Benefícios de investir em energia solar em Recife!

Benefícios de investir em energia solar em Recife!

Tempo de leitura: 

13 minutos

Entre as fontes alternativas de energia, a energia solar é uma das mais faladas atualmente. Em outros países, usar painéis solares já é algo bastante comum, principalmente em residências. Considerando o potencial de irradiação solar que o Brasil tem, ainda é preciso avançar mais nesse sentido.

No Recife, há um grande potencial de irradiação solar. É uma cidade nordestina, uma região em que os níveis de irradiância são bem altos, principalmente na área conhecida como “sertão”. Levando em conta esse e outros fatores, vamos falar sobre os benefícios de investir em energia solar em Recife!

1. O que é energia solar?

A energia solar é a energia gerada e irradiada pelo sol, a estrela que fornece luz e calor ao planeta Terra. No âmbito da sustentabilidade e das fontes renováveis de energia, falamos em energia solar como uma solução ecologicamente correta para produzir energia elétrica destinada a residências, empresas, indústrias, hospitais e outros locais.

Para que seja possível produzir energia elétrica a partir do sol, é preciso instalar um sistema fotovoltaico no telhado dos imóveis. Esse sistema é formado basicamente pelos painéis solares ou fotovoltaicos e pelo inversor.

Os painéis são responsáveis por captar a energia do sol e, através do efeito fotovoltaico, transformá-la em energia elétrica. O inversor faz a conversão de correntes, isto é, converte de corrente contínua (CC) para corrente alternada (CA), que é a usada nas construções para o funcionamento de aparelhos eletrodomésticos e outros equipamentos, bem como para ativar o sistema de iluminação.

O efeito fotovoltaico foi descoberto em 1839, mas, apenas em 1954, foi usado de forma efetiva. Ele se tornou popular em 2000, diante da importância do conceito de sustentabilidade e das soluções ofertadas nesse contexto.

2. Para que isso serve?

As fontes de energia renováveis são valiosas porque representam mais vantagem para o consumidor e para a sociedade:

  • fonte de energia inesgotável (o sol é uma fonte inesgotável de energia e luz);
  • imunidade ao risco de desabastecimento;
  • possibilidade de redução nos custos com energia;
  • não causam impacto sobre o meio ambiente.

Considerando aspectos variados (financeiro, ambiental, social), a energia solar oferece vantagens relevantes. É por causa disso que sua utilização está se tornando cada vez mais abrangente em estabelecimentos comerciais, indústrias, hospitais, empresas privadas e públicas e residências.

Conforme dados publicados no jornal Estadão, o potencial de geração do sistema fotovoltaico no Brasil alcançou um total de 7,3 GW até novembro de 2021. Isso significa um aumento de 55% quando comparamos com o total de 4,7 GW verificados no começo do ano. Esse valor se refere aos painéis fotovoltaicos instalados em fachadas, telhados e pequenos terrenos em todo o país. É uma potência que ultrapassa metade da geração de Itaipu (usina hidrelétrica), que é de 14 GW.

Ao levarmos em conta as usinas fotovoltaicas de grande porte existentes no Brasil, o potencial de geração de energia solar alcança um valor de 12 GW. Apesar de ser um total relevante, ainda é insuficiente: está 7% abaixo da capacidade que o país possui (180 GW).

Felizmente, os consumidores, cada vez mais, procuram saber como reduzir o consumo de energia — e, entre essas formas, destaca-se a energia solar. É o que revela outro estudo realizado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE): ele mostrou que existe uma estimativa de que o consumo de energia vai crescer 4,3% nos 10 anos seguintes.

Diante dos frequentes aumento nas tarifas de energia, a instalação de sistemas fotovoltaicos é uma solução eficiente.

3. Vale a pena investir em energia solar em Recife?

Por que investir em energia solar em Recife? Como explicamos, Recife, capital de Pernambuco, é uma cidade nordestina. Mas, de modo geral, todo o Brasil recebe boa incidência solar por se tratar de um país tropical.

