longo do tempo. Com isso, todos os seus equipamentos estão programados para utilizar uma corrente desse tipo, e não a contínua, gerada pelo painel solar.

É aí que entra o inversor solar fotovoltaico, como um componente essencial do seu sistema. Ele é o responsável por transformar essa corrente contínua em alternada e, dessa forma, permitir que ela seja utilizada para alimentar qualquer um dos equipamentos que você possui na sua casa ou empresa.

Também vale lembrar que os inversores ainda têm outras funções. É esse equipamento que monitora, por exemplo, a quantidade de energia gerada. Além disso, ele é responsável pela segurança do sistema e por otimizar a carga gerada.

Quais os tipos de inversor solar fotovoltaico?

Agora que você já sabe o que é um inversor solar fotovoltaico e a importância desse equipamento para o bom funcionamento do seu sistema de energia solar, é hora de entender quais são os tipos de inversores existentes no mercado. Isso é importante porque, na hora de instalar o seu sistema, é necessário ter clareza das especificações de cada um desses modelos e realizar uma escolha consciente.

podcast hcc energia solar

Descubra quais são os tipos de inversor solar fotovoltaico, agora mesmo!

Inversor grid-tie ou on-grid

O primeiro tipo de inversor solar fotovoltaico é o chamado grid-tie ou on-grid. A tradução literal do nome significa "conectado à rede". Isso porque esses tipos de inversores são conectados à sua rede de energia elétrica. Ou seja, não há intermediários entre o sistema de energia solar e os fios de energia da sua casa ou empresa.

Eles são os inversores mais utilizados no mundo. Vale lembrar que, além de realizar a transformação da corrente contínua em corrente alternada, esse tipo de inversor ainda é bastante eficiente na hora de registrar informações sobre a energia gerada e a eficiência do seu sistema de energia solar.

Inversor off-grid

O inversor solar fotovoltaico on-grid é ligado diretamente na rede elétrica, não é mesmo? Pois o off-grid, como o próprio nome já indica, é totalmente independente dela, ligado fora da rede tradicional.

Isso significa que esse equipamento não se conecta com a fiação da sua residência ou empresa. Em vez de enviar a energia diretamente para as tomadas, ele se conecta com um intermediário, como uma bateria. Dessa forma, é indicado para utilização em áreas nas quais a energia elétrica não é utilizada no mesmo local em que é gerada, como fazendas ou outros empreendimentos do setor rural.

Inversor híbrido

O inversor híbrido é um tipo de equipamento que mistura as funcionalidades de um inversor on-grid e um off-grid. Ou seja, ele pode ser conectado à rede elétrica da sua residência ou empresa, mas também, ser conectado à outro elemento, como baterias. Mas por que misturar esses dois tipos de inversores?

A grande particularidade do inversor híbrido é que ele permite que você utilize uma ou outra fonte de energia, de acordo com as necessidades do estabelecimento. Isso significa que o inversor é capaz de identificar quando há energia elétrica correndo pela rede, direcionando o que for gerado para ela ou recarregando as baterias.

Porém, quando percebe a falta de energia, ou seja, quando há falhas na rede elétrica da sua cidade, ele direciona a energia que está armazenada nas baterias diretamente para sua casa.

Dessa forma, você ganha autonomia energética inteligente. Ou seja, não precisa acionar um gerador ou ligar a bateria para que os seus equipamentos continuem funcionando no caso de falta de energia. O próprio inversor faz isso por você.

Inversor string

Também conhecido como "inversor de parede", uma vez que geralmente é instalado na parede da residência ou estabelecimento, o inversor string é outro tipo bastante comum no mercado. Em uma tradução literal, string significa cordas, e o seu nome faz referência à forma como ele é conectado aos painéis solares.

Isso significa que, quando você instala o seu sistema fotovoltaico, liga cada um dos painéis instalados ao inversor string por meio de fios. Esses painéis ficam ligados em linha, ou seja, todos ficam conectados entre si e a um único inversor.

Dessa forma, vale ressaltar que essa é a grande particularidade desse tipo de inversor solar fotovoltaico: ele conecta todos os painéis a uma só rede. Além disso, é necessário apenas um inversor para lidar com toda a corrente gerada pelo seu sistema.

Microinversor

Como o próprio nome já indica, esse tipo de inversor solar fotovoltaico é menor do que os tradicionais. Porém, essa não é a sua única particularidade. Na verdade, a grande especificidade do microinversor é o fato de que ele é instalado em cada um dos painéis que compõem o seu sistema.

Isso significa que, em vez de unir todos os painéis em uma só rede, como é o caso do inversor string, ele é colocado individualmente no painel. Dessa forma, é possível monitorar o funcionamento do painel individualmente, e não apenas da rede como um todo.

Inversor solar central

O inversor solar central é um tipo de equipamento muito semelhante ao string. Isso significa que ele é conectado a todos os painéis de forma única, criando uma só rede.