Recife é a maior cidade de Pernambuco e uma grande metrópole brasileira. Nessa condição, ela não poderia deixar de ser um local em que a energia solar está em progressivo desenvolvimento. O importante é pesquisar por empresas do ramo que sejam confiáveis para a compra dos equipamentos e a instalação do sistema fotovoltaico na cidade.

3.1. Insolação e irradiação

O clima de Recife é tropical úmido com umidade relativa elevada, baixas amplitudes térmicas e precipitações abundantes ao longo do ano.

As temperaturas mais altas ocorrem no verão. O tempo médio de insolação ultrapassa as 2.500 horas por ano. Insolação atmosférica é justamente a quantidade de irradiação solar por unidade de tempo.

Na análise do potencial de energia solar brasileiro, o conceito de irradiação solar é muito importante. Enquanto insolação é o total de irradiação solar por unidade de tempo (hora, dia), a irradiação solar é a quantidade de radiação solar por unidade de área (geralmente, metro quadrado)

De acordo com o Atlas Brasileiro de Energia Solar: “A geração fotovoltaica de energia elétrica tem um grande potencial no Brasil, [...]. No local menos ensolarado do Brasil, é possível gerar mais eletricidade solar do que no local mais ensolarado da Alemanha, por exemplo”.

Conforme o Laboratório de Modelagem e Estudos de Recursos Renováveis de Energia (Labren), que elaborou o Atlas Brasileiro de Energia Solar, a irradiação solar média em Recife é 41.390 Wh/m2 (watt hora por metro quadrado). Isso significa que, em cada metro quadrado da cidade, a potência solar é de, aproximadamente, 41.390 watts por hora.

Para analisar a viabilidade de um projeto, usa-se o valor de irradiação solar como referencial depois de calcular a área disponível no telhado para a instalação dos painéis solares. Assim, se há 10 metros quadrados, a potência solar nessa área é de 413.900 watts por hora

4. Quais são os benefícios disso?

Convém analisar os benefícios que a energia solar em Recife proporciona. Assim, você confirmará que realmente vale a pena investir em um sistema fotovoltaico.

4.1. Economia

A economia é uma vantagem porque as placas solares, cada vez mais aprimoradas com as novas tecnologias, estão se tornando mais eficientes e mais acessíveis. Essa é uma tendência quando os produtos têm maior disponibilidade no mercado, às vezes maior que a demanda.

Além disso, o consumidor consegue reduzir as contas de luz, já que a maior parte da energia usada no imóvel provirá do sistema fotovoltaico. Essa redução pode chegar a 95% em imóveis residenciais.

4.1.1. On grid e off grid

Vale falar dos dois tipos de instalação de sistema fotovoltaico: conectado e independente. No primeiro caso, temos o sistema on grid ou grid tie, que gera bônus para o consumidor. Ele funciona assim:

  • durante o dia, o sistema gera energia;
  • durante a noite, quando não há sol, a produção para;
  • a energia que não é usada pelos usuários do imóvel é direcionada para a rede elétrica;
  • esse excedente gera bônus, que são créditos que podem ser usados durante um período de cinco anos (após esse prazo, os créditos expiram).

Em on grid, o sistema é conectado à rede de distribuição de energia elétrica. On grid traduzido é “na grade” ou “em grade”. É a opção mais usada na zona urbana.

No sistema independente, chamado off grid, não há conexão entre o sistema fotovoltaico e a rede elétrica. Nesse caso, o consumidor precisa de baterias para armazenar a energia excedente. Isso encarece mais o sistema. É uma opção para os moradores de regiões onde a energia elétrica não chega ou não é de boa qualidade.

Considerando as duas opções e as situações em que são aplicáveis, ambas são vantajosas e oferecem um ótimo custo-benefício. Por exemplo, já imaginou ficar dependente de uma rede de energia elétrica precária ou não ter o fornecimento de energia para suas necessidades? Adquirir um sistema fotovoltaico com baterias vai facilitar bastante a vida dessas pessoas e o desenvolvimento de suas atividades econômicas. Afinal, representa autonomia completa da energia elétrica de concessionárias.

4.2. Linhas de crédito especiais e incentivos fiscais

O Brasil está progredindo na oferta de créditos para energias mais sustentáveis, incluindo a energia solar em Recife. Muitos bancos de porte já criaram linhas de crédito específicas para sistemas de energia solar. O consumidor pode ser pessoa física ou empresa. Isso comprova que a energia solar está ficando cada vez mais acessível à população.

Em 2015, a Caixa Econômica desenvolveu um programa para estimular pessoas físicas a comprarem produtos de sistemas fotovoltaicos. Há também incentivos fiscais, como os sistemas de micro e minigeração que recebem isenção de ICMS.

De acordo com as novas regras de energia solar, o sistema de microgeração apresenta um potencial de até 75 kW e o sistema de minigeração de energia solar oferece um potencial que varia entre 75 kW e 5 MW.

Há também outras formas de apoio ao uso de energia sustentável e políticas públicas que promovem mais acessibilidade às fontes de energia sustentável.

4.3. Valorização do imóvel

Um imóvel que já apresenta sistema fotovoltaico é mais valorizado no mercado (aproximadamente 20%). Isso é compreensível, pois as soluções sustentáveis são relevantes e procuradas pela população.

Um dos temas mais atuais e polêmicos é a sustentabilidade. Na hora de comprar ou alugar um imóvel, muitas pessoas darão preferência àquele que ofereça soluções mais modernas e ambientalmente corretas.

Independentemente de ser sua intenção vender ou não seu imóvel, alugá-lo ou não, um sistema solar valorizará seu patrimônio. Os sistemas fotovoltaicos tendem a se tornar a mais importante fonte de energia. Conforme a Agência Internacional de Energia (International Energy Agency, IEA), eles se tornarão a principal fonte energética até 2035.

4.4. Segurança e durabilidade

Em relação à segurança, o sistema de que capta energia solar para transformar em energia elétrica é importante para a segurança, porque reduz as chances de atividades fraudulentas e pirataria de energia. Além disso, devido à alta durabilidade e à necessidade de baixa manutenção, seus benefícios ficam assegurados por, pelo menos, 25 anos.

4.5. Retorno do investimento

O retorno do investimento é o período necessário para que a instalação do sistema fotovoltaico se pague. O investimento inicial geralmente é elevado, mas é preciso analisar a economia que o sistema gera ao longo dos anos. Ele tem uma vida útil média de 25 anos, mas pode alcançar mais tempo. A manutenção é relativamente simples:

  • limpeza dos painéis de seis em seis meses;
  • troca do inversor, geralmente após os 10 primeiros anos de utilização;
  • troca eventual de algum vidro quebrado do painel.

Em média, após 5 ou 6 anos, os custos com os painéis já terão sido pagos com a energia economizada. Vamos considerar um exemplo: um imóvel consome R$150,00 de energia por mês. O sistema fotovoltaico pode reduzir esse valor somente para a taxa mínima, que varia de acordo com o estado. Nessa situação, há um retorno do investimento anual que vai de 10% a 30%.

De qualquer modo, o payback (outro nome para retorno de investimento) varia conforme o caso porque está condicionado a pontos, como:

4.6. Geração compartilhada

O consumidor (ou seja, você) pode construir uma usina juntamente com outras pessoas físicas ou com empresas. Trata-se de uma das formas de geração distribuída, desenvolvida pela Resolução Normativa da ANEEL nº 482/2012.

A geração compartilhada permite o compartilhamento de usinas de micro ou minigeração entre um grupo de pessoas (CPF/CNPJ) que pertençam à mesma zona de permissão/concessão da distribuidora local.

4.7. Autoconsumo remoto

O autoconsumo remoto é outra modalidade de geração distribuída. Ele permite que a pessoa física dona de um ou mais imóveis seja mini ou microgerador de energia e compartilhe os bônus entre eles. As condições exigidas são a mesma titularidade dos imóveis e a localização dos imóveis na mesma área de atuação da concessionária.