Porém, ele tem uma particularidade: é maior do que os inversores tradicionais, com capacidade para lidar com um fluxo maior de energia pela rede. Isso significa que esse tipo de inversor é indicado para projetos maiores, como usinas, indústrias, edifícios ou projetos rurais.

e-book hcc energia solar

O que considerar ao escolher inversor solar fotovoltaico?

Agora, você já conhece os principais tipos de inversor solar fotovoltaico. Mas, na hora de escolher o melhor para a sua empresa ou residência, sabe o que deve ser levado em consideração? Entenda quais são os pontos de atenção que você deve cuidar na hora de escolher um equipamento desse tipo para ser instalado no seu sistema!

Seu projeto

O primeiro ponto que você deve levar em consideração na hora de escolher um inversor solar fotovoltaico são as particularidades do seu projeto. Cada planejamento é único, possuindo uma potência de geração de energia específica, número de placas, inclinação, forma de ligação entre elas, entre outras especificidades.

Dessa forma, é essencial que você analise o seu projeto com cuidado. Avalie quais são as principais características e necessidades desse projeto de forma a identificar o que é imprescindível em um inversor e o que pode ser negociado, de acordo com outras características.

Custo

Um dos pontos que você deve levar em consideração na hora de escolher um inversor solar fotovoltaico é o custo do equipamento. Isso porque cada um desses sistemas tem determinado valor e, dessa forma, é essencial que ele se encaixe no seu orçamento na hora de adquirir o sistema como um todo.

Para que você entenda melhor, imagine a dúvida entre um inversor string e um microinversor. O microinversor parece vantajoso, uma vez que permite que você monitore cada uma das placas solares individualmente. Porém, ele tem um custo mais elevado do que o inversor string.

Além disso, você precisa adquirir um inversor para cada uma das suas placas e, no caso de um projeto muito grande, isso pode ser inviável financeiramente. Portanto, antes de tomar uma decisão, faça uma pesquisa de preços no mercado e identifique quais são aqueles inversores que cabem no seu orçamento.

Potência

Outro elemento que precisa ser considerado na hora de escolher um inversor solar fotovoltaico é a potência do equipamento. A potência é, basicamente, a quantidade de energia elétrica que determinado equipamento consome ou suporta. No caso do inversor fotovoltaico, é a quantidade de energia que pode passar por ele e que ele é capaz de converter.

Considerar a potência é fundamental na hora de escolher um inversor. Afinal, se você comprar um inversor com uma potência muito menor do que a energia gerada pelo seu sistema, pode queimá-lo, o que acarreta prejuízos, podendo interferir em toda a sua rede.

Vale lembrar que é possível instalar inversores em um sistema que tem uma potência até 30% maior do que o inversor. Isso significa que sim, você pode usar um inversor com uma potência um pouco menor, sem prejuízos ao seu equipamento. Porém, isso precisa ser analisado por técnicos, de forma a garantir que você não vai perder a eficiência do sistema.

Eficiência

Por falar em eficiência, esse é outro elemento que precisa ser levado em consideração na hora de escolher um inversor solar fotovoltaico. Isso significa que você precisa analisar o quão eficiente é o inversor na conversão da corrente contínua em alternada, de forma a entender se há muita perda de energia elétrica ao longo desse processo.

Os inversores mais eficientes chegam a 98%. Porém, é possível instalar um inversor de qualidade, desde que ele tenha uma eficiência de até 95%.

Monitoramento

Como você já sabe, o inversor tem como função principal a conversão da corrente contínua em corrente alternada. Porém há outra função que também é importante de ser observada na hora de adquirir esse equipamento: o monitoramento da rede.

Isso porque todo inversor tem um sistema de monitoramento do funcionamento do seu sistema de geração de energia solar fotovoltaica. Ele é extremamente importante, uma vez que permite que você acompanhe o quanto de energia elétrica está sendo gerada e, inclusive, diagnostique possíveis problemas no seu sistema como um todo.

Dessa forma, o seu inversor deve possuir um sistema de monitoramento de qualidade. Verifique como é feito o acompanhamento pelo inversor e a forma de leitura. Alguns exigem que você faça a leitura no próprio equipamento. Porém, inversores mais modernos podem ser sincronizados com aplicativos de celular, o que permite que você monitore o seu sistema a qualquer hora e em todo lugar.

Fabricante

Vale lembrar que também é importante analisar com cuidado qual a marca fabricante do inversor que você vai adquirir. Isso faz muita diferença tanto no que se refere à qualidade quanto, por exemplo, ao tempo de garantia que você pode ter com o seu inversor.

Portanto, pesquise muito bem sobre a marca. Busque por referências de pessoas que já compraram para entender como foi a experiência com a fabricante. Entenda tanto sobre a qualidade do equipamento quanto sobre o contato com a empresa, o atendimento ao cliente e a experiência com a assistência técnica, caso necessário.

Pesquise, também, o tempo de vida do inversor e faça uma comparação com o prazo de garantia fornecido pelo fabricante. Dessa forma, você tem um parâmetro para analisar se o tempo de garantia é adequado.

Quais as melhores marcas de inversor do mercado?

Agora que você já sabe o que considerar na hora de escolher um inversor solar fotovoltaico, é hora de conhecer um pouco mais sobre as principais marcas do mercado. Descubra quais são elas e as especificidades de cada uma!

Huawei

A Huawei é uma empresa chinesa já bastante conhecida devido ao investimento em equipamentos de telecomunicações. Porém, nos últimos anos, ela vem apostando em pesquisa e desenvolvimento de outros equipamentos e, em 2018, entrou no mercado da energia solar.

Essa fabricante cria inversores do tipo híbrido. Suas maiores vantagens estão no fato de serem inversores leves e compactos, com uma série de funcionalidades que aproveitam o know-how da empresa no setor das telecomunicações.

Vale lembrar que, no Brasil, esses inversores são comercializados pela WEG. Essa empresa catarinense fechou um contrato com a Huawei e, desde esse momento, vem sendo a responsável por comercializar os inversores chineses no país.

Fronius

A Fronius é outra fabricante de inversor solar fotovoltaico à qual você deve ficar atento. A empresa possui uma fábrica na Áustria, onde os equipamentos são produzidos, e vem comercializando inversores por todo o mundo, sendo uma das mais vendidas em âmbito global.

Os inversores Fronius têm algumas particularidades. Em primeiro lugar, são bastante confiáveis, com qualidade e reputação já bem estabelecida no mercado de energia solar. Porém, o destaque vai para o seu sistema de resfriamento e monitoramento, oferecido por meio de um aplicativo.

O sistema é considerado como um dos melhores. Ele é fácil de ser acessado e oferece um panorama completo de todo o funcionamento do seu sistema. Dessa forma, o cliente encontra poucas dificuldades para lidar com o equipamento. Também vale destacar que a garantia de sete anos oferecida pela fabricante é uma das maiores do mercado.

SolarEdge

A SolarEdge é uma empresa que atua especificamente no mercado de energia solar, produzindo e distribuindo uma série de equipamentos ao redor do mundo. A companhia nasceu em 2006 e vem se consolidando cada vez mais, sendo considerada como a líder mundial em fabricação de inversores.

O diferencial da empresa é o fato de que ela produz equipamentos nos mais variados tipos e tamanhos. Além disso, os seus inversores possuem otimizadores, ou seja, sistemas que permitem o desligamento rápido, seguro e automático dos painéis quando há o sombreamento.

Vale destacar que os inversores solares fotovoltaicos da SolarEdge também possuem a opção de utilização de wi-fi. Com isso, você tem acesso a dados relacionados à geração de energia em cada um dos módulos, podendo monitorar de perto o seu sistema e identificar problemas específicos de cada uma das placas.

SMA

A SMA é uma empresa alemã que tem anos de experiência na fabricação de inversor solar fotovoltaico. Porém, a sua popularidade está mais relacionada aos países no Norte do mundo, na Europa e nos EUA.

A empresa tem ótima reputação no mercado, principalmente, devido ao seu histórico, inovação tecnológica e excelência da cultura alemã. Porém, o grande diferencial está no design dos inversores produzidos por ela.

Isso porque eles não possuem tela, sendo mais resistentes ao ambiente externo. Em vez disso, os dados podem ser monitorados por um sistema wi-fi de qualidade. Dessa forma, você ganha em durabilidade do inversor, sem perder a capacidade de acompanhar os dados do seu sistema de energia solar.

Sungrow

A Sungrow é outra referência chinesa no que se refere a equipamentos de sistemas de geração fotovoltaica. Ela foi fundada em 1997 por um professor universitário e, desde esse momento, vem ganhando espaço e boa reputação no mercado.

O seu maior diferencial está no custo-benefício dos seus inversores. Isso porque, diante de um mercado cada vez mais competitivo, a organização é capaz de investir em equipamentos de qualidade, com um custo um pouco inferior aos concorrentes.

Outra particularidade da empresa é o fato de possuir uma das maiores áreas de pesquisa e desenvolvimento, o que indica que ela está sempre à frente, investindo em inovação e tecnologia nos seus equipamentos. Ela também tem um amplo portfólio de produtos, inclusive, no que se refere aos inversores. O feedback do mercado é excelente e o seu sistema de monitoramento também se destaca.

Neste artigo, você descobriu tudo sobre inversor solar fotovoltaico, desde o seu funcionamento até os tipos e marcas existentes. Também entendeu o que deve considerar na hora de adquirir esse equipamento. Portanto, você está pronto para investir em energia solar agora mesmo!

Aproveite esse conhecimento adquirido para procurar uma franquia de energia solar e iniciar o processo. Com isso, além de reduzir os custos da sua conta de energia elétrica, você também é capaz de investir em uma fonte de energia sustentável e limpa!

Gostou do artigo sobre inversor solar fotovoltaico? Então, aproveite para compartilhar nas suas redes sociais e propague a informação entre seus amigos e familiares!

instagram hcc energia solar