4.8. Condomínio solar

É a terceira forma de geração distribuída. O condomínio solar, também chamado de fazenda solar, é um projeto com sistemas fotovoltaicos de geração compartilhada que produz energia que pode ser transformada em créditos e, assim, suprir as necessidades dos imóveis de muitas pessoas ou de muitas empresas situadas na mesma área.

4.9. Não ocupação de espaço útil

Em geral, as placas fotovoltaicas são instaladas no telhado ou em outros locais altos. A função dos telhados é conferir proteção contra as intempéries e servem perfeitamente para a instalação do sistema fotovoltaico.

É um espaço praticamente sem uso, que será bem aproveitado quando a energia solar é adotada pelo consumidor. Nenhum espaço útil da residência ou de outro tipo de imóvel precisará ser ocupado pelos painéis solares.

4.10. Outros benefícios

Ainda podemos citar outros benefícios na instalação de energia solar em Recife:

  • diminuição nas perdas por transmissão/distribuição de energia, porque a eletricidade é usada no próprio local em que é gerada;
  • diminuição de aplicação de capital em linhas de transmissão/distribuição;
  • fornecimento de maiores quantidades de energia elétrica quando há maior demanda (como exemplo, podemos dizer que a utilização de ar-condicionado, no Brasil, é maior ao meio-dia, exatamente quando ocorre a maior incidência solar e, em consequência, a maior geração de eletricidade);
  • instalação rápida por causa da modularidade, ou seja, há prazos curtos de instalação, o que otimiza a geração de energia elétrica em um ponto ou imóvel específico.

5. Como fazer esse investimento?

Para investir em energia solar em Recife, os procedimentos são basicamente os mesmos que são necessários para investir no sistema em qualquer outra cidade.

Existem certas ações que devem ser realizadas para a instalação de sistema fotovoltaico. O projeto precisa cumprir a regulamentação definida pela legislação. Há algumas etapas a seguir, que vamos dividir em dois blocos.

5.1. Dimensionamento

Os profissionais qualificados devem analisar a viabilidade do projeto. Eles devem visitar o lugar e identificar os pontos em que a radiação solar é mais intensa, analisando a incidência de sombras de árvores ou de prédios e outras interferências.

Outra pesquisa é sobre o consumo de energia dos usuários. Os profissionais precisam fazer uma análise do histórico de consumo para que seja possível suprir as necessidades locais.

5.2 Instalação e conexão à rede de distribuição

A instalação é acompanhada por um grupo especializado. Além disso, é necessário registrar o projeto junto à concessionária de energia, com os documentos requeridos.

A concessionária realiza uma vistoria sobre a conexão. Apenas depois da aprovação, o sistema vai ser liberado para uso dos consumidores. É um processo que leva aproximadamente 30 dias.

Depois que o sistema fotovoltaico começar a trabalhar, o consumidor poderá fazer o monitoramento usando equipamentos eletrônicos.

6. Por que contar com a HCC Energia solar para isso?

A HCC Energia Solar é uma empresa qualificada para ajudar você a investir em energia solar em Recife. Conheça um pouco mais sobre ela!

É uma empresa de engenharia elétrica que foca na instalação dos sistemas fotovoltaicos em residências e em organizações, no treinamento para seus parceiros de negócios na área de energia solar e em serviços que já são oferecidos às concessionárias.

A HCC já está ativa desde 2005, mas ingressou no setor de energia solar em 2015. São mais de 16 anos de experiência na área, mais de 90 megawatts vendidos, mais de 64 mil projetos para distribuidoras, mais de 200 milhões de reais economizados. A empresa desenvolve projetos residenciais, comerciais, industriais e rurais, trabalhando também no armazenamento de energia e no Mercado Livre de Energia.

6.1. Projetos residenciais

Entre os projetos residenciais realizados pela empresa, estão:

  • residência de Gleicir Woditski, em Uruguaiana, RS;
  • residência de Lucilene Rocha, em Raposa, MA;
  • residência de Judete Fernandes, em Alegrete, RS;
  • residência de Ivanildo Elias, em Juazeiro, BA.

Os próprios clientes da HCC Energia Solar depõem a favor da solução, afirmando que tiveram redução nas contas de luz.

6.2. Projetos empresariais

Quanto aos projetos empresariais da HCC Energia Solar, podemos citar:

  • Comercial Canturil, em Sobradinho, BA;
  • GBI Combustíveis, em Bagé, RS;
  • Panificadora de Dí-Pão, em Restinga Seca, RS;
  • Super Carboni, em Osório, RS;
  • restaurante Nostra Casa, em São Lourenço do Sul, RS;
  • Farmácia Av. Farma, em Alegrete, RS.

Empresas como CFC Viacentro, Hotel Dom Rafael (ambas na cidade de Santa Maria, RS) e Gráfica Comunicação Impressa, ASTTI (as duas em Porto Alegre, RS) afirmaram que conseguiram reduzir despesas adotando a energia solar.

6.3 Projetos industriais

Entre os projetos industriais da empresa, podemos citar:

  • ANS Impressões Gráficas, em Porto Alegre, RS;
  • Becker Portas e Móveis Sob Medida, em Palmitos, SC;
  • Brasquímica Produtos Asfálticos, em Caçapava, SC;
  • Medeiros Serraria e Madeireira, em Três Cachoeiras, RS;
  • Renoplast Plásticos, em Xanxerê, SC.

A Formello Formas e a Arenal Comércio de Areia relataram como alcançaram redução de despesas com energia elétrica a partir das soluções da HCC Energia Solar.

obras hcc energia solar

6.4. Mercado Livre de Energia

A finalidade do Mercado Livre de Energia é construir um setor elétrico mais econômico, competitivo, avançado e eficiente. O Mercado Livre de Energia permite o acesso a novos modelos de consumo, o que permite ao consumidor ter poder de negociação. Algumas vantagens são:

  • liberdade de escolha;
  • redução de custos;
  • competitividade;
  • previsibilidade de custos.

É um mercado restrito a consumidores médios e grandes, com ligação em média e em alta-tensão. Esses consumidores são divididos em:

  • livres: demanda contratada de, pelo menos, 3 mil quilowatts;
  • especiais: demanda contratada maior que 500 kW e inferior a 3 mil quilowatts.

6.5. Energia solar rural

Se você mora na zona rural, também pode investir em energia solar em Recife com a HCC Energia Solar. Os empreendedores do campo contam com linhas exclusivas de financiamento, que oferecem prazos mais longos e juros mais acessíveis. Para instalar sistema fotovoltaico na zona rural, são seguidas quatro etapas:

  • assinatura da proposta técnica/comercial;
  • levantamento em campo;
  • projeto elétrico;
  • instalação do sistema.

7. Quais são seus diferenciais?

A HCC Energia Solar oferece soluções personalizadas para seus clientes, proporcionando mais independência energética e diminuindo danos ao meio ambiente. Podemos resumir os diferencias da empresa em:

  • profissionais capacitados;
  • suporte comercial e técnico;
  • projetos personalizados;
  • equipamentos avançados;
  • atendimento ágil;
  • assistência técnica;
  • melhores condições de pagamento.

Além de instalar sistemas fotovoltaicos, a empresa oferece franquias para os que também desejam empreender no setor. São mais de 60 franquias no Brasil. Já os valores da HCC Energia Solar são:

  • segurança dos funcionários;
  • parceria com clientes, funcionários, fornecedores e sociedade em geral;
  • atendimento às demandas com eficiência e qualidade;
  • inovação para buscar sempre por outras formas de ajudar os clientes.

Enfim, como você pôde notar, a energia solar em Recife é uma boa opção para economizar com energia elétrica e adotar uma solução sustentável que já é considerada como “a energia do futuro”.

Ficou interessado em instalar um sistema de energia solar? Então siga as nossas redes sociais. Estamos no Facebook e no Instagram